Prezados leitores:

Seguimos com o nosso compromisso de trazer até vocês, todos os sábados, artigos sobre temas relevantes, publicados pela imprensa internacional, e traduzidos pela nossa colaboradora, a tradutora profissional Telma Regina Matheus. Apreciem!

 

CDC: Um número alto e inesperado de jovens enfrenta problemas cardíacos após a 2ª dose da vacina contra COVID

 

 

Fonte: The Western Journal

Título Original: CDC: Unexpectedly High Number of Young Adults Suffering Heart Problems After 2nd COVID Shot

Link da Matéria Original: aqui!

Publicado em 10 de junho de 2021

 

Autor: Brett Kershaw

 

Um relatório dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças revelou, na quinta-feira, que um número alto e inesperado de jovens está sofrendo inflamação cardíaca depois de receberem a segunda dose da vacina contra COVID-19.

De acordo com o estudo preliminar, ocorreram 275 casos confirmados de miocardite ou pericardite em pessoas na faixa etária dos 16 aos 24 anos que receberam duas doses da vacina da Pfizer ou da Moderna, relatou a CNBC.

O estudo foi apresentado a um painel consultivo da Food and Drug Administration [FDA] americana.

Os cientistas imaginavam que haveria de 10 a 102 casos das doenças, os quais incluiriam inflamação do músculo cardíaco ou das paredes do coração.

Entre adultos de 30 anos ou menos, foram relatados 475 casos.

“Claramente, temos um desequilíbrio aqui”, disse o Dr. Tom Shimabukuro na reunião da FDA que discutia o uso de vacinas da COVID-19 em crianças a partir dos 6 meses de idade.

A maioria dos pacientes recuperou-se completamente. Quinze ainda estavam hospitalizados até 31 de maio, incluindo três em tratamento intensivo.

O estudo também detectou que os homens têm mais probabilidade de contrair as doenças do que as mulheres, e a maior parte dos casos surge em dois a três dias após a inoculação.

A liberação do relatório ocorre semanas após a FDA ter autorizado a vacina da Pfizer para crianças de 12 a 15 anos.

Um grupo de trabalho do CDC que mede, semanalmente, os dados de segurança da vacina, detectou, em maio, que a miocardite ocorreu “predominantemente em adolescentes e jovens”.

O grupo também relatou que os casos se desenvolvem, “com mais frequência, após a 2ª dose do que após a 1ª”.

O relatório não revela a velocidade com que adultos acima dos 30 anos contraem a doença.

Os especialistas em saúde afirmam que os efeitos colaterais de uma vacina são comuns e que o risco de contrair a COVID-19 supera o risco da miocardite induzida pela vacina, relatou a CNBC.

Segundo o site Our World in Data, cerca de 305 milhões de doses da vacina foram aplicadas nos EUA, resultando na inoculação completa de 141 milhões de americanos ou 43% da população.

Mais de 172 milhões de americanos – aproximadamente, 51% da população – receberam pelo menos uma dose da vacina.

A maioria dos estados cancelou a obrigatoriedade do uso de máscaras faciais e as restrições para enfrentamento da pandemia, pois as taxas de contaminação e morte despencaram.

Segundo o New York Times, 41 estados já foram totalmente reabertos, sendo que a maioria dos demais estados planeja a reabertura para 4 de Julho.

 

*Brett Kershaw é jornalista associado do The Western Journal. Graduado pela Virginia Tech, com bacharelado de Ciências Humanas em ciência política e história, Brett é autor publicado que estuda, com frequência, filosofia política e história política.

 

 

Traduzido por Telma Regina Matheus, para Vida Destra, 19/06/2021.                                  Faça uma cotação e contrate meus trabalhos através do e-mail  [email protected] ou Twitter @TRMatheus

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

Acompanhe me
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments