Acabaram as eleições municipais de 2020! Qual a lição que podemos tirar?

Que o apoio de Bolsonaro foi em vão, e candidatos da oposição fizeram uma lavagem em candidatos conservadores?

Não vejo desta forma. Houve um nítida preferência dos eleitores para gestores já com certa experiência, o que denota uma preocupação. Faz, mas com o nível de qualidade indo para as “cucuias”!

Agora temos que ter um foco: FHC está preparando uma super oposição contra Bolsonaro, com Dória, Moro, Hulk, Mandetta, e até o DEM de Rodrigo Maia fez alianças com o PDT da família Ferreira Gomes, para eleger Sarto Nogueira como Prefeito de Fortaleza. Mudou-se o teatro das tesouras para PSDB e DEM.

O primeiro passo já será nesta sexta-feira, com Adin (Ação Direita de Inconstitucionalidade) para impedir a reeleição de Alcolumbre e Maia. Parece-me que o STF não quer reunião presencial e irá de reunião virtual, o que denota uma tendência de GÓPI. Os parlamentares terão que fazer pressão!

Caso aprovada esta mutação constitucional, não vejo outra forma, senão uma rebelião por parte do Centrão, que tem em Artur Lira, como possível indicação de Bolsonaro para Presidente da Câmara, para que não seja implementada esta mudança. De outra forma não teremos como pautar nossas propostas, principalmente o retorno das atividades, e a implementação da PEC 135/2019, da Deputada Bia Kicis, para que o TSE implante o voto impresso, uma vez que Maia continuará a sentar em cima das propostas e deixar as MPs caducando.

Agora a cereja do bolo, como podemos ter esperança, de que teremos confiança nas urnas eletrônicas, para que possamos vislumbrar a democracia representativa? Temos que extirpar Giuseppe Janino, da Secretaria de TI do TSE.

O artigo 158 do Código Eleitoral disciplina que as apurações serão nas Juntas Eleitorais, ou seja, junto aos TREs, mas em 2018, a PF recomendou que dado o problema de totalizações e possível ataque de hackers junto aos TREs, tais demandas deveriam ser desenvolvidas pelo TSE.

Na mesma época, a Câmara de Deputados enviou uma denúncia à PF contra Giuseppe Janino, por ter faltado com a verdade sobre fatos obscuros das eleições de 2014, na CPI de Crimes Cibernéticos. A noticia crime caiu na mão de Rogério Galloro, Superintendente da PF, que não abriu inquérito, mas foi cooptado como Assessor Especial da Presidência do TSE por Rosa Weber.

Uma notícia do SBTNews aponta que auditoria encontrou irregularidades em contratos do TSE com serviços de TI desde 1993, com a ocorrência de sobre preço, como também contratação de pessoal inabilitado para prevenção e segurança de dados. Isto já demonstra improbidade administrativa.

Quem Barroso chamou para responder os questionamentos da imprensa? Giuseppe Janino! Quer dizer, contratam uma nuvem junto à ORACLE por R$ 26,4 milhões para efetuar as totalizações, que não podia ser contratada, uma vez que a lei determina a apuração nos Estados. Cadê o PGR (Procurador-Geral da República) para abrir esta caixa preta? Onde está o TCU (Tribunal de Contas da União)?

Por fim, os EUA, experts em tecnologia, não a utilizam no sistema eleitoral. A Dominion fez uma festa. Barroso achou tudo normal. Sem voto impresso, não há garantia da democracia e o primeiro passo é tirar Maia e Alcolumbre das cadeiras ocupadas no Congresso, o outro é auditar o TSE.

Mesmo com grande índice de abstenção no Brasil, a diferença de 3,6% nos votos válidos em Fortaleza, pode ter sido auferida com um bug de 2 para Sarto e 1 para Capitão Wagner, mas sem o voto impresso, como posso ter certeza?

 

 

Luiz Antônio Santa Ritta, para Vida Destra, 30/11/2020.
Sigam-me no Twitter! Vamos conversar, contar “causo”! @LuizRitta

Luiz Antonio Santa Ritta
Últimos posts por Luiz Antonio Santa Ritta (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Nunes
Nunes(@nunes)
Admin
1 ano atrás

faço das suas as minhas palavras, 2022 será briga de gigantes, precisaremos ficar preparados.

Sander Souza
Sander Souza(@sandersouza)
Editor
1 ano atrás

Parabéns pelo ótimo artigo!
Teremos muito trabalho até termos um sistema eleitoral decente!