Para o segundo texto dessa serie irei falar sobre a seleção Anguilana de futebol. Possivelmente você nunca ouvir falar do país e muito menos da seleção. Membro da Concacaf (Confederation of North, Central America and Caribbean Association Football – Confederação das Associações de Futebol da América do Norte, Central e Caribe), Anguila é uma pequena ilha localizada no Oceano Atlântico que é considerada um território ultramarino da Grã-Bretanha. Com uma população de cerca de 13 mil habitantes, não é de se espantar que essa pequena ilha no Caribe seja irrelevante no mundo futebolístico, afinal, você já ouviu falar de algum jogador dessa seleção?

Atualmente ocupa a posição número 210 de 211, à frente apenas de San Marino e sendo a pior colocada da Concacaf no ranking mundial. Sua melhor colocação foi alcançada em 1997 com a 189° posição. Sua primeira partida internacional ocorreu contra Montserrat, em 1991, e terminou em um empate por 1-1. Seu melhor resultado foi 4-1 contra Montserrat, em 2001, e seu pior resultado foi contra Trinidad e Tobago, que venceu Anguila por 15-0 em 2019. Diante desses resultados vemos que não há nenhuma tradição de futebol nessa ilha.

Nunca disputou uma Copa Ouro da Concacaf e nem uma Copa do Mundo da FIFA. Entre 1930 e 1998 a seleção sequer existia e nas eliminatórias, a partir de 2002, nunca conseguiu se classificar e isso vale também para a Copa Ouro, que entre 1901 e 2002 não se classificou, em 2003 não disputou, em 2005 abandonou e depois sucessivamente não se classificou.

Nas eliminatórias para Copa do Mundo do Qatar em 2022 caiu em um grupo que continham Panamá, Republica Dominicana, Barbados e Dominica. De todas estas seleções, a única que disputou uma Copa do Mundo é a do Panamá, que mesmo assim não possui uma tradição futebolística. A primeira fase das eliminatórios foi dividia em grupos de 5 seleções e 4 jogos cada. A única seleção a não marcar pontos foi a Anguilana e com um saldo de 23 gols contra e 0 a favor ela terminou como última colocada geral.

Atualmente eles estão disputando a Liga das Nações da Concacaf, que serve como uma seletiva da Copa Ouro, basicamente uma cópia da Liga das Nações Europeia, porém com uma qualidade muito inferior. Os países serão organizados em três ligas de acordo com o nível técnico das seleções.

O grupo é composto por Anguila, Dominica e Santa Lucia,  que atualmente é líder do grupo por conta dos dois empates com Dominica por 0-0 e 1-1 e nos dias 12/06/2022 e 23/03/2023 Anguila irá disputar suas partidas contra Santa Lucia. Já anotem em seus calendários para ver esse “espetáculo” do futebol e assim sair dos grandes jogos europeus e sul-americanos.

Talvez um jogo entre San Marino e Anguila seria difícil de ver e quiçá entreter alguém, mas uma coisa é certa, eu veria esse jogo pelo fato de serem as duas últimas colocadas do ranking da FIFA!

 

 

Lucas Barboza, para Vida Destra, 08/06/2022.                                                                Sigam-me no Twitter! Vamos conversar sobre o meu artigo! @BarbozaLucaas

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Acompanhe me
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments