Sou um conservador. Quem me conhece e aqueles que me acompanham aqui, através de meu blog ou das minhas redes sociais sabem disso. Ao contrário do que muitos pensam, ser conservador não é ser apegado às coisas antigas, nem retrógrado, nem saudosista e nem avesso às mudanças! Ao contrário, o conservador é um reformista, alguém que acredita que as mudanças devem ser feitas para que as conquistas do passado sejam preservadas e aperfeiçoadas. Mas é um reformista prudente, ciente de que existem certos pilares que se derrubados, ameaçam colocar abaixo toda a estrutura que mantém a nossa civilização! Por isso o conservador é contrário às rupturas, pois sabe o alto preço a ser pago para se reconstruir tudo do zero, além do perigo que isto representa para as pessoas! Sou também favorável a algumas ideias liberais para a economia. Mas neste artigo não quero tratar de Conservadorismo ou Liberalismo! Se os leitores quiserem saber mais a respeito destes temas, aconselho a leitura das obras de Roger Scruton, Edmund Burke, Ludwig Von Mises, entre outros.

Como mencionei acima, existem certos pilares em uma sociedade que não devem ser derrubados, sob o risco de provocar o colapso da nossa civilização. E que pilares são estes? Estes pilares são formados por aquilo que nos define como civilização, ou seja, os nossos valores! E é sobre os nossos valores que gostaria de escrever brevemente hoje!

A cada dia que passa  se torna mais escancarado o ataque aos nossos valores. Não que seja novidade, afinal todos sabemos que vivemos em meio a uma guerra ideológica e cultural. E a vitória de Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2018 deixou claro que boa parte da população está consciente dessa guerra. Porém, acredito que não estávamos cientes das proporções da guerra, e nem cientes de todos os atores políticos que a estão promovendo, inclusive os externos!

E o que isto tem a ver com nossos valores? Ora, tem tudo a ver! Ao atacar nossos valores pátrios, como a família tradicional, as religiões, em especial o Cristianismo, a cultura clássica, nossos inimigos estão minando as colunas que mantém a nossa sociedade em pé, com o objetivo de derrubá-las e substituí-las por outros valores, alinhados a interesses que não nos interessam, e que só atendem aos interesses daqueles que fazem parte de um plano ardiloso de dominação global. Sofremos ataques em várias frentes, na política, na economia, na educação e cultura e agora também na área da saúde.

Para enfrentarmos esta guerra e sermos vencedores, precisamos urgentemente resgatar os nossos valores, resgatar tudo aquilo que nos identifica como brasileiros e que nos une como uma nação! Precisamos destes valores, pois é por eles que lutamos! Lutamos para proteger nossas famílias e nossos bens, lutamos para garantir um futuro digno para os nossos filhos, lutamos para garantir a nossa liberdade enquanto indivíduos, lutamos por nossas crenças espirituais, morais, filosóficas e políticas!

Basta conhecer o mínimo da História humana para percebermos que nenhum soldado foi para o campo de batalha sem um valor o qual defender! Uns foram pelo rei, outros pela honra, outros pela religião, outros para defender-se de inimigos que queriam simplesmente destruir o seu modo de vida e impor outros valores morais e religiosos! A Segunda Guerra Mundial nos mostrou jovens de vários países deixando os seus lares para lutar e dar as próprias vidas em terras estrangeiras, para defender valores que hoje andam em baixa e até esquecidos! Liberdade, Democracia, Justiça, Igualdade, hoje são apenas palavras que muitas vezes são usadas para embelezar os discursos daqueles que querem a todo custo extirpa-las do nosso dia a dia. Além disso, todo soldado que vai para o campo de batalha sem um ideal ou sem um valor a defender, desiste da batalha ao som do primeiro tiro!

Em outras palavras, os valores definem as nossas vidas, e lutamos porque sabemos que sem estes valores não vale a pena viver! Para preservar nossa sociedade, deveríamos estar dispostos a lutar e até mesmo sacrificar as nossas vidas, cientes que estamos contribuindo para a manutenção e a continuidade de tudo aquilo que nossos antepassados conquistaram com sangue, suor e lágrimas! E isso não seria nenhuma novidade! Quantos caíram em batalha para que eu e você pudéssemos estar aqui hoje, desfrutando de todas estas conquistas? Quantos saíram do conforto do lar, deixaram para trás seus entes queridos e foram à batalha, defender valores que estamos, mesmo sem perceber, desprezando?

Amigos, se quisermos realmente vencer esta guerra, precisamos recuperar os nossos valores, aquilo que faz de nós uma nação! Não somos o único país a ser atacado nesta guerra, toda a civilização ocidental está sob pesado ataque. Não adianta lutarmos nas áreas política, educacional, cultural e econômica, se não tivermos bem claros e bem firmados em nós estes valores! Lutamos por nossas famílias, nossa liberdade, nossas crenças espirituais, nossas propriedades, nossas instituições, nossa cultura! Lutamos porque não aceitamos que nos imponham novos valores, estranhos à nossa história, que desonram o sacrifício feito por nossos antepassados! E esta luta vai além das hashtags que levantamos e dos conteúdos que compartilhamos nas redes sociais! Estes valores não são algo apenas retórico! Eles determinam a maneira como entendemos o mundo e a maneira como nos relacionamos com outras pessoas. Também determinam as nossas atitudes no nosso dia a dia!

Sei que não será fácil! Nenhuma guerra é fácil! Encarar o inimigo de frente, sabendo que ele pode nos tirar a vida, não é fácil! Por isso, o que alimenta a nossa coragem precisa ser maior do que aquilo que alimenta o nosso medo! Somos brasileiros e temos orgulho de tudo o que nos torna brasileiros! Você tem coragem da dar a sua vida pelo Brasil? Em frente guerreiros!!

Sander Souza, direto do Japão para Vida Destra, 03/04/2020

Sigam-me no Twitter! Vamos debater! @srsjoejp

Sander Souza
Acompanhe me
Últimos posts por Sander Souza (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Gogol
2 meses atrás

Olá, meu grande amigo! Pensava sobre este tema: nestes dias conturbados, em que bombardeiam nossas mentes com esse vírus e as mortes, e coisas aterrorizantes; desfilam caixões e covas nas nossas caras como troféus, vão aproveitar para fazerem as pessoas se esquecerem de quem são, vão tentar inserir um egoísmo que nem temos, para destruir nossa união, nossa empatia. E os nossos preciosos valores? Por isso seu artigo vale ouro. Por isso um dia de jejum vale ouro. Precisamos continuar unidos em nossas crenças, em nossos valores.

Sander Souza
Sander Souza
Reply to  Gogol
2 meses atrás

Muito obrigado por suas palavras, meu amigo!
Não podemos permitir que substituam os nossos valores! Somos brasileiros, e temos que manter aquilo que nos definem como brasileiros! Perder a nossa brasilidade será fatal para a nossa nação!