Semana passada escrevi sobre o Forrest Gump brasileiro Carlos Kaiser, mas ele não foi o único no futebol que conseguiu enganar um grande time. No artigo de hoje irei falar sobre Ali Dia. Dia não jogou nos grandes clubes de futebol de nenhum país, mas conseguiu enganar o técnico do Southamptom da Inglaterra.

Ali Dia começou sua carreira no futebol francês em 1988. Ele atuou por muitas equipes semiprofissionais mal-sucedidas na França até chegar à Inglaterra em 1996 para jogar por um time amador que se chamava Blyth Spartans AFC. Em meados de 1996, aconteceu um fato estranho que o fez entrar para a história.

A temporada de 1996/97 entrou em seu quarto mês. A janela de transferência foi fechada. Devido a várias lesões no elenco, o Southampton, liderado por Graeme Souness, precisava urgentemente de um atacante. É quando o telefone de Souness toca. Do outro lado da linha estava ninguém menos que o liberiano George Weah, que ganhou a Bola de Ouro e o Prêmio FIFA de melhor jogador do mundo.

Weah disse que ligou porque sabia que o clube estava procurando um atacante, então ele apresentou um primo dele de 22 anos, que havia acabado de terminar seu contrato com o PSG e era regularmente convocado para a seleção. Sem pensar duas vezes, Souness concordou em oferecer a Ali Dia um contrato de um mês.

“Ele jogou com Weah no PSG e estava na segunda divisão alemã. Vamos dar uma olhada nele“, afirmou Souness justificando a contratação do “craque” Ali Dia.

Alguns dias depois, o jogador senegalês de 30 anos apareceu para treinar. Apesar de não causar boa impressão nos treinos, foi escolhido para ser titular contra o Arsenal em um amistoso com a participação das equipes reservas. Esta teria sido uma chance para Souness observar seu recém-chegado, mas devido a uma tempestade, o jogo foi cancelado.

Devido à falta de atacantes na equipe, o técnico decidiu listar o jogador senegalês para a partida contra o Leeds United. Em 23 de novembro de 1996, em Elland Road, a casa do Leeds, aos 32 minutos, a estrela do Southampton, Matthew Le Tissier, se machucou. Soulness entendeu que era hora de estrear sua nova estrela. Com a camisa 33, Ali Dia entrou em campo anonimamente. Seu desempenho em campo foi, previsivelmente, surpreendente. Assim, aos 40 minutos do segundo tempo, ele foi substituído por Ken Monkou.

Aquilo foi inacreditável. Ele parecia o Bambi correndo no gelo. Foi extremamente vergonhoso de assistir. Foi uma situação bastante bizarra (risos). No dia seguinte (ao jogo contra o Leeds) fui ao clube para tratar minha lesão e o encontrei por lá, também no departamento médico, já que ele disse que havia se machucado na partida. Depois, ele nunca mais foi visto“.

Matthew Le Tissier, em um documentário sobre o futebol inglês.

Após a partida, Souness foi até Weah e pediu uma explicação. A estrela mundial estava com medo. Ele não tem ideia do que o gerente do Southampton estava falando, nunca ligou para ele, muito menos sabia quem era Ali Dia.

Alguns dias depois, descobriu-se que o africano tinha 31 anos, não 22 anos como o falso ‘George Weah’ havia dito a Souness, e era apenas um estudante de economia. O suposto Weah nada mais era do que um colega de Ali Dia na Northumbria University, onde frequentou. Após o episódio, Ali Dia ainda jogou em 2 times amadores no Reino Unido.

Por causa do episódio, ele se tornou uma “lenda” na Inglaterra, e se tornou um nome obrigatório nas listas das piores transferências e piores jogadores de todos os tempos. O jornal The Times e The Sun o considerou “número 1 na lista dos piores jogadores da história inglesa”, e foi nomeado pelo Daily Mail como “o 4º pior atacante inglês de todos os tempos”.

 

 

Lucas Barboza, para Vida Destra, 11/05/2022.                                                                Sigam-me no Twitter! Vamos conversar sobre o meu artigo! @BarbozaLucaas

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd, no Canal do Telegram: https://t.me/EsportesVD e venham participar também do nosso grupo de debates de esportes: https://t.me/BotecoVDE

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Acompanhe me
Últimos posts por Lucas Barboza (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Buchecha
Buchecha
6 meses atrás

Bela história Lucas