Por Sander Souza

Twitter: @srsjoejp Instagram: @sander_r_s

 

Palmeiras x Atlético-MG – Libertadores 2022

Quartas de final – Jogo de Volta

 

Pré-Jogo

Quando surge, galera alviverde!

Viramos novamente a chave e hoje todo o nosso foco estará na Libertadores. Receberemos no Allianz Parque a equipe do Atlético-MG para o jogo de volta das quartas de final da Libertadores, que definirá quem avançará à semifinal da competição continental.

Vindo da vitória por 3×0 sobre a equipe do Goiás em partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras vem embalado e conta com a vantagem de jogar em casa com o apoio da torcida para disputar uma partida onde ambos os times têm chances iguais de classificação por conta do empate em 2×2 no jogo de ida. No jogo de hoje um novo empate, com ou sem gols, levará a decisão para os pênaltis.

O Palmeiras venceu quatro dos cinco confrontos eliminatórios com o Atlético-MG ao longo da história: levou a melhor nas oitavas da Copa do Brasil de 1996, na semifinal da Copa Mercosul de 2000, nas quartas da Copa Sul-Americana de 2010 e na semifinal da Libertadores de 2021; só foi superado nas oitavas da Copa do Brasil de 2014.

Preparação

O Palmeiras se reapresentou na Academia de Futebol na manhã de segunda-feira (8) e deu início à sua preparação para o confronto de hoje. Como é praxe na preparação, os titulares que atuaram por mais de 45 minutos na partida contra o Goiás no domingo (7) fizeram trabalhos regenerativos na parte interna do Centro de Excelência.

Quem permaneceu na partida por até 45 minutos realizou atividades físicas em separado no gramado. Os demais jogadores foram submetidos a trabalhos técnicos e táticos sob o comando da comissão do Professor Abel Ferreira.

Na primeira atividade, os atletas fizeram um treino posicional de transição, balanço e construção de jogadas, entre outros aspectos. Em seguida, divididos em equipes e com a presença de jovens do grupo de apoio do Sub-20, trabalharam enfrentamentos em campo reduzido. Para fechar, os atacantes praticaram finalizações.

Os atletas da SE Palmeiras, durante treinamento na Academia de Futebol, em São Paulo-SP. (Foto: Fabio Menotti)

O Palmeiras treinou na manhã desta terça-feira (09), na Academia de Futebol, e seguiu a preparação para enfrentar o Atlético-MG. O elenco realizou atividades técnicas, táticas e recreativas.

A comissão portuguesa orientou inicialmente jogadas de linha de fundo com cruzamentos e finalizações. Em seguida, com dois times em campo, o comandante Abel Ferreira trabalhou as movimentações específicas para o confronto decisivo. Os jogadores ainda disputaram o tradicional recreativo e, na sequência, praticaram cobranças de pênalti.

O técnico Abel Ferreira, da SE Palmeiras, conversa com o elenco, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

Escalação

Como ambos os times possuem chances iguais nesta partida, é esperado que o Palmeiras entre em campo com força máxima e proponha o jogo, ou até mesmo imponha aquele jogo intenso no primeiro tempo, com o objetivo de ser o primeiro a fazer gol fazendo com que os mineiros tenham que sair mais para o ataque, dando chances de contra-ataques para o Verdão.

O Professor Abel Ferreira pode mandar a campo a seguinte equipe: Weverton fechando o nosso gol; Marcos Rocha na lateral direita e Piquerez na lateral esquerda. Murilo e Gustavo Gómez na zaga; Danilo, Raphael Veiga e Zé Rafael no meio-campo; Dudu, Rony e Gustavo Scarpa na linha de frente.

*Pré-Jogo concluído em 10/08/2022 às 15:00.

*Escalação confirmada às 20:25

O Palmeiras vai a campo com Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Zé Rafael, Raphael Veiga, Danilo; Gustavo Scarpa, Rony e Dudu. Formação tática 4-2-3-1. Time com plenas condições de enfrentar o Galo e vencer, num jogo que deverá ser muito disputado.

O Jogo

A partida iniciou com os times se estudando e nos minutos iniciais o Galo estava mais solto em campo. Nossa primeira chegada no ataque ocorreu aos 6 minutos com o Piquerez recebendo na área e finalizando, com a bola saindo pela linha de fundo.

Aos 8 minutos boa oportunidade em um lançamento rasteiro na área com a bola passando pelo Rony e Veiga quase chegando nela pra finalizar. Aos 11 minutos, nova oportunidade em cobrança de lateral, com Marcos Rocha mandando direto na área e Gómez subindo e cabeceando pra fora.  Poucos minutos depois, aos 14 minutos, Scarpa recebeu e dominou na entrada da área, puxou para a perna esquerda e finalizou pra fora!

Aos 23 minutos Zé Rafael sofreu falta na entrada da área e na cobrança Scarpa tentou um chute direto pro gol mas a bola bateu na barreira. Atingido no rosto pela bola no forte chute de Scarpa, Keno precisou receber atendimento.

Aos 28 minutos Danilo cometeu falta em Zaracho e após análise do VAR o jogador palmeirense recebeu cartão vermelho e saiu de campo. Seguimos com um jogador a menos em campo e o Professor Abel Ferreira deu orientações aos jogadores e mudou o esquema tático.

Jogar com um homem a mais não significou vantagem para o Galo no primeiro tempo. Aos 35 minutos Scarpa cobrou falta na área, Gómez subiu para cabecear e numa dividida com o goleiro Everson acabou no chão. O juiz marcou impedimento e houve falha evidente por não ter sido consultado o VAR para confirmar o impedimento e marcar o pênalti a favor do Verdão.

Mesmo desfalcado, o Porco se projetou no campo de ataque, jogando no mesmo nível do rival mineiro. Aos 43 minutos Scarpa cobrou falta da intermediária com um chute direto, que passou longe do gol mineiro. Após 2 minutos de acréscimos terminou o primeiro tempo no Allianz Parque. Placar parcial: Palmeiras 0x0 Atlético-MG.

Apesar do desfalque, o Palmeiras conseguiu manter um jogo de igual pra igual. Mesmo com a vantagem numérica o Galo não conseguiu converter esta vantagem em oportunidades no ataque.

Voltamos para a segunda etapa sem alterações no time. Aos 5 minutos Rony recebeu lançamento na área, dominou mas não conseguiu concluir! Aos 10 minutos nova oportunidade com o Zé Rafael aproveitando sobra de bola na área e tentando a finalização mas a bola saiu pela linha de fundo.

O jogo seguiu com o Verdão tentando criar jogadas em quantidade superior às tentativas do Galo. Aos 31 minutos Scarpa cobrou falta no setor esquerdo de ataque e a bola passou com muito perigo por toda a grande área sem que ninguém chegasse nela!

Aos 37 minutos, num lance bizarro, Scarpa foi expulso de campo. Ficamos com dois jogadores a menos. O Atlético-MG fez diversas entradas graves e em muitas delas não foram sequer marcadas faltas.

Aos 43 minutos o Professor Abel Ferreira fez as nossas primeiras substituições com Mayke e Luan entrando em substituição a Marcos Rocha e Dudu.

Aos 50 minutos o jogador Vargas, do Galo, foi expulso. Após 5 minutos de acréscimos, terminou o segundo tempo no Allianz Parque e a decisão da vaga para as semifinais foi para os pênaltis.

Juro que eu passei o jogo todo implorando por um golzinho pra não irmos para os pênaltis. Mas a Divina Providência quis que as coisas acontecessem de forma bem diferente daquilo que eu imaginei. Aliás, creio que nenhum palmeirense imaginou que aconteceria tudo o que ocorreu hoje!

A cobrança de pênaltis começou com o Atlético-MG: Hulk, Nacho, Jair, Sacha e Junior Alonso converteram os cinco primeiros gols.

Pelo Palmeiras bateram: Veiga, Gómez, Zé Rafael, Piquerez e Rony, que também converteram os primeiros cinco gols.

A partir desse ponto, seriam cobranças alternadas, com todos torcendo para o adversário errar. Rubens cobrou pelo Galo e Weverton defendeu! A classificação estava nas mãos (ou melhor, nos pés) do próximo jogador palmeirense a fazer a cobrança. Sob muita pressão e com uma baita responsabilidade sobre si Murilo foi para a cobrança e converteu, colocando o Palmeiras nas semifinais da Libertadores mais uma vez!

Vamos pra cima porco

Hoje eu vim te apoiar

Sair vencedor

Lutem sem parar!

Precisei fazer uma pausa na escrita desta resenha e creio que todos podem compreender o porquê!

Que jogo, meus amigos! Que jogo! Foi uma vitória heroica, épica, protagonizada por guerreiros com uma frieza e uma casca de fazer inveja!

O Palmeiras mostrou mais uma vez porque é o maior campeão do Brasil e hoje é o grande  protagonista do futebol sul-americano. São 18 jogos de invencibilidade pela Libertadores, dez classificações consecutivas em mata-mata no torneio continental! E a vitória de hoje veio da forma mais difícil, jogando com dois jogadores a menos e nos pênaltis, dando ao nosso paredão Weverton o reconhecimento merecido e jogando por terra o temor palmeirense pela decisão por pênaltis! Todos os nossos jogadores converteram e foram belas cobranças, muito bem batidas! Mostraram que foram fruto de muito treino e dedicação!

Agora é acalmar o coração e tentar ter uma boa noite de sono, pois amanhã é outro dia e já teremos que virar novamente a chave e focar no próximo compromisso, que será o Dérbi no próximo sábado (13), quando enfrentaremos o nosso arquirrival Corinthians na NeoQuímica Arena, em partida válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Até lá e #AvantiPalestra

 

*Sander Souza é editor do Vida Destra Esportes.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd, no Canal do Telegram: https://t.me/EsportesVD e venham participar também do nosso grupo de debates de esportes: https://t.me/BotecoVDE

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Sander Souza
Sigam me
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments