Prezados leitores:

Seguimos com o nosso compromisso de trazer até vocês, todos os sábados, artigos sobre temas relevantes, publicados pela imprensa internacional, e traduzidos pela nossa colaboradora, a tradutora profissional Telma Regina Matheus. Apreciem!

 

 

‘Condado de Loudoun protege estupradores’: estudantes saem às ruas depois que o distrito supostamente acobertou estupro

 

Fonte: The Western Journal

Título Original: ‘Loudoun County Protects Rapists’: Students Walk Out After District Reportedly Covered Up Rape

Link para a matéria original: aqui!

Publicado em 26 de outubro de 2021

 

Autor: Michael Austin

 

No Condado de Loudoun [estado da Virgínia, EUA], quase todos foram ouvidos.

 

Pais a favor ou contra o currículo progressista do distrito escolar continuam produzindo manchetes. Membros da direção das escolas, autoridades distritais, professores e outros funcionários têm feito declarações oficiais na mídia.

O único grupo que ainda não tínhamos ouvido era o dos próprios estudantes.

Isso mudou na manhã de terça-feira, quando alunos de escolas de todo o distrito saíram às ruas para protestar. De acordo com a WJLA-TV, grupos de alunos foram vistos na parte externa da Stone Bridge High School, Loudoun County High School, Briar Woods High School, Broad Run High School e Lightridge High School.

Podia-se ouvir os estudantes na Broad Run entoando “O Condado de Loudoun protege estupradores”.

Por que estudantes diriam tal coisa? Porque eles estão com a razão: a evidência mostra que autoridades do Condado de Loudoun realmente mentiram aos seus eleitores, a fim de proteger o responsável por múltiplos estupros.

Em 28 de maio, um garoto de 14 anos supostamente de “gênero fluido”, vestindo saias, atacou e estuprou uma garota no banheiro feminino de uma das escolas do distrito. No dia 6 de outubro, o [mesmo] garoto agrediu outra menina, em uma escola em que ele era monitorado eletronicamente.

Segundo a WTOP-FM, o adolescente foi considerado culpado pelo incidente do dia 28 de maio e, pela agressão do dia 6 de outubro, foi acusado de abuso sexual e sequestro.

E-mails vazados, de 28 de maio, mostram que as autoridades do condado tinham conhecimento dos ataques e nada disseram aos seus eleitores.

De fato, durante a reunião do conselho escolar em 22 de junho, quando os pais falaram de suas preocupações em relação à nova política que permitiria o acesso de alunos transgênero ao banheiro de sua preferência, o superintendente da escola, Scott Ziegler, chegou a dizer… “Que eu saiba, não há qualquer registro de ocorrências de qualquer agressão em nossos toaletes”.

Scott Smith, pai da primeira vítima do adolescente, tentou se pronunciar na reunião do dia 22 de junho, na esperança de compartilhar com o conselho escolar, e com os pais [ali] presentes, a história do estupro de sua filha.

Em vez disso, após uma tensa altercação com um ativista LGBT, que alegava que a filha de Smith era mentirosa, policiais agarraram Smith e o arrastaram para fora da sala.

Mais tarde, o conselho decidiu implementar a nova política transgênero, sabendo muito bem o que havia acontecido com a filha de Smith e optando por não compartilhar o fato com o público.

Nas muitas semanas que se seguiram, à medida que notícias continuavam surgindo sobre o acobertamento do estupro pelo condado, a inquietação dos pais aumentava no distrito escolar.

Agora, parece que os estudantes também chegaram ao ponto do basta.

 

*Michael Austin ingressou no Western Journal como repórter em 2020. Desde então, escreveu centenas de matérias, incluindo várias reportagens. Ele também participa do podcast em vídeo “WJ Live”.

 

 

Traduzido por Telma Regina Matheus, para Vida Destra, 30/10/2021.                                  Faça uma cotação e contrate meus trabalhos através do e-mail  [email protected] ou Twitter @TRMatheus

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Acompanhe me
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments