Prezados leitores:

Seguimos com o nosso compromisso de trazer até vocês, todos os sábados, artigos sobre temas relevantes, publicados pela imprensa internacional, e traduzidos pela nossa colaboradora, a jornalista e tradutora profissional Telma Regina Matheus. Apreciem!

 

Mesmo com a mídia pegando leve, a secretária de imprensa de Biden, Karine Jean-Pierre, não consegue dar conta do recado

 

 

Fonte: The Federalist

Título original: Even With The Media Tossing Her Softballs, Biden Press Secretary Karine Jean-Pierre Can’t Get The Bat Off Her Shoulder

Link para o artigo original: aqui

Publicado em 15 de junho de 2022

 

Autora: Kylee Zempel

 

Realmente não há outra maneira de dizer isto: a secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, é muito ruim no que faz.

Você poderia pensar que cada coletiva de imprensa na Casa Branca de Biden é sempre um sucesso porque, apesar de o presidente ser completamente incoerente, a imprensa é excessivamente condescendente com os Democratas. Todavia, não há possibilidade de sucesso para a nova secretária de imprensa do presidente Joe Biden, Karine Jean-Pierre. Parece que, em tudo o que fala, só há tentativa e fracasso.

Assim tem sido desde que Jean-Pierre herdou o cargo de sua predecessora Jen Psaki, que trocou a equipe de relações públicas da Casa Branca por um posto na MSNBC. Porém, a segunda-feira foi particularmente lamentável para Jean-Pierre, que gaguejou, mentiu e se atrapalhou toda com sua super pasta de documentos, na tentativa de evitar dizer o que quem tem olhos sabe: tudo é um grande desastre.

Talvez o mais desastroso seja o estado da economia americana, e quando Peter Doocy, da Fox News, tocou nesse assunto, uma Jean-Pierre aflita repetiu a cansativa defesa de que “Putin é o culpado pelo aumento de preços’.

No Twitter:

“O Presidente Biden já se vangloriou sobre o mercado de ações estar ‘batendo recorde após recorde sob meu comando’. E agora?

KJP: “E isso quer dizer…?”

“Todos os ganhos, desde que o Presidente Biden iniciou seu mandato, foram destruídos.”

KJP: “Putin é o culpado pelo aumento de preços.”

 

Ela levou a mentira um passo à frente e disse que estamos testemunhando um “crescimento econômico histórico” graças ao chamado Plano Americano de Recuperação.

“Isso também não levou a uma inflação histórica?”, perguntou Doocy, e Jean-Pierre insistiu de modo nada convincente, “Não”.

No Twitter:

Doocy deixou a @PressSec em situação tão ruim que ela literalmente gaguejou e mentiu sobre a inflação:

KJP: “[O Plano Americano de Recuperação] nos levou a esse crescimento econômico histórico que estamos vendo com os empregos.”

Doocy: “Isso também não levou a uma inflação histórica?”

KJP: “Não.”

 

A inflação está tão ruim que até mesmo a CNN foi obrigada a reconhecer, ainda que amistosamente. Na segunda-feira, Don Lemon perguntou a Jean-Pierre se “a administração Biden tem alguma responsabilidade” pela inflação, afirmando que economistas chegaram à conclusão de que o Plano Americano de Recuperação contribuiu com o vertiginoso aumento inflacionário.

“Isso nos colocou em um patamar onde realmente podemos nos colocar em um patamar onde o povo americano sente que pode realmente… nós podemos enfrentar a inflação”, gaguejou Jean-Pierre enquanto respondia. “A fim de enfrentar isso, temos que ter, que estar em uma boa posição econômica histórica, que é onde estamos neste momento.”

No Twitter:

Lemon: “Especialistas afirmam que o pacote de estímulos, no ano passado, contribuiu com a inflação. A administração Biden tem alguma responsabilidade nisso?”

Jean-Pierre: “Isso nos colocou em um patamar onde realmente podemos nos colocar em um patamar em que o povo americano pode realmente sentir que nós podemos enfrentar a inflação.”

 

Jean-Pierre também respondeu com rispidez quando Lemon perguntou sobre “o vigor físico e mental” de Biden para concorrer novamente em 2024, mostrando-se surpresa com o fato de Don perguntar tal coisa: “Don, você me perguntando isso! Meu Deus! Ele é o presidente dos Estados Unidos!”

No Twitter:

@k_jeanpierre, da Casa Branca, se ofende quando Don Lemon, da CNN, pergunta se Biden “tem o vigor físico e mental” para concorrer em 2024.

“Don, você está me perguntando isso! Meu Deus! Ele é o presidente dos Estados Unidos!”

 

A secretária de imprensa, porém, não tropeçou apenas nas questões de crise econômica e condicionamento físico do presidente. Na segunda-feira, Jean-Pierre revirou sua mega pasta de documentos por mais de 20 segundos antes de dizer: “Não tenho novas informações”, referindo-se à calamitosa escassez de leite em pó para bebês, que fez com que crianças fossem hospitalizadas em todo o país.

No mesmo dia, em uma intensa verborragia sobre como o “Departamento de Justiça” evitou o assassinato de Brett Kavanaugh, juiz da Suprema Corte, a secretária de imprensa mentiu que “o presidente tinha [condenado]” a tentativa de assassinato. Fato verificado: desde a decisão Dobbs v. Jackson, que pode colocar os ativistas pró-vida na linha de frente da luta contra o aborto, por meio da anulação do caso Roe v. Wade, Biden não disse uma única palavra sobre a tentativa de intimidação da Corte via assassinato de um magistrado em exercício.

No Twitter:

Jean-Pierre diz que “o presidente condenou” a tentativa de assassinato de Brett Kavanaugh.

Não, ele não condenou. Joe Biden, literalmente, não disse uma única palavra sobre isso.

 

Alguém poderia, talvez, sentir empatia pela secretária de imprensa encarregada de lidar com uma imprensa hostil e mentirosa – como se fosse, digamos, não sei, alguém falando pela administração Trump –, mas não é isto o que acontece aqui. Os lacaios da mídia corporativa amam os Democratas.

É por isso que eles fazem perguntas como, por exemplo, se os imigrantes inundam a fronteira porque Biden é demasiadamente “moral” e “decente”. É por isso que eles enquadram o desempenho econômico de Biden como “incomparável … se não fosse a inflação”. É por isso que dizem que os temas esquerdistas e banais de Biden são “tranquilizadores” e o elogiam por restaurar o “papel pastoral característico da presidência”.

Especialmente frente a esse contexto midiático adulador, não há realmente outra maneira de dizer isso: Jean-Pierre é muito incompetente no seu trabalho.

 

*Kylee Zempel é editora-assistente no Federalist. Anteriormente, trabalhou como revisora na revista Washington Examiner e como editora e produtora na National Geographic. É bacharel em Ciências da Comunicação e em Justiça Criminal, além de escrever sobre tópicos que incluem feminismo e questões de gênero, liberdade religiosa e justiça criminal.

 

 

Traduzido por Telma Regina Matheus, para Vida Destra, 18/06/2022.                                  Faça uma cotação e contrate meus trabalhos através do e-mail  [email protected] ou Twitter @TRMatheus

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Acompanhe me
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments