O Conservadorismo não é algo recente. Ele existe há centenas de anos, e a perseguição aos conservadores também não é um evento recente. Ao longo dos séculos, muitas pessoas acreditaram, e ainda hoje acreditam erroneamente, que os conservadores são contra as mudanças e o progresso. É um pensamento equivocado. Os conservadores, ao contrário, são favoráveis às mudanças e ao progresso, desde que ocorram naturalmente, com prudência, sem imposições ou rupturas, e sem abandonar as boas conquistas do passado.

Esta postura, adotada por nós conservadores, nos coloca em rota de colisão com grupos extremistas, e assim os chamamos, por serem favoráveis às rupturas institucionais e sociais, e por serem favoráveis à destruição do patrimônio acumulado pela sociedade ao longo de milênios, independente do custo a ser pago pelas pessoas.

Toda revolução, ou ruptura, ocorre para que os interesses de um determinado grupo sejam atendidos. Portanto, qualquer grupo da sociedade que se coloque contra tais rupturas, acaba automaticamente se colocando contra os interesses que os fomentam. Por isso, é esperada a reação contrária daqueles que querem romper com os valores sociais vigentes.

A exclusão sumária das contas do Terça Livre feita pelo Youtube, é apenas um exemplo da perseguição aos conservadores. Mas temos que estar cientes que esta perseguição não ocorre só na internet, onde ela é apenas mais visível, mas ocorre em maior ou menor grau em todas as esferas da sociedade.

Somos atacados por defensores do aborto, por defensores da ideologia de gênero, por defensores da liberação das drogas, pelos defensores do socialismo e do comunismo, pelos apoiadores de regimes autoritários, por detratores do cristianismo, só para citar alguns dos ataques que recebemos. E todos vindos de pessoas e instituições que querem destruir os valores presentes em nossa sociedade, sem se importar com as consequências e com o preço a ser pago pelas pessoas. A desinformação é a grande aliada daqueles que querem acabar com os valores conservadores.

É aqui que entra a mídia independente. Nosso papel, muito mais que lutar contra a velha e decadente imprensa, é também o de defender, difundir e preservar os valores conservadores. Nosso papel é o de abrir os olhos da sociedade para a verdade, jogando por terra as narrativas e as falácias que tentar enganar as pessoas, e levá-las a acreditar em ideias fadadas ao fracasso.

E é claro que ao defendermos a verdade, provocaremos a ira dos defensores das mentiras. Ao defendermos a vida, receberemos o ódio daqueles que não se importam em matar, por seus objetivos. Ao defendermos a liberdade, tentarão nos cercear e nos calar. Mas não podemos nos deixar abalar, nem intimidar, por tais ataques.

Apesar das dificuldades, seguiremos em frente, pois acreditamos que só Deus poderá nos parar. Mas Ele está do nosso lado.

 

 

Vamos discutir o Tema. Sigam o perfil do Vida Destra no Twitter @vidadestra !

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Welton Reis
2 meses atrás

Aqui no Brasil os conservadores foram afastados ou mesmo se afastaram das grandes decisões, assim deixamos livres os comunistas que optaram pela semântica, eufemismos e leis que aos poucos foram introduzidas. Foram mais de 50 anos de socialismo semântico. Os militares?