Prezados leitores:

Seguimos com o nosso compromisso de trazer até vocês, todos os sábados, artigos sobre temas relevantes, publicados pela imprensa internacional, e traduzidos pela nossa colaboradora, a tradutora profissional Telma Regina Matheus. Apreciem!

 

Traição: Milley telefona secretamente para general chinês para informá-lo de que o avisaria, com antecedência, de um ataque americano – Livro

 

Fonte: The Western Journal

Título Original: Treason: Milley secretly called chinese general to tell him he’d give advance warning of a US attack – Book

Link para a matéria original: aqui.

Publicado em 14 de setembro de 2021

 

Autor: Michael Austin

 

O Chefe de Estado Maior, General Mark Milley, pode ter conspirado, no ano passado, para cometer ato de traição contra o então presidente Donald Trump – e contra os Estados Unidos.

Este é o ponto central de um novo livro dos jornalistas Bob Woodward e Robert Costa, do Washington Post, que conta que Milley telefonou para seu equivalente na China – o General Li Zuocheng, do Exército de Libertação do Povo – no dia 30 de outubro de 2020, quatro dias antes da realização da eleição presidencial.

De acordo com o Washington Post, Woodward e Costa escreveram que, durante o telefonema, Milley disse: “General Li, você e eu nos conhecemos há cinco anos. Se formos atacá-lo, eu o avisarei com antecedência. Não será de surpresa”.

Segundo Woodward e Costa, Li “acreditou no Chefe de Estado Maior”.

Se o que escreveram os jornalistas do Post for verdade, Milley conspirou para cometer ato de traição. Deveria ser removido e processado imediatamente.

Simples assim.

Este é o mesmo general, imagine você, que tem insistido na teoria da conspiração de que a incursão no Capitólio, em 6 de janeiro, foi um tipo de insurreição armada, liderada por terroristas domésticos e realizada por supremacistas brancos.

Na verdade, algumas centenas de manifestantes e agitadores desarmados invadiram o Capitólio, em um evento de contornos pálidos quando comparado às inúmeras rebeliões e ondas de saques do Black Lives Matter, que assolaram cidades em todo o país, durante todo o ano passado.

Apesar disso, Milley e outros do sistema deep state alegam – e é possível que inclusive acreditem – que um grupo coordenado dos assim chamados extremistas domésticos de direita, inspirados por Trump, estava determinado a tomar o governo.

De acordo com o Post, o livro de Woodward e Costa citam a diretora da CIA, Gina Haspel, que teria dito a Milley… “Estamos a caminho de um golpe de direita”.

Isso não era sequer remotamente verdadeiro.

Entretanto, Milley e outros usaram essas mentiras – que foram completamente desmascaradas em relatório investigativo publicado pelo Western Journal, em julho passado – para desacreditar e sabotar o ex-presidente Trump.

Por que? Porque Trump irritou o establishment.

E agora, com Trump fora da presidência, Milley não poderia estar mais feliz.

Outro livro de autoria de jornalistas do Washington Post, divulgado meses atrás, conta que, no Inauguration Day [dia da posse], a ex-primeira-dama Michelle Obama perguntou a Milley como ele se sentia, no palco da posse.

“Hoje, ninguém tem um sorriso maior do que o meu”, respondeu Milley. “Você não pode vê-lo sob a minha máscara, mas eu posso”.

Óbvio que ele estava feliz. A despeito dos eventos que se seguiram ao juramento de Biden – inflação elevadíssima, morte de soldados no Afeganistão e americanos abandonados no território controlado por terroristas –, Milley conseguiu o que sempre quis.

O retorno da ordem ao establishment.

 

*Michael Austin chegou ao Western Journal como repórter, em 2020. Desde então, escreveu centenas de matérias, incluindo vários relatórios originais. Também codirigiu o podcast em vídeo do jornal, #WJ Live”.

 

 

Traduzido por Telma Regina Matheus, para Vida Destra, 18/09/2021.                                  Faça uma cotação e contrate meus trabalhos através do e-mail  [email protected] ou Twitter @TRMatheus

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Acompanhe me
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments