Canalhas, canalhas, canalhas! malditos, malditos, malditos! Confesso que estou buscando forças para escrever algo nesse momento para você, leitor. Estou extremamente zangado e desapontado com o que pressinto estar prestes a acontecer em nosso país. Há um golpe em estágio avançado de implementação. Há setores realmente empenhados em não deixar essa crise ir embora sem levar o Bolsonaro junto.

Vamos tentar ler as entrelinhas de tudo que está acontecendo nesses últimos dias e como os discursos estão muito bem ensaiados e alinhados entre os envolvidos nesse golpe fatal. Eu não me considero um adepto de teorias da conspiração e nem perco a paciência e a razão com facilidade, mas dessa vez, está claro demais.

Comecemos pelo alarde desproporcional feito entre a pandemia do COVID-19, tratado com exagero em termos letais para a maioria da população pela imprensa, políticos interessados em concorrer à presidência, o centrão e a esquerda e entre a pandemia do H1N1, que matou, no Brasil, mais de 2.000 pessoas de todas as idades entre 2009 e 2010 (governo Lula) e,  em 2016, mais 800 brasileiros. Isso prova que este vírus (H1N1) é muito mais letal do que aquele (COVID-19), entretanto, o H1N1 foi tratado com muito menos alarde naquela época. Motivo atual: Gerar pânico, medo e desespero na população, atacar a imagem do presidente, enfraquecendo-a, por tanto. Veja os dados do H1N1 nesse link.

Basta olhar algumas postagens em redes sociais para entender o tipo de estratégia que está sendo usada pela imprensa e a esquerda (desculpe a redundância). Eles estão unidos no afã de juntos derrubarem o nosso presidente e fazerem com que as coisas voltem a ser como antes, entende? Lembra?

A imprensa noticia de forma sensacionalista os casos de corona vírus, mesmo que esses, em números e letalidade, sejam infinitamente inferiores aos do H1N1 e se esforça para deixar o povo com a sensação de que nada está sendo feito pelo governo federal. A classe política, que destroçou o país nas últimas décadas, aparece dizendo que não temos um líder para conduzir o país nessa luta contra a terrível pandemia que assola o mundo. A imprensa não mostra todas as medidas já tomadas pelo governo. Veja neste link as providências tomadas pelo Ministério da Economia e, neste link, as do Ministério da Saúde. O governo é criticado quando toma as decisões certas e quando não toma decisão nenhuma, ou seja, não importa o que se faça, será sempre mal feito e jogado para a população. Motivo: fazer com que a população pense que está abandonada e que o presidente é incompetente e insensível às suas necessidades.

O ex-presidente Lula passou pelo problema do H1N1, em 2009 e 2010, no entanto, a atitude da imprensa não foi, nem de longe, igual à que vemos em 2020, no governo que desmamou a mesma. Veja neste link o que Lula falou ao se referir à pandemia naquele ano e como a mesma foi tratada de forma tão relapsa. A mídia noticiava os casos, que foram muito maiores em número e mais severos, mas sem tentar incriminar o governo, ou incutir na população a sensação de que nada estava sendo feito. Os governadores do nordeste não tentaram fazer campanha contra o governo em cima dos mortos por aquela gripe.

Não dá para negar, a imprensa é a mola propulsora dessa histeria em que se tornou a pandemia do COVID -19. Sei dos interesses escusos por trás dessa intenção e muito me preocupo com eles, pois nosso povo, em sua maioria, é muito inocente politicamente e extremamente mal acostumado com relação à dependência estatal. Nossa gente ainda tem como máxima o famoso e infeliz “Rouba, mas faz”, e eu temo demais por esse pensamento. Quero muito acreditar que a maturidade nos fará querer pagar o preço agora para limparmos de uma vez por todas a sujeira na qual estivemos atolados por tantos anos. Que todos os desatinos e desmandos aos quais fomos submetidos não saiam das nossas mentes em momento nenhum.

A quem interessa gerar o pânico? Interessa àqueles que sabem que não tem nenhuma chance de vencer por serviços prestados à nação, pois o que sempre fizeram foi exatamente se servir do esforço do povo para manter a posição que conquistaram através da mentira e da enganação. Eles vão usar o desespero para trazer a sensação de que as coisas estão piores do que estavam quando eles detinham o poder. E, é claro, que todos aqueles que se beneficiavam disso, incluindo a imprensa, estão bastante unidos para serem bem sucedidos no intento. Ademais, eles sabem que o povo é manipulável e que pensa mais com o estômago do que com o cérebro.

Reflita comigo, caro leitor. Qual é o carro forte do governo Bolsonaro? Isso mesmo: a economia, a diminuição do Estado e dos privilégios. O povo votou nesse projeto e quer que ele seja implementado, caso o governo venha a falhar e gere mais crise, mais inflação, dificuldade para as pessoas conseguirem o básico para sobreviver e, sabendo que o nosso povo tem como lema o “Rouba, mas faz”, em pouco tempo surgirão salvadores da pátria e aproveitadores. Na verdade, eles já estão por aí fazendo campanha em cima das dificuldades, da agonia e dos cadáveres.

Esses canalhas só desejam uma coisa: poder. Jamais esqueça disso! Eles ainda são os mesmos, não mudaram e não mudarão, entretanto, tentarão te convencer que sim. Foram eles que preferiram construir estádios super faturados e uma olimpíada, ao invés de hospitais e infraestrutura, que nos permitiriam sair mais rápido dessa crise. Foram esses malditos que faliram a Petrobrás e várias outras empresas. Eles receberam propinas, deram propinas, compraram toda a mídia em todos os meios, compraram deputados, senadores, juízes… Eles ainda estão por aí e querem te convencer que tudo agora será diferente. Você acredita?

Obrigado pela leitura! Eu fico por aqui! Até breve!

Dica de livro: O que você precisa saber para não ser um idiota, Olavo de Carvalho

João Alves, para Vida Destra, 22/03/2020
Sigam-me no Twitter! Vamos conversar! @Joao71Alves

 

João Alves
Acompanhe me
Últimos posts por João Alves (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Nelson Viana
2 meses atrás

Sua indignação é justa. A invisibilidade faz com que os morcegos circulem livremente, detestam transparência, e assim como o Covid19, que invisível está afetando a humanidade, nossos representantes estão preparando uma cama de gato para nos surpreender. É um sentimento profundo, ainda difuso, sem explicação, sem racionalidade e espero que não se cumpra. Bom texto, João!

Chrys
Chrys
2 meses atrás

Parabéns perfeita analise do time CORONAFC.

Gogol
2 meses atrás

Prezado João, quero crer q haja mais pessoas com visão neste imenso país do que essa corja de demônios imagina haver.

Servo de Jesus
Servo de Jesus
2 meses atrás

Positivo!

Nunes
Admin
2 meses atrás

Excelente artigo.

Robson Leite
2 meses atrás

Sabe quando querem derrubar o tecnico de futebol? Começa com o insuflamento da torcida contra o técnico e alguns jogadores, depois se juntam os “comentaristas especialistas” da mídia esportiva criticando em uníssono, pressionando por resultados positivos rápidos ate que o time trava e nao rende mais nada não tendo outro caminho e é demitido. Estão usando com o nosso governo o mesmo modus operandi. Pegam qualquer fala mal colocada, é fazem daquilo um cavalo de batalha. É fácil notar quando estão fabricando um substituto, é só ver o Doria com seu ar de estadista e os veículos de comunicação dando… Read more »