STF: O IMPÉRIO ABSOLUTO

Como fabricar uma crise do nada