Se sairmos às ruas e perguntarmos às pessoas se elas têm feito a sua parte na luta política atual, a resposta da maioria provavelmente será “sim, eu estou fazendo a minha parte“. As pessoas que chegarem a esta conclusão, certamente farão isso baseadas no seu engajamento nas redes sociais, e na sua participação no debate virtual de ideias.

A internet e as redes sociais, de fato, permitiram que muitas pessoas tivessem acesso ao debate político e as aproximaram da política, dando a elas a possibilidade de obter informações sobre a política, ajudando-as a se posicionarem e a manifestar as suas opiniões.

Infelizmente, muitas pessoas acreditam que basta participar do debate virtual, ou ajudar a subir hashtags, para garantir a consolidação do conservadorismo e da Direita, no poder. Ledo engano.

Carecemos de maior participação em atividades na vida real, para garantir a continuidade do projeto conservador, no poder. Precisamos avançar na conquista dos espaços hoje ocupados pelos militantes de esquerda. Não recuperaremos a Educação, se não desalojarmos os militantes esquerdistas alojados nas escolas e nas universidades, e os substituirmos por conservadores. Este é apenas um exemplo, mas vale para todas as áreas da nossa sociedade. Precisamos ocupar espaços no jornalismo e na mídia, como um todo; na área cultural, nas artes; na saúde. Ou seja, se nosso objetivo é construir um Brasil conservador, então os conservadores precisam ocupar espaços em todas as áreas da nossa sociedade.

Não seremos bem sucedidos em retomar o nosso país das mãos dos esquerdistas, se focarmos apenas na nossa permanência na presidência da república. Claro que deter o mais alto cargo da república nos dá muitas vantagens, mas já está claro (ou deveria estar) que somente a presidência da república não é capaz de nos dar a vitória completa. Precisamos também ocupar a política, e através dela, garantir as nossas conquistas.

É necessário que todos tenhamos a consciência que para ter de volta o nosso Brasil, e para colocá-lo novamente nos trilhos do conservadorismo, resgatando os nossos valores pátrios, precisamos mais que a ação de um presidente da república.

É necessária a ação e a mobilização de toda a sociedade. Sem essa mobilização na vida real, permaneceremos dando “murros em ponta de faca“, pois o establishment e as estruturas de Estado infestadas pela esquerda sempre estarão trabalhando para atrapalhar e desfazer todo o nosso trabalho de reconstrução. E a ameaça de sermos desalojados do poder sempre pairará sobre as nossas cabeças.

Portanto, a luta é maior do que muitos imaginam. É mais difícil do que muitos gostariam. Mas se de fato temos o desejo de tirar de uma vez por todas o Brasil das mãos da esquerda, então precisamos pagar o preço, arregaçar as mangas e enfrentar os militantes adversários, ocupando os espaços que nos pertencem por direito.

A luta virtual é importante e necessária, mas ela é apenas a ponta de um imenso iceberg. A nossa vitória depende da compreensão da dimensão real da luta que travamos. Ou agimos, no virtual e no real, ou obteremos uma vitória superficial e temporária, e não é isso o que todos nós queremos.

 

Vamos discutir o Tema. Sigam o perfil do Vida Destra no Twitter @vidadestra 

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
ANTONIO XAVIER DE PAIVA
ANTONIO XAVIER DE PAIVA
3 meses atrás

Apesar do meu esforço para entender objetivamente essa proposta, não consigo imaginar o que eu poderia fazer para sair do virtual e ir para o real!
Se vocês puderem ser mais objetivos num outro posto, seria interessante!
Lembrando que eu sou um.jovem de 73 anos!!!