Sobre

Dentre nós há advogados, professores, empresários, administradores de empresas, cientista político, economista, republicanos, monarquistas etc. Todos com nível superior e além, pessoas maiores e com raciocínio crítico. Somos pensadores. Que agora, pretendem exercer, e exercemos, um novo tipo de jornalismo.

Todos somos de Direita, claramente, e temos orgulho em o declarar. Somos também conservadores, e testemunhas de que as malfadadas tentativas de estabelecer aqui um regime socialista ou social democrata somente redundaram em explosão da dívida pública, queda do PIB, disparada da inflação e desemprego, dentre outras mazelas, e sempre de forma cíclica, repetida, dada a excessiva dependência do capital público e o “capitalismo de compadrio” que vivemos há décadas, além das desorientações na condução da política econômica e o jorro de dinheiro público, para dentro e fora do Brasil, sem controle. Portanto, todos nós somos combatentes, contra o socialismo e o comunismo, em todas as suas formas e vertentes, que já se mostrou fracassado e deletério, tanto histórica quanto geograficamente.

Prezamos a Ordem Pública, a Lei, e o Direito à Vida, bem como à Propriedade Privada e o respeito aos Contratos. Defendemos a legítima defesa da Vida e do patrimônio, de cada um e de todos. Se isso for entendido como “somos liberais”, o título não nos desagrada, em absoluto. Defendemos a meritocracia, por justa e equitativa. Somos cristãos e defendemos a Família.

Queremos que o Estado nos preste o tripé essencial, mas de boa qualidade: Saúde para todos, Educação de excelência e sem viés político, Segurança Pública eficiente.

Prezamos a Honestidade, a Probidade e o Comportamento Correto. Muito mais que “nobres ideais”, queremos ver praticadas no Brasil nobres condutas! Basta de bandalheira, mentiras, calúnias e outras patifarias, “justificadas” por “boas intenções”. Para nós, valem as máximas de Ulpiano:

  • Viver honestamente;
  • Não causar dano a outrem;
  • Dar a cada um o que lhe pertence.

Exatamente por isso, somos contra a dissolução da moral e dos bons costumes que estamos assistindo nas últimas décadas. Somos contra a adoção do crime como “válvula de escape social”, oportunismo ou meio de vida, desde os mais violentos até a corrupção – condutas responsáveis por milhares de mortes invariavelmente, além de perdas econômicas imensas, tanto em relação aos patrimônios privados quanto ao patrimônio público. Somos contra a corrupção institucionalizada e pleiteamos maior segurança, física e patrimonial, para todos!

Não somos e nem pretendemos ser os donos da verdade, como quer ser a velha e desacreditada imprensa tradicional . Em lugar disto, estamos aqui para apresentar fatos, acontecimentos, análises e reflexões com base na realidade.

Por isso, estamos nas redes sociais, escrevendo e informando, mas além disso: também estamos aqui para conversar, debater, discutir novos temas, esclarecendo as dúvidas ou trabalhando junto com nossos leitores, ouvintes e assistentes para esclarecê-las.

E essa é a proposta da Revista Vida Destra: o uso intenso da comunicação em dois sentidos, uma nova forma de jornalismo, a que eu me referi no princípio do texto, que eu chamo de “jornalismo interativo”, que tem muito maior participação dos leitores. Estamos aqui para falar e para ouvir, estamos aqui para nos comunicarmos e aprender, com todos, dentro dos limites da civilidade, e fazendo apenas questão da coerência, consistência e objetividade dos raciocínios.

Muito obrigado aos que nos acompanham, seja de longo ou de breve tempo. Estamos aqui por vocês!

 

Veja nossa primeira postagem aqui com o início do Projeto: https://vidadestra.org/ethos/

Veja aqui o Editorial Fixo: https://vidadestra.org/quem-somos/

 

Nunes – Fundador e CEO da Revista Vida Destra

Fábio Talhari – Editor e Diretor da Revista Vida Destra