Por Vinicius Mariano                                                                              @viniciussexto

 

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou, nesta segunda-feira (18), maioria para rejeitar um habeas corpus impetrado a favor de Marco Antônio Pereira Gomes, caminhoneiro conhecido como Zé Trovão, que teve a prisão determinada pelo ministro Alexandre de Moraes em setembro.

A votação se encerra nesta segunda-feira, às 18 horas, mas 6 ministros já votaram pela não concessão do habeas corpus: o relator, Edson Fachin, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Rosa Weber, Gilmar Mendes e Dias Toffoli. Alexandre de Moraes se declarou suspeito e não votou. Com isso, sobraram os ministros Kássio Nunes Marques, Luiz Fux e Luís Roberto Barroso, que, independentemente dos votos, não formariam maioria para revogar a decisão dos outros 6 colegas.

Zé Trovão é alvo do inquérito 4874, que investiga atos supostamente antidemocráticos organizados durante as manifestações do dia 7 de setembro, das quais foi um dos organizadores. Apesar de ter tido a prisão decretada, Zé Trovão se radicou no México e não se entregou.

 

*Esta notícia pode ser atualizada a qualquer momento.

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments