Por Sander Souza

Twitter: @srsjoejp Instagram: @sander_r_s

 

Avaí x Palmeiras – Brasileirão 2022

14ª Rodada

 

Pré Jogo

Quando surge, amigos palestrinos!

Viramos a chave mais uma vez e hoje voltamos novamente as nossas atenções para o Campeonato Brasileiro, e estamos em Florianópolis para enfrentar a equipe do Avaí, no Estádio da Ressacada. Vindo da derrota por 1×0 para o São Paulo na última quinta-feira (23) pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o Palmeiras viu a sua invencibilidade de 19 partidas ter um fim e entra em campo hoje com o desafio de se manter na liderança do Brasileirão.

O Palmeiras ostenta a maior série invicta do Campeonato Brasileiro (12 jogos), a melhor defesa (oito gols sofridos) e o melhor ataque (25 gols marcados); perdeu só quatro vezes nos últimos 47 jogos, com 33 vitórias e dez empates neste período, e venceu 14 dos últimos 17. Como visitante neste período, são 21 jogos, com 12 vitórias, sete empates e duas derrotas.

Desde 1976, quando se enfrentaram pela primeira vez, Palmeiras e Avaí mediram forças em 18 oportunidades, e o Verdão possui um retrospecto avassalador: 14 vitórias, dois empates e apenas duas derrotas, além de 46 gols marcados e 16 gols sofridos.

O Alviverde ostenta oito jogos sem perder para times de Santa Catarina, sendo sete vitórias consecutivas. Desde o último revés em 2017 para o próprio Avaí, na Ressacada, pelo Campeonato Brasileiro, o Verdão empatou um duelo com a Chapecoense, pelo Brasileirão de 2018, e somou cinco vitórias contra a mesma Chape e outras duas diante do Avaí, todas pelo Nacional.

O Maior Campeão do Brasil pode emplacar a sua quinta vitória seguida no estado de Santa Catarina. Nos últimos quatro jogos, superou o próprio Avaí, por 2 a 1 (na Ressacada, pelo Brasileiro 2019), e a Chapecoense, três vezes, na Arena Condá, também pelo Brasileiro: 2 a 1, em 2018 e 2019, e 2 a 0, em 2021.

Preparação

Após a partida contra o Trikas, a equipe alviverde se reapresentou na Academia de Futebol na manhã de sexta-feira (24). O destaque do dia ficou por conta de Raphael Veiga que, recuperado de uma lesão na coxa direita, treinou em tempo integral e sem limitações com o grupo e pode ser novidade contra o Avaí.

Como é praxe, os atletas que atuaram por mais de 45 minutos no Choque-Rei fizeram atividades regenerativas na parte interna do Centro de Excelência. O restante da equipe foi a campo e treinou transições, saídas de bola, movimentações e posicionamentos.

O jogador Raphael Veiga, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

O elenco alviverde voltou a treinar na manhã de sábado (25) para encerrar a sua preparação para o confronto de hoje. Após ativação na sala de musculação e aquecimento no gramado, a comissão técnica do Professor Abel Ferreira comandou uma atividade abrangendo o campo todo e aperfeiçoou saídas de bola da zaga ao ataque, com ênfases nas transições, movimentações, inversões, posicionamentos etc., culminando com finalizações dos atacantes.

Antes da ida ao vestiário, os atletas fizeram ainda um treino técnico em dimensões reduzidas – já sem os jogadores mais desgastados. O meio-campista Jailson, em tratamento de uma lesão no joelho direito, trabalhou com o Núcleo de Saúde e Performance. O elenco alviverde almoçou no refeitório do Centro de Excelência e seguiu para a capital catarinense na sequência.

O técnico Abel Ferreira, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

Escalação

Pendurados: Marcos Rocha, Gabriel Menino, Vitor Castanheira (auxiliar técnico) e João Martins (auxiliar técnico)
Suspenso: Danilo (três cartões amarelos)
Retorno de suspensão: Zé Rafael (três cartões amarelos)

O Professor Abel Ferreira volta a conduzir nosso time em campo, após estar afastado por causa da covid-19. Tendo em vista o próximo confronto do Verdão, que será contra o Cerro Porteño pelas oitavas de final da Libertadores, é esperado que o Professor leve a campo um time misto contra o Avaí, poupando alguns dos principais jogadores.

Desta forma o Verdão poderá entrar em campo com a seguinte escalação: Weverton fechando o nosso gol; Jorge na lateral esquerda e Mayke na lateral direita; Gustavo Gómez e Luan na zaga; Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga no meio-campo; Wesley, Rony e Breno Lopes na linha de ataque. Provável esquema tático inicial 4-3-3.

*Pré-jogo concluído em 25/06 às 15:00.

Confirmada a nossa escalação: Weverton, Mayke, Jorge, Gómez e Luan; Zé Rafael, Gustavo Scarpa e Gabriel Menino; Wesley, Navarro e Breno Lopes. O esquema tático inicial deve ser mesmo o 4-3-3. A equipe escalada é capaz de enfrentar e superar o Avaí, embora não seja tarefa fácil já que o time anfitrião têm causado dificuldades aos adversários que o enfrentaram anteriormente. É um time chato de se enfrentar e todo cuidado com ele será pouco.

*Escalação confirmada em 26/06 às 15:00 

O Jogo

O jogo começou com os times buscando os seus espaços dentro de campo, embora o gramado alto e irregular já mostrasse que não seria uma partida fácil para as equipes. Na tentativa de criar jogadas no ataque muitas faltas acabaram acontecendo, e aos 4 minutos o zagueiro Luan levou um cartão amarelo num lance bizarro.

Nossa única boa chance de gol no primeiro tempo ocorreu aos 5 minutos, num lance no qual Scarpa cruzou na área e Navarro desviou de cabeça obrigando o goleiro adversário a fazer a defesa. Foi o nosso único chute claro a gol na primeira etapa, e foram poucas as nossas chegadas à área adversária. O Avaí estava causando muita dificuldade e usando de faltas para travar o jogo.

Aos 19 minutos Jorge partiu pela esquerda e finalizou mas a bola passou longe do gol e foi para fora. Já nos acréscimos, aos 51 minutos, o Avaí abriu o placar após pênalti infantil e inacreditável do nosso xerifão Gómez em Raniele, convertido por Bissoli. Após seis minutos de acréscimos, o primeiro tempo terminou na Ressacada. Leão da Ilha 1×0 Porco.

No primeiro tempo o Avaí se mostrou ofensivo e impôs dificuldades ao Palmeiras que, somadas ao gramado irregular e às falhas dos nossos jogadores, fez com que o jogo fosse mais difícil que o esperado.

Voltamos para a segunda etapa sem alterações no time. Apesar de estar na frente no placar, o Avaí não se fechou como muitos times costumam fazer e continuou tentando jogadas no ataque Já no primeiro minuto, numa jogada de ataque, Zé Rafael chutou e a bola bateu no braço de Bressan e o juíz assinalou pênalti a favor do Verdão. Scarpa converteu e empatou  o jogo na Ressacada! Leão da Ilha 1×1 Porco!

Voltamos mais focados para o segundo tempo e o jogo fluiu um pouco melhor, mas ainda longe da qualidade que o Verdão costuma apresentar. Aos 5 minutos tivemos uma boa oportunidade com o Wesley finalizando de primeira e quase marcando!

Tentando melhorar o nosso ataque e a construção de jogadas, aos 14 minutos o Professor Abel Ferreira fez as nossas primeiras substituições, com Rony e Raphael Veiga entrando em substituição a Breno Lopes e Scarpa. A mudança deu um pouco mais de dinamismo pro time e já no minuto seguinte Veiga arriscou de longe e mandou a bola pra fora!

Pouco depois Navarro desperdiçou excelente oportunidade ao vencer disputa com o zagueiro e finalizar mandando a bola pra fora. O time passou a atacar mais e com mais qualidade e aos 20 minutos Wesley fez jogada pela esquerda e tocou para o Rony finalizar e marcar o gol da virada na Ressacada! Leão da Ilha 1×2 Porco!

Depois do gol da virada, aos 24 minutos o Professor fez nova substituição com o Dudu entrando em substituição ao Wesley. Esta substituição mostrou que o Porco continuaria ofensivo mesmo estando agora na frente no placar. E mostrou também que o Professor está dando todas as chances possíveis para que o Navarro possa mostrar um bom futebol em campo, o que claramente não está acontecendo.

Com ambos os times mantendo-se ofensivos, as jogadas passaram a ocorrer lá e cá e aos 28 minutos o Avaí chegou novamente ao nosso gol igualando o placar em Floripa. Leão da Ilha 2×2 Porco.

Continuamos tentando jugadas no ataque, agora buscando o desempate e aos 33 minutos tivemos boa oportunidade num cruzamento de Veiga para Luan na área, que desviou de cabeça e mandou a bola pra fora.

A busca pelo desempate continuou e aos 37 minutos o Professor fez as nossas últimas substituições com o Atuesta e o Gabriel Veron entrando em substituição a Gabriel Menino e Rafael Navarro.

Apesar de estarmos com nosso ataque titular, não conseguimos desempatar a partida e após cinco minutos de acréscimos a partida terminou na Ressacada. Placar final: Avaí 2×2 Palmeiras.

Como previsto, foi um jogo contra um adversário chato e que se manteve ofensivo, fazendo com que o nosso time mesclado trabalhasse bastante. Infelizmente no primeiro tempo o time mostrou um pouco de falta de entrosamento mas o fator principal para um primeiro tempo ruim foram as falhas individuais. Nosso ataque não apresentou a ofensividade necessária e falhou bastante nas finalizações. Navarro teve todas as oportunidades para mostrar serviço e decepcionou mais uma vez. Certamente ele perderá espaço no time com a chegada dos novos reforços já que não é aceitável um centroavante que não consegue fazer um gol mesmo estando com todas as oportunidades para isso.

Breno Lopes fez algumas jogadas bizarras, mostrou desatenção em alguns momentos e na média foi regular. Já não posso dizer o mesmo do Jorge, que parece jogar com o freio de mão puxado, sendo lento, tendo dificuldade de correr e perdendo todas as disputas.

Não foi um jogo de todo ruim, porém poderíamos ter rendido mais em campo. E eu penso que os reservas quando entram em campo deveriam entrar com sangue nos olhos, buscando mostrar serviço e tentando garantir o seu espaço num time competitivo como o nosso. Porém, o jogo mostrou comodismo dos nossos reservas.

Perdemos a chance de conquistar dois pontos e abrir uma boa vantagem no topo da tabela do Brasileirão mas ainda estamos na liderança e graças aos resultados dos nossos adversários mantemos três pontos de vantagem em relação ao segundo colocado.

Agora é virar a chave e focar no próximo desafio, que é o jogo de ida das quartas de final da Libertadores contra o Cerro Porteño, na próxima quarta-feira 29/06 em Assunção, Paraguai.

Até lá e #AvantiPalestra

 

*Sander Souza é editor do Vida Destra Esportes.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd, no Canal do Telegram: https://t.me/EsportesVD e venham participar também do nosso grupo de debates de esportes: https://t.me/BotecoVDE

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Sander Souza
Sigam me
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments