Por Sander Souza

Twitter: @srsjoejp Instagram: @sander_r_s

 

Fluminense x Palmeiras – Brasileirão 2022

24ª Rodada

 

Pré-Jogo

Quando surge, galera palestrina!

Após as comemorações do 108º aniversário da Sociedade Esportiva Palmeiras de ontem (26), hoje nos preparamos para ampliar, ou pelo menos manter, a nossa vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro. Líder isolado com 49 pontos, o Verdão está a 8 pontos do vice-líder Fluminense, justamente o nosso adversário de hoje na partida que será realizada no Maracanã e válida pela 24ª rodada do Brasileirão.

Vindo do empate com o Flamengo, então vice-líder, em 1×1 na partida realizada no último domingo (21) no Allianz Parque, pela 23ª  rodada do Brasileirão, o Palmeiras teve a sua segunda semana livre para se dedicar à recuperação dos jogadores e treinos preparatórios.

O Palmeiras tem retrospecto extremamente favorável contra o Fluminense ao longo da história (no total, são 116 jogos, 62 vitórias, 18 empates, 36 derrotas, 199 gols marcados e 157 gols sofridos). Portanto, falta apenas uma bola na rede para alcançar o 200º gol diante do rival carioca.

-Primeiro jogo entre as equipes: 30/05/1926 – Palestra Italia 3×2 Fluminense (gols de Ebraico, contra, Amílcar Barbuy e Melle) – Estádio Palestra Italia (em São Paulo-SP) – Taça Fiat.
– Último jogo: 08/05/2022 – Palmeiras 1×1 Fluminense (gol de Dudu) – Allianz Parque (São Paulo-SP) – Campeonato Brasileiro.

Preparação

Após o confronto com o Flamengo no domingo (21), a equipe alviverde descansou na segunda-feira (22) e se reapresentou na Academia de Futebol na manhã da terça-feira (23) para dar inicio à sua preparação para o confronto de hoje. Os titulares diante do rival carioca fizeram atividades regenerativas no Centro de Excelência, enquanto o restante do elenco foi a campo e participou de atividades técnicas com objetivos específicos estabelecidos pela comissão do Professor Abel Ferreira.

O jogador Joaquín Piquerez, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

A preparação prosseguiu na manhã da quarta-feira (24) na Academia de Futebol. No campo, a comissão técnica comandou atividades técnicas e aplicou também alguns conceitos táticos. Já na quinta-feira (25) a comissão técnica do Professor Abel Ferreira comandou uma hora e meia de atividades técnicas e táticas.

Os jogadores Wesley e Mayke (D), da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

O Verdão encerrou a sua preparação na manhã de sexta-feira (26) na Academia de Futebol. A comissão técnica comandou uma atividade técnica e, na sequência, aprimorou conceitos táticos com o provável time titular. Foram ensaiadas marcações, jogadas específicas e posicionamentos, entre outros aspectos. Após participar das festividades do 108º aniversário do Verdão, o elenco alviverde embarcou para o Rio de Janeiro.

O goleiro Vinicius e os jogadores Dudu, Danilo e Vanderlan (E/D), da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

Escalação

Pendurados: Gustavo Gómez, Gabriel Menino, Rony, José López, Abel Ferreira (treinador), Vítor Castanheira (auxiliar técnico) e João Martins (auxiliar técnico).
Suspensos: não há.
Desfalques: Jailson (lesão no joelho direito).

O Professor Abel Ferreira tem todo o elenco à sua disposição, com a exceção apenas de Jailson, que se recupera de uma cirurgia no joelho e não deve voltar a atuar nesta temporada. Desta forma é esperado que o Professor monte um time com força máxima para este confronto, até como forma de ajudar os jogadores a manter o ritmo de jogo visando o confronto contra o Athletico-PR, pela semifinal da Libertadores, na próxima terça-feira (30) em Curitiba. Lembrando que Gustavo Scarpa e Danilo não jogam contra o Furacão por estarem suspensos.

O provável time titular do Palmeiras para a partida contra o Fluminense deverá ser: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Raphael Veiga, Gustavo Scarpa e Zé Rafael; Rony e Dudu.

*Pré-jogo concluído em 27/08/2022 às 15:00

*Escalação confirmada em 27/08/2022 às 18:00

Como esperado o Palmeiras vai entrar em campo com força máxima e o time que eu apelidei de “titular clássico”, com o Weverton fechando o nosso gol; Marcos Rocha na lateral direita e Piquerez na lateral esquerda; Murilo e Gustavo Gómez na zaga; Danilo, Zé Rafael, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa no meio-campo; Dudu e Rony na linha de ataque. Formação tática inicial 4-2-3-1.

O Jogo

A partida começou com uma boa pressão palmeirense sobre o Tricolor das Laranjeiras. Embora a primeira chegada no ataque tenha sido dos cariocas, na nossa primeira chegada no ataque, aos 7 minutos, já guardamos a bola no fundo do gol tricolor, numa jogada que começou com o Dudu recebendo pela direita e se livrando da marcação de Nonato para cruzar sob medida para o Rony finalizar numa linda bicicleta! Que golaço! Placar aberto no Maracanã! Tricolor 0x1 Porco!!

O Flu seguiu pressionando o Verdão, explorando os erros dos nossos jogadores. Aos 20 minutos Zé Rafael retomou a posse de bola no campo de ataque e buscou Veiga na entrada da área mas o zagueiro adversário fez o corte com a mão e fez uma falta frontal a favor do Verdão. Infelizmente desperdiçamos a boa oportunidade com bola parada, que sempre nos rende bons frutos!

Aos 24 minutos Dudu aproveitou erro do Flu e puxou contra-ataque, encontrando Rony na área, que só não ampliou o placar porque Manoel conseguiu interceptar de cabeça a finalização no último instante!

O jogo seguiu com as equipes fazendo um jogo sem muitas oportunidades de lado a lado mas aos 37 minutos o Flu chegou ao empate em uma cobrança de escanteio. Tricolor 1×1 Porco!

O jogo seguiu sem muitas novidades e após 3 minutos de acréscimos o primeiro tempo terminou no Maracanã! Placar parcial: Fluminense 1×1 Palmeiras.

A meu ver foi um primeiro tempo onde o Verdão fez um jogo bem abaixo do que poderia e nem parecia que tinha tido uma semana de preparação. Ocorreram muitos erros individuais, com Zé Rafael, Danilo, Veiga e até Scarpa jogando muito abaixo do padrão ao qual nos acostumamos. Não é a primeira vez que o Verdão apresenta um resultado aquém do desejado após ter uma semana inteira para descansar e há quem acredite que o time tirou o pé para se poupar pensando no jogo de terça-feira. Acho que isso não faz sentido!

Voltamos para a segunda etapa sem alterações no time. Nossa primeira boa oportunidade no segundo tempo veio aos 6 minutos quando Murilo ganhou disputa na área e desviou de cabeça mas com a bola saindo pela linha de fundo!

O Verdão voltou melhor para o segundo tempo mas eu ainda tinha a impressão de ver o time jogando com o freio de mão puxado! Aos 13 minutos houve um choque de cabeças entre Marcos Rocha e Cristiano e o jogo precisou ser paralisado para atendimento aos jogadores. Apesar do susto, não foi nada grave mas o Professor Abel Ferreira optou por substituir Marcos Rocha pelo Mayke e Raphael Veiga pelo Wesley.

O jogo seguiu muito parecido com o do primeiro tempo, embora o Verdão mostrasse um pouco mais de energia. Aos 26 minutos o Professor fez nossas últimas substituições com Flaco López, Bruno Tabata e Gabriel Menino entrando em substituição a Rony, Dudu e Zé Rafael.

Os erros individuais continuaram acontecendo e os jogadores reservas que entraram mais uma vez não fizeram diferença no jogo. Bruno Tabata conseguiu sair com bola e tudo pela lateral num lance no qual ele poderia ter dominado a bola com facilidade pois não havia pressão da marcação. Decepcionante!

Após 5 minutos de acréscimos a partida terminou no Maracanã! Placar final: Fluminense 1×1 Palmeiras.

Somamos 1 ponto e agora estamos com 50 pontos, mantendo a liderança isolada e ainda a 8 pontos do segundo colocado que neste momento ainda é o Fluminense, mas que pode ser ultrapassado pelo Flamengo a depender do resultado da partida entre  o Urubu e o Botafogo neste domingo.

Apesar do aparente bom resultado eu ainda acho que perdermos uma boa oportunidade de acumular mais “gordura” em pontos, nos dando mais segurança nas 14 rodadas que ainda serão disputadas, lembrando que enfrentaremos ainda Atlético-MG, São Paulo, só pra citar alguns jogos que poderão nos dar trabalho. Aliás o próprio Red Bull Bragantino, nosso próximo adversário pelo Brasileirão, também poderá nos dar trabalho.

A questão é que se continuarmos empatando e outros times seguirem vencendo, logo a diferença de pontos será pequena a ponto de nos tirar a atual tranquilidade. Precisamos vencer e temos plenas condições para isso, não precisamos nos contentar com empates.

Agora nosso foco é a primeira partida da semifinal da Libertadores contra o Athletico-PR na próxima terça-feira (30), na Arena da Baixada, em Curitiba.

Até lá amigos, e #AvantiPalestra!!

 

*Sander Souza é editor do Vida Destra Esportes.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd, no Canal do Telegram: https://t.me/EsportesVD e venham participar também do nosso grupo de debates de esportes: https://t.me/BotecoVDE

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Sander Souza
Sigam me
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments