Por Sander Souza

Twitter: @srsjoejp Instagram: @sander_r_s

 

Palmeiras x Goiás – Brasileirão 2022

21ª Rodada

 

Pré Jogo

Quando surge, amigos palestrinos!

É hora de virar a chave mais uma vez e voltar as nossas atenções novamente ao Campeonato Brasileiro. Hoje receberemos no Allianz Parque a equipe do Goiás (13º colocado) para partida válida pela 21ª rodada da competição. Vindo do empate heroico em 2×2 com o Atlético-MG na partida de ida das quartas de final da Libertadores, realizada na última quarta-feira (3) no Mineirão, em Belo Horizonte, o Palmeiras entra em campo com a oportunidade para abrir larga vantagem em relação aos demais times.

Atualmente com 42 pontos, se conquistar a vitória hoje irá a 45 pontos, ficando assim 6 pontos à frente do segundo colocado, Corinthians, que já jogou nesta rodada e está com 39 pontos. É a oportunidade para dispararmos e criarmos gordura pensando nos confrontos difíceis que travaremos em breve, sendo o próprio Corinthians um dos times que enfrentaremos. Há, porém, a preocupação em poupar o time para o jogo de volta das quartas de final da Libertadores, que ocorrerá no Allianz Parque na próxima quarta-feira (10).

Nosso retrospecto em relação ao Goiás é positivo. Adversários desde 1973, o Palmeiras venceu mais da metade das partidas disputadas contra o Goiás em toda a história. No total, são 53 jogos, com 27 vitórias, 11 empates, 15 derrotas, 81 gols marcados e 62 gols sofridos. Atuando como mandante pelo Campeonato Brasileiro, são 23 jogos e o Verdão está a apenas mais um gol de completar 50 bolas na rede contra o adversário.

Preparação

Após ter folgado na quinta-feira (04), o Palmeiras começou na manhã desta sexta (05), na Academia de Futebol, a preparação para o confronto com o Goiás. Recuperado de lesão na coxa esquerda, o atacante Rony completou a transição física e treinou integralmente com os companheiros no gramado. O camisa 10 sentiu contra o Fortaleza, no dia 10 de julho, e foi desfalque contra São Paulo, Cuiabá, América-MG, Internacional, Ceará e Atlético-MG. Ele é o artilheiro do time na atual temporada, com 18 gols, e no Campeonato Brasileiro, com oito bolas na rede.

Rony trabalhou junto dos atletas que atuaram pouco ou não jogaram no empate por 2 a 2 com o Atlético-MG, na última quarta (03), pela Libertadores. As atividades foram técnicas com ênfases em posse de bola e objetivos específicos. Na parte final, os defensores aprimoraram rebatidas e posicionamentos, ao passo que os atacantes e meias aperfeiçoaram finalizações e jogadas ensaiadas. Os titulares do último duelo fizeram recovery na parte interna do Centro de Excelência.

O meio-campista Raphael Veiga, que sofreu uma pancada nas costas no último jogo, passou por exames e não teve diagnosticada fratura no local – o camisa 23 seguirá sendo monitorado diariamente pelo Núcleo de Saúde e Performance. Atleta do Sub-20 e que em julho assinou o seu primeiro contrato profissional com o Palmeiras, o atacante Endrick também completou o período de transição física nesta sexta e trabalhou no campo assim como as demais Crias da Academia que servem de apoio ao treino do elenco profissional.

O jogador Rony, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

O elenco do Verdão deu prosseguimento à preparação na manhã do sábado (6) na Academia de Futebol. Após ser substituído do jogo de quarta (03), contra o Atlético-MG, pela Libertadores, devido a uma pancada nas costas, o meio-campista Raphael Veiga treinou em tempo integral com os companheiros.

No campo, a comissão técnica de Abel Ferreira comandou trabalhos técnicos e táticos com ênfases específicas como marcações, posicionamentos, transições etc. Na parte final, houve aprimoramento de cruzamentos e finalizações.

O jogador Raphael Veiga, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

Escalação

Pendurados: Gabriel Menino, Rony, Abel Ferreira (treinador), Vitor Castanheira (auxiliar técnico) e João Martins (auxiliar técnico)
Suspensos: Murilo, Piquerez e Marcos Rocha (todos pelo terceiro cartão amarelo)
Outros desfalques: Jailson (lesão no joelho direito)

Para esta partida mais uma vez a torcida se encontra dividida entre aqueles que querem que o Verdão vá a campo com força máxima (o que seria o máximo possível de titulares, já que temos os desfalques de Marcos Rocha, Murilo e Piquerez); entre os que esperam a atuação de um time misto, o que a meu ver é o mais provável; e os que querem um time todo composto por jogadores reservas.

Como já expliquei, a grande preocupação é com o jogo decisivo de volta das quartas de final da Libertadores contra o Atlético-MG na próxima quarta-feira (10), que exigirá muito do nosso elenco, já que o resultado do jogo de ida deixou tudo em aberto, com chances iguais para o Galo e o Porco.

Desta forma o Professor Abel Ferreira montou o seguinte time para a partida de hoje: Weverton, fechando o nosso gol; Mayke na lateral direita e Vanderlan na lateral esquerda; Luan e Gustavo Gómez na zaga; Gabriel Menino, Raphael Veiga e Zé Rafael no meio-campo; Wesley, Rafael Navarro e Dudu na linha de ataque. Time organizado no esquema tático inicial 4-2-3-1.

O time tem condições de vencer, embora o Goiás seja um time bem chato e já nos deu trabalho no primeiro turno, quando conseguimos arrancar um empate na última jogada da partida. Não deverá ser um jogo fácil mas temos chance de vencer!

O Jogo

Aproveitando o fato de jogar em casa, com lotação máxima, incluindo até a presença do presidente Jair Bolsonaro, o Verdão iniciou a partida já botando muita pressão sobre o alviverde goiano. Já no primeiro minuto Mayke avançou em velocidade e cruzou na área, com o Navarro desviando e mandando em cima da defesa, que mandou a bola pra fora dando um escanteio pro Verdão. Na cobrança Veiga cruzou na área e Gómez desviou de cabeça com a bola indo pra fora!

Aos 8 minutos boa oportunidade com o Dudu levantando a bola na área e o Wesley escorando de cabeça para o meio mas a defesa cortou antes da chegada de Navarro. Apenas dois minutos depois Mayke cruzou da linha de fundo e a defesa afastou mais uma vez antes do cabeceio de Navarro.

Mantendo a pressão, na sequência Vanderlan manda uma bola venenosa para Navarro, que finaliza de cabeça muito longe do gol. Ainda na pressão, apenas um minuto depois Vanderlan cruzou rasteiro na área, Wesley chutou mascado e a bola desviou em Veiga, obrigando o goleiro Tadeu a fazer uma bela defesa para evitar o nosso primeiro gol.

Aos 13 minutos jogada de ataque do esmeraldino com desvio de cabeça no ângulo de Weverton, que foi buscar evitando o gol adversário em uma baita defesa!!

Aos 19 minutos Dudu disparou em velocidade pela esquerda e cruzou rasteiro na linha da grande área, Mayke vindo do lado oposto recebeu e chutou de primeira, mandando uma bomba no ângulo direito do gol de Tadeu, que nada pôde fazer para evitar o gol palestrino! Placar aberto no Allianz Parque! Porco 1×0 Esmeraldino!

O Verdão seguiu na pressão, claramente buscando finalizar o jogo ainda no primeiro tempo. O time goiano tinha poucas oportunidades, que logo eram cortadas pela defesa palmeirense.

Aos 32 minutos nova oportunidade com o Vanderlan cruzando na entrada da área e Veiga furando! Na sequência Wesley chegou na bola e finalizou mas mandou a bola muito longe do gol!

Impressionante como o Wesley está jogando mal. Está tão mal que até ofuscou a ruindade do Navarro!

Aos 46 minutos Wesley cruzou da direita e a bola bateu no braço de Caetano dentro da área. Após checagem pelo VAR o árbitro marcou pênalti a favor do Verdão. Veiga foi para a cobrança com a torcida gritando o seu nome. Veiga chutou no meio do gol com o goleiro Tadeu pulando no canto direito, não conseguindo fazer a defesa! Fim da zica do Veiga e placar ampliado no Allianz Parque! Porco 2×0 Esmeraldino!

Após 8 minutos de acréscimos terminou o primeiro tempo no Allianz Parque! Placar parcial: Palmeiras 2×0 Goiás.

O Palmeiras teve pleno domínio da partida durante o primeiro tempo. Teve maior posse de bola (62%), o que resultou em mais oportunidades ofensivas e mais finalizações (8 a 4). O Goiás não ofereceu grande perigo para o Palmeiras no primeiro tempo.

Voltamos para a segunda etapa com as seguintes substituições: Danilo, Rony e Gustavo Scarpa entrando em substituição a Zé Rafael, Dudu e Veiga. É raro o Professor Abel Ferreira fazer substituições assim durante o intervalo, mas achei uma boa ideia pois permitiu que os jogadores possam descansar sem que o ritmo do jogo seja afetado!

Aos três minutos boa oportunidade com Scarpa levantando a bola na área e Navarro desviando no meio com Tadeu defendendo e mandando a bola para escanteio.

A pressão do Verdão permaneceu no início da segunda etapa, com o Porco pressionando a saída de bola do Esmeraldino. Aos 16 minutos o Professor fez nova substituição com o Flaco López entrando em substituição ao Rafael Navarro.

Aos 26 minutos Scarpa puxou contra-ataque deixando Wesley cara a cara com Tadeu, mas a finalização saiu pela linha de fundo. Aos 31 minutos o Professor fez a nossa última substituição, com o Atuesta entrando em substituição a Gabriel Menino.

Aos 36 minutos Atuesta recebeu bola de Danilo próximo da entrada da área, finge que vai passar mas acaba mandando um foguete no ângulo direito do gol de Tadeu, que chega a tocar a bola mas não consegue impedir mais um gol do Porco! Primeiro gol de Atuesta com o nosso manto! Placar ampliado no Allianz Parque! Porco 3×0 Esmeraldino!

Com o Allianz Parque todo cantando, após 4 minutos de acréscimos terminou a partida, com mais três pontos conquistados e o Verdão mais líder do que nunca! Placar final: Palmeiras 3×0 Goiás.

Confirmamos nossa liderança, com 45 pontos, e abrimos 6 pontos de vantagem sobre o segundo colocado na tabela do Brasileirão. Isto nos deixa em boas condições para enfrentar a série de jogos difíceis que virão logo após o confronto decisivo contra o Galo.

Além de ter sido marcada pelo pleno domínio do Palmeiras, esta partida também ficou marcada pelo fim da zika do Veiga, que marcou um gol de pênalti, e o primeiro gol de Atuesta com a camisa palmeirense!

Foi um belo jogo, com o Abel sabendo fazer o rodízio do elenco, com as nossas substituições não afetando de forma significativa o ritmo do nosso elenco, que manteve a mesma pressão praticamente toda a partida, sem dar grandes chances ao Esmeraldino.

Os desfalques não influenciaram o desempenho do time e a atuação de Gabriel Menino foi destaque na partida, assim como Mayke. Vanderlan também atuou muito bem. Destaque negativo para Wesley, que perdeu inúmeras oportunidades de gol, pecando em praticamente todas as finalizações que fez.

Bora aproveitar o restinho de domingo para abrir aquela Heineken esperta e comemorar mais uma linda vitória do Verdão!

Como já mencionei o nosso próximo compromisso será na quarta-feira (10) contra o Atlético-MG, na partida de volta das quartas de final da Libertadores, que será no Allianz Parque.

Até lá e #AvantiPalestra

 

*Sander Souza é editor do Vida Destra Esportes.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd, no Canal do Telegram: https://t.me/EsportesVD e venham participar também do nosso grupo de debates de esportes: https://t.me/BotecoVDE

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Sander Souza
Sigam me
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments