Por Sander Souza

Twitter: @srsjoejp Instagram: @sander_r_s

 

Palmeiras x Atlético-MG – Brasileirão 2022

9ª Rodada

 

Pré Jogo

 

Quando surge, galera alviverde!

O Verdão segue com as atenções voltadas para o Campeonato Brasileiro e hoje recebe a equipe do Atlético-MG no Allianz Parque, para partida válida pela 9ª rodada do Brasileirão. Vindo da vitória por 1×0 sobre o Santos, na Vila Belmiro, em partida válida pela 8ª rodada e realizada no último domingo (29/05), o Verdão encerrou a rodada anterior como líder da competição pelo saldo de gols.

O Palmeiras ostenta a maior série invicta do Campeonato Brasileiro(sete jogos, ao lado do Internacional), além da melhor defesa (cinco gols sofridos) e do segundo melhor ataque (13 gols marcados, ao lado do Atlético-MG e atrás do São Paulo, com 14).

O Maior Campeão do Brasil leva vantagem diante do Atlético-MG no retrospecto geral: em 87 jogos, foram 39 vitórias, 19 empates e 29 derrotas, além de 117 gols marcados e 99 gols sofridos. Atuando como mandante, ostenta uma invencibilidade de seis jogos (duas vitórias e quatro empates) contra os mineiros– a última derrota aconteceu em 2016, por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.

Preparação

Após a vitória sobre o Peixe, o elenco Alviverde ganhou um dia de descanso e se reapresentou na Academia de futebol na tarde de terça-feira (31) para iniciar a preparação para esta partida, que será o confronto entre os atuais primeiros colocados na tabela do Brasileirão pela liderança da competição.

A grande novidade no treino foi a volta do zagueiro Luan, do lateral-esquerdo Piquerez e do atacante Gabriel Veron, que se recuperaram de lesões e treinaram normalmente com o restante da equipe. No campo, a atividade contou com atletas que não atuaram ou jogaram menos de um tempo na Baixada Santista. O trabalho foi totalmente técnico e em dimensões reduzidas. Os titulares realizaram atividades regenerativas na parte interna do Centro de Excelência, incluindo o zagueiro Murilo que, substituído por dores musculares na coxa esquerda contra o Santos, fez exames e não teve nenhuma lesão detectada.

Os jogadores Luan e Gabriel Silva (D), da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

A preparação prosseguiu na quarta-feira (1). O zagueiro Murilo realizou atividades individuais sob a orientação da equipe do Núcleo de Saúde e Performance. O restante dos jogadores foi a campo e realizou atividades técnicas e táticas sob o comando da comissão do Professor Abel Ferreira. Na parte final, alguns atletas aprimoraram cobranças de faltas e pênaltis. Assim como na terça (31), o zagueiro Luan, o atacante Gabriel Veron e o lateral-esquerdo Piquerez, todos recuperados de lesões, treinaram normalmente.

Na quinta-feira (2), todo o nosso elenco treinou normalmente, incluindo o zagueiro Murilo. No gramado, após aquecimento, os jogadores fizeram movimentações técnicas com objetivos específicos. Na sequência, divididos por posições, os atletas aprimoraram quesitos táticos – de um lado, com o auxiliar Carlos Martinho, os zagueiros e os laterais trabalharam movimentos, saídas de bola e posicionamentos; do outro, sob a batuta de Vitor Castanheira, os meias e os atacantes aperfeiçoaram transições, ultrapassagens e finalizações.

O jogador Murilo, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

O elenco prosseguiu com a preparação na sexta-feira (3) e a grande notícia do dia foi a liberação do zagueiro Luan para atuar, podendo inclusive ser escalado para o confronto contra o Galo. Em campo, nossos jogadores realizaram trabalhos técnicos e táticos, sob o comando da comissão técnica.

O jogador Luan, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

O Palmeiras treinou na manhã do sábado (4), na Academia de Futebol, e finalizou a preparação para o confronto com o Atlético-MG. Com o elenco dividido em duas equipes, o Professor e sua comissão trabalharam movimentações e posicionamento com e sem bola. Após a tradicional atividade recreativa, os jogadores ainda praticaram as bolas paradas ofensivas e defensivas.

O jogador Raphael Veiga, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

Escalação

Pendurados: Marcos Rocha, Zé Rafael e Vitor Castanheira (auxiliar técnico)
Suspenso: não há
Retorno de suspensão: Abel Ferreira (três cartões amarelos)

Para esta partida o Professor Abel Ferreira não poderá contar com vários desfalques, por conta das convocações para jogos pelas seleções do Brasil, Paraguai, Chile e Colômbia. Desta forma, estarão fora da partida o goleiro Weverton, o meio-campista Danilo, o zagueiro Gustavo Gómez, o zagueiro Kuscevic e o meio-campista Atuesta.

O retorno do zagueiro Luan, do meio-campista Gabriel Menino e do atacante Gabriel Veron alivia a questão dos desfalques, assim como a notícia de que o zagueiro Murilo não sofreu lesão também foi extremamente favorável.

O Verdão deverá ir a campo contra o Galo numa possível formação tática 4-3-3, com o Marcelo Lomba fechando o nosso gol; Marcos Rocha na lateral direita e Piquerez na lateral esquerda; Murilo e Luan na zaga; Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga no meio campo; Rony, Dudu e Gustavo Scarpa na linha de ataque. Há a possibilidade de Jorge entrar em vez de Piquerez, Naves no lugar de Luan e Rafael Navarro ou Gabriel Veron no lugar de Scarpa.

*Pré Jogo concluído no sábado (04) às 18:30.

**Escalação confirmada no domingo (5) às 15:00.

O Jogo

O jogo começou com ambas as equipes buscando o controle da partida. O Galo teve vantagem nos minutos iniciais, com o Hulk fazendo a nossa zaga trabalhar já no primeiro minuto quando tentou um passe que foi interceptado pelo Luan e depois aos 3 minutos quando se livrou de três marcadores alviverdes e foi bloqueado pelo Murilo já na nossa área.

O jogo seguiu com o Galo chegando muito facilmente ao nosso campo defensivo, enquanto o Verdão praticamente não chegou no campo de ataque nos primeiros dez minutos. Nossa primeira boa chegada no ataque veio aos 11 minutos quando Dudu deu um passe milimétrico para Marcos Rocha, que cruzou rasteiro mas a bola desviou na marcação e ficou com o goleiro Everson.

Aos 13 minutos, Veiga sentiu a coxa e precisou ser substituído pelo Rafael Navarro. A partir deste ponto a criação de jogadas passou a ser tarefa do Scarpa. Logo em seguida, Navarro tentou um passe longo para Piquerez, que não chegou a tempo e a bola acabou saindo pela linha de fundo!

Aos 20 minutos, quase abrimos o placar no Allianz Parque em uma sobra de bola aproveitada por Dudu após cobrança de escanteio. Pouco depois, aos 24 minutos, Scarpa arriscou de fora da área e mandou a bola pra fora!

Aos 34 minutos excelente oportunidade em cobrança de falta, com o Scarpa batendo direto no gol mas com a bola indo pra fora! O jogo seguiu lá e cá e tivemos boa oportunidade aos 45 minutos em uma cobrança de escanteio, com o Scarpa cruzando na área e Rony desviando de cabeça e mandando a bola por cima da meta!

Já nos acréscimos, aos 47 minutos, Navarro recebeu no ataque e teve chance de abrir o placar mas chutou cruzado e mandou a bola pra fora! Após 3 minutos de acréscimos o primeiro tempo terminou sem gols no Allianz Parque! Porco 0x0 Galo.

Voltamos para a segunda etapa sem novas alterações no elenco. No início do segundo tempo o Verdão passou a se mostrar mais ofensivo e aos 4 minutos Scarpa levou perigo ao gol atleticano após receber passe de Marcos Rocha. O jogo seguiu lá e cá e aos 20 minutos Scarpa mandou a bola para o Rony, que estava na área e dominou mas bateu por cima do gol!

Seis minutos depois, boa oportunidade em cobrança de falta, com o Scarpa batendo direto no gol para defesa de Everson. Aos 31 minutos, o Professor Abel Ferreira fez substituições, com o Fabinho e o Gabriel Veron entrando em substituição a Gabriel Menino e Rony. Foi uma tentativa de tornar o nosso ataque mais eficiente e tentar abrir o placar, ainda em 0x0.

O jogo continuou com ambas as equipes buscando abrir o placar e aos 43 minutos o Professor fez novas substituições, com o Breno Lopes e o Pedro Bicalho entrando em substituição a Dudu e Zé Rafael. Embora os times continuassem tentando, o zero insistiu em permanecer no placar e após 4 minutos de acréscimos a partida terminou no Allianz Parque com o empate sem gols. Placar final: Palmeiras 0x0 Atlético-MG.

O jogo em si não foi ruim, embora eu concorde com um amigo atleticano que disse que parecia uma partida entre compadres. Ambos os times tentaram buscar o resultado mas ficou a impressão que ganhar os três pontos não era assim tão importante!

Destaque para a boa atuação da nossa zaga e pelo bom retorno do Luan, que fez boa partida. Piquerez também não jogou mal, se considerarmos que voltou de lesão. Já a bronca vai para o Navarro, que conseguiu perder mais uma chance clara de gol. O que acontece com ele? Será insegurança, falta de experiência ou técnica? Seja qual for a alternativa que escolhermos, não é aceitável para um jogador que está numa equipe do tamanho do Palmeiras e que precisa entrar em campo e representar à altura que o peso da nossa camisa exige!

Embora a gente não tenha gritado gol hoje, permanecemos muito próximos da liderança do Brasileirão, aumentamos a nossa sequência de invencibilidade, agora com 15 jogos, e ostentamos a melhor defesa da competição!

Agora é voltar as atenções para o nosso próximo confronto, que será na quinta-feira (09) no Allianz Parque, contra o Botafogo.

Até lá e #AvantiPalestra

 

*Sander Souza é editor do Vida Destra Esportes.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd, no Canal do Telegram: https://t.me/EsportesVD e venham participar também do nosso grupo de debates de esportes: https://t.me/BotecoVDE

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Sander Souza
Sigam me
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments