Por Sander Souza

Twitter: @srsjoejp Instagram: @sander_r_s

 

Fortaleza x Palmeiras – Brasileirão 2022

16ª Rodada

 

Pré Jogo

Quando surge, galera palestrina!

Após a nossa classificação para as quartas de final da Libertadores, o Palmeiras virou novamente a chave e volta as suas atenções ao Campeonato Brasileiro. Hoje o Palmeiras está na capital cearense para enfrentar o Fortaleza, em partida válida pela 16ª rodada da competição.

Vindo da vitória por 5×0 sobre o Cerro Porteño na partida de volta das oitavas de final da Libertadores, realizada na última quarta-feira (6) no Allianz Parque, o Verdão entra em campo para enfrentar o lanterna da tabela e defender a sua liderança no Brasileirão.

Superior no retrospecto geral (incluindo as vitórias por 3 a 1 e 8 a 2 nas finais da Taça Brasil de 1960, que renderam o primeiro título brasileiro da história do clube), o Palmeiras pode igualar o retrospecto em jogos com mando do Fortaleza. Atualmente, o Verdão soma nove jogos como visitante contra o Tricolor, com duas vitórias, quatro empates, três derrotas, dez gols marcados e 11 gols sofridos.

Preparação

Após a vitória de quarta-feira (6) sobre o Cerro Porteño, nosso elenco descansou na quinta-feira (7) e se reapresentou na Academia de Futebol na manhã da sexta-feira (8) para dar início à sua preparação para o confronto de hoje.

Como sempre é feito, os titulares que atuaram por mais de um tempo na partida contra o Cerro Porteño fizeram atividades regenerativas na parte interna do Centro de Excelência. O restante, contando com os jogadores que entraram no decorrer do confronto, realizou atividades técnicas no campo 2 com objetivos pré-definidos. O meio-campista Jailson e o atacante Gabriel Veron cumpriram cronograma específico com o Núcleo de Saúde e Performance, assim como o atacante Rafael Navarro, que lesionou a coxa direita ainda no primeiro tempo contra o Cerro Porteño.

Os jogadores Miguel Merentiel e Flaco López (D), da SE Palmeiras, durante treinamento na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

A preparação do Verdão prosseguiu na manhã deste sábado (9) na Academia de Futebol. Após ativação muscular na sala de musculação do Centro de Excelência e aquecimento no gramado, os jogadores, divididos por posições, aprimoraram conceitos técnicos e táticos como transições ofensivas, construções de jogadas, posicionamentos, viradas de bola, entre outras coisas. Na parte final, os atletas colocaram em prática um descontraído recreativo. O meio-campista Jailson e os atacantes Gabriel Veron e Rafael Navarro cumpriram cronograma com o Núcleo de Saúde e Performance.

Após a atividade, o elenco alviverde almoçou no refeitório e na sequência iria embarcar para a capital cearense.

Os jogadores Dudu, Murilo e Jhonatan (E/D), da SE Palmeiras, durante treinamento na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

Escalação

Pendurados: Piquerez, Marcos Rocha, Abel Ferreira (treinador), João Martins (auxiliar técnico) e Vitor Castanheira (auxiliar técnico)
Suspenso: Gabriel Menino (cartão vermelho)
Outros desfalques: Gustavo Gómez (preservado), Rafael Navarro (lesão na coxa direita), Gabriel Veron (corte no pé direito) e Jailson (lesão no joelho direito)

Havia muita controvérsia em relação à escalação para esta partida, pois dois pontos importantes pesavam na balança: a manutenção da liderança no Brasileirão e a partida de volta contra os Trikas pelas oitavas de final da Copa do Brasil na próxima quinta-feira (14).

Por isso muitos queriam que o Palmeiras entrasse em campo com forla máxima, enquanto outros queriam que os principais titulares fossem poupados para a partida de quinta.

Do elenco principal apenas Gustavo Gómez, nosso capitão, foi poupado e não viajou para Fortaleza. Desta forma o Palmeiras entrará em campo com esta possível escalação: Weverton fechando o nosso gol; Marcos Rocha na lateral direita e Piquerez na lateral esquerda; Murilo e Luan na zaga; Zé Rafael, Danilo, Gustavo Scarpa e Raphael Veiga no meio-campo; Dudu e Rony no ataque. Time organizado num provável esquema tático inicial 4-2-4-2.

*Pré-jogo concluído em 10/07/2022 às 01:30.

Escalação confirmada em 10/07/2022 às 17:00: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Gustavo Scarpa; Dudu, Wesley e Rony. Ao contrário do que eu imaginava, o Professor Abel Ferreira poupou também Raphael Veiga, que ficou no banco, e incluiu Wesley na nossa linha de ataque, o que fez com que o esquema tático inicial provavelmente fosse o 4-3-3.

Não deve ser uma partida fácil, já que o Fortaleza, que é o lanterna do Brasileiro e foi eliminado da Libertadores recentemente, deverá entrar em campo com sangue nos olhos e deverá jogar a partida da sua vida, como jogam todos os times que enfrentam o Verdão!

O Jogo

Como previsto, o Leão do Pici entrou em campo com a faca nos dentes e foi pra cima do Verdão. E já aos 2 minutos, Romarinho foi acionado no canto esquerdo, cortou para o meio e rolou para Zé Welison, que dominou com liberdade e finalizou no canto direito do gol do Weverton, abrindo o placar no Castelão. Felizmente o VAR detectou um toque de mão de Matheus Vargas na origem da jogada e o gol foi anulado.

Aos 12 minutos, Danilo fez boa tabela com o Rony, que devolveu no meio da área mas a zaga fez o corte e foi marcado impedimento. Pouco depois Marcos Rocha cruzou na área e a defesa do Leão mandou a bola para escanteio. Na cobrança Scarpa levantou a bola no primeiro pau e a defesa conseguiu afastar de cabeça!

O Fortaleza jogava melhor, conseguindo desarmar e roubar bolas com facilidade, enquanto alguns dos nossos jogadores pareciam pesados e lentos em campo, facilitando o trabalho dos adversários. Aos 24 minutos, boa oportunidade em jogada individual de Piquerez, que arrancou em velocidade e cruzou rasteiro mas a zaga fez o corte!

Aos 29 minutos, Scarpa fez lançamento longo para Dudu mas Fernando Miguel consegue chegar primeiro na bola. Pouco depois, em bola alçada na área, Wesley desvia para o meio e a defesa conseguiu afastar!

Num jogo lá e cá, aos 37 minutos Weverton fez duas lindas defesas após contra-ataque Tricolor! Três minutos depois boa oportunidade com bola levantada na área pelo Scarpa, com o Wesley finalizando de cabeça mas mandando a bola pra fora!

Após 5 minutos de acréscimos o primeiro tempo terminou no Castelão! Placar parcial: Fortaleza 0x0 Palmeiras.

Após um primeiro tempo abaixo da média e com muitos erros individuais, voltamos para a segunda etapa sem alterações no time. Nossos jogadores aparentavam uma leve melhora no futebol apresentado, mas inda faltava eficiência nas finalizações.

Aos 7 minutos tivemos uma excelente oportunidade para abrir o placar, em cobrança de escanteio com o Scarpa colocando a bola na área com precisão para o Zé Rafael desviar de cabeça mas com o Fernando Miguel fazendo a defesa!

Apenas dois minutos depois, em jogada do ataque Tricolor Pikachu ficou cara a cara com o Weverton, que fez uma defesaça e impediu o gol do Leão! O Verdão tentava pressionar e aos 17 minutos Wesley recebeu na área e bateu firme e o goleiro conseguiu espalmar!

Aos 19 minutos o Professor Abel Ferreira fez as nossas primeiras substituições, com Raphael Veiga e Breno Lopes entrando em substituição a Dudu e Wesley. O Porco seguiu pressionando e buscando abrir o placar e aos 32 minutos Rony deu ótimo passe para Breno Lopes na entrada da área, que carregou e finalizou para nova defesa de Fernando Miguel!

Logo em seguida o Professor fez novas substituições, com Atuesta e Gabriel Silva entrando em substituição a Zé Rafael e Rony. O jogo seguiu com ambas as equipes tentando chegar ao gol adversário, sem sucesso. Aos 44 minutos ocorreu um apagão no Castelão e a partida foi interrompida.

Após aproximadamente 20 minutos de paralisação, a arbitragem foi informada da gravidade do problema com a iluminação e então o juiz Wilton Pereira Machado decidiu encerrar a partida. Placar final no Castelão: Fortaleza 0x0 Palmeiras.

Com este empate o Verdão chegou aos 30 pontos, se mantendo na liderança da competição mas com o segundo colocado apenas 1 ponto atrás. Qualquer vacilo daqui pra frente resultará na perda da liderança. E já tivemos muitos vacilos e perdemos pontos bobos que não poderiam ser perdidos.

Danilo segue apagado em campo, Wesley até que tentou várias finalizações mas falhou em várias. Luan perdeu pelo menos três bolas que nos deram trabalho na defesa. No geral nosso elenco jogou de forma regular e é isto o que preocupa, já que o time que entrou em campo hoje é praticamente a nossa força máxima. Se com força máxima não conseguimos vencer o lanterna do campeonato, não é difícil concluir que algo não vai bem.

Temos o problema do calendário e as dificuldades que as Copas estão nos trazendo, já que ao avançarmos nas competições os adversários a serem enfrentados tendem a serem mais difíceis, diferente do que acontece com o Brasileiro. Um dos nossos grandes problemas, e que já apontei em artigos para esta coluna, é o nosso elenco curto e a falta de reforços. Mesmo que López e Merentiel deem bons frutos em campo, não são suficientes para suprir as nossas carências de elenco.

Como torcedores só podemos cornetar e criticar o que consideramos errado e torcer pelo melhor para o nosso Palmeiras. Bora virar a chave novamente e nos concentrar na próxima partida contra os Trikas pelas oitavas da Copa do Brasil, na próxima quinta-feira (14) no Allianz Parque.

Até lá e #AvantiPalestra

 

*Sander Souza é editor do Vida Destra Esportes.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd, no Canal do Telegram: https://t.me/EsportesVD e venham participar também do nosso grupo de debates de esportes: https://t.me/BotecoVDE

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Sander Souza
Sigam me
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments