Yoshihide Suga, novo primeiro-ministro do Japão

Após o então primeiro-ministro Shinzo Abe anunciar a sua renúncia, em 28 de agosto passado, devido ao agravamento de uma colite ulcerosa que o acomete há anos, o Japão esteve em compasso de espera, na expectativa do anúncio do nome daquele que conduziria os destinos da nação diante dos enormes desafios enfrentados, incluindo aí a recuperação da terceira maior economia do mundo.

Ainda sofrendo os efeitos da pandemia de Covid-19, que causou a maior retração econômica do pós-guerra no segundo trimestre deste ano, com uma taxa anualizada de -28%, o Japão precisava rapidamente encontrar um novo líder, para evitar que o vácuo no poder, com a repentina renúncia de Abe, se transformasse em mais um problema a se resolver. Devo lembrar aos amigos leitores que o Japão é uma monarquia constitucional parlamentarista, e que portanto, o primeiro-ministro é indicado pelo partido que detiver o maior número de cadeiras nas duas casas que compõem a Dieta, como é chamado o parlamento japonês. Já há varias décadas, o Partido Liberal Democrata (PLD) mantém o controle do parlamento e o cargo de primeiro ministro é ocupado por aquele que estiver ocupando a presidência do partido. Shinzo Abe não renunciou apenas ao cargo de primeiro-ministro, mas também deixou a presidência do PLD. Em situações normais, o PLD convocaria eleições para a escolha de seu novo presidente, o que envolveria não apenas os políticos membros do parlamento, mas todas a pessoas filiadas ao partido. Devido ao momento delicado vivido pelo país, os líderes do partido decidiram que, para agilizar a escolha do novo presidente do PLD, somente os parlamentares do partido e suas representações provinciais poderiam votar nestas eleições. Assim, a eleição seria vencida pelo candidato que obtivesse a maioria dos 535 votos possíveis, sendo que destes, 394 são votos de parlamentares do partido e 141 votos referentes às representações provinciais, sendo três votos para cada uma das 47 províncias japonesas.

Desde o anúncio da renúncia de Abe, vários políticos do PLD manifestaram a sua intenção de concorrer à presidência do partido. Entre eles, Shigueru Ishiba, ex-ministro da Defesa e Fumio Kishida, ex-ministro das Relações Exteriores. Porém, o nome que ganhou força entre as várias facções internas do PLD, foi o de Yoshihide Suga, que atuou como secretário-chefe do Gabinete e porta-voz do governo, e representa a continuidade do governo de Abe e a manutenção de suas medidas, sem a adoção de mudanças bruscas. O consenso no partido de que a continuidade seria o melhor para o país, se refletiu no resultado da eleição realizada nesta segunda-feira 14 de setembro, com Yoshihide Suga recebendo 377 votos, Ishiba 89 votos e Kishida 68 votos.

Escolhido o novo presidente do Partido Liberal Democrata (PLD), Yoshihide Suga deverá ter o seu nome confirmado em nova eleição, desta vez realizada no parlamento, em uma sessão extraordinária, a se realizar hoje, 15 de setembro. Tal confirmação é dada como certa por todos os analistas políticos, pois o PLD controla ambas as casas do parlamento. Após ter o seu nome confirmado, Suga deverá anunciar os nomes dos novos membros do Gabinete. Seu mandato deverá se limitar a completar o tempo restante do mandato de Shinzo Abe, que se encerra em setembro de 2021. Já existem rumores, entretanto, que Suga poderá antecipar as eleições, para obter um mandato completo, de quatro anos.

Yoshihide Suga, de 71 anos, era desconhecido da maioria das pessoas fora do Japão e só se tornou popular quando, na função de secretário-geral do Gabinete, foi o responsável por anunciar o nome escolhido para marcar a nova era imperial que se iniciou com a ascensão ao trono do imperador Naruhito, Reiwa (令和, pode ser interpretada como Bela Harmonia). Filho de produtores rurais da província de Akita, no norte do Japão, Suga não pertence a uma das ricas e tradicionais famílias que atuam na política japonesa, e possui um perfil voltado ao trabalho nos bastidores. Por isso, desde 2012 ocupou o cargo de secretário-geral do Gabinete e atuou como porta-voz do governo e foi um dos principais conselheiros de Abe.

Yoshihide Suga anuncia o nome da nova era imperial do Japão

O novo primeiro ministro do Japão, em seu mandato-tampão de um ano, deverá seguir na administração da crise gerada pela pandemia de Covid-19, e deverá dar continuidade às atuais políticas do governo. Yoshihide Suga também deverá conduzir os preparativos para a realização das Olimpíadas de Tóquio, que foram adiadas para o mês de julho de 2021. Com o pouco tempo de governo que terá pela frente, não deverá adotar nenhuma medida drástica ou que mude de forma brusca a direção seguida por seu antecessor. Se nas eleições do próximo ano ele conseguir um mandato de três anos, então poderá pensar em medidas diferentes. De qualquer forma, a tarefa que o novo primeiro-ministro receberá em suas mãos não será fácil. Trocar o piloto quando o avião está em queda livre pode não ser uma boa ideia, mas neste caso não há alternativas. Que Deus abençoe o novo primeiro ministro do Japão e que ele seja sábio em suas decisões!

 

Sander Souza (ConexãoJapão), para Vida Destra, 15/9/2020.
Vamos discutir o Tema. Sigam-me no Twitter @srsjoejp e no Parler @Srsjoejp

Sander Souza
Acompanhe me
Últimos posts por Sander Souza (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Adriano Santos
Adriano Santos
3 dias atrás

Obrigado pelas informações.
Texto bem escrito, direto e enxuto, fácil de entender.

Sander Souza
Sander Souza
Reply to  Adriano Santos
3 dias atrás

Muito obrigado por ler e comentar!
Esse retorno que vocês leitores nos dão, é muito importante para que possamos nos aprimorar e oferecer um trabalho de qualidade!

Nunes
Admin
3 dias atrás

Parabéns pelo artigo. Estamos torcendo para um ótimo trabalho do novo Primeiro Ministro.

Sander Souza
Sander Souza
Reply to  Nunes
3 dias atrás

Muito obrigado pelo apoio e confiança!
Apesar dos enormes desafios, ele tem plenas condições de realizar um bom trabalho!

Davidson Oliveira
3 dias atrás

Sander, você é formidável! Primoroso seu texto

Sander Souza
Sander Souza
Reply to  Davidson José de Sousa Oliveira
3 dias atrás

Obrigado, meu amigo!
Eu me esforço, mas ainda tenho o que aprender e melhorar!

Lívio Luiz Soares de Oliveira
2 dias atrás

Artigo muito esclarecedor e informativo! Parabéns Sander.

Sander Souza
Sander Souza
Reply to  Lívio Luiz Soares de Oliveira
21 horas atrás

Muito obrigado pelo apoio, meu amigo!