Não fica difícil saber qual são as prioridades dos atuais partidos políticos no Brasil.
A verba a ser destinada no próximo ano para a área de saneamento básico em nosso país será R$ 661 milhões de reais enquanto a verba destinada aos partidos políticos através do fundo partidário será algo em torno de R$ 2,5 bilhões de reais. É isso mesmo você que acabou de ler: quase quatro vezes a mais o valor para partidos políticos em detrimento a saneamento básico! seguem as referências no dos endereços eletrônicos abaixo:

https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/09/03/proposta-de-orcamento-destina-r-2-54-bilhoes-para-campanha-eleitoral-em-2020

http://www.economia.gov.br/central-de-conteudos/publicacoes/relatorios-e-boletins/2019/orcamento-cidadao_2020.pdf/view

O investimento em saneamento básico é fundamental para um país. Através dele, questões primárias de saúde pública poderiam ser eliminadas. Compreendem nesse setor o conjunto de serviços, infraestruturas e instalações de abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e drenagem de águas pluviais urbanas.

Podemos também perceber que seu alcance nas áreas do meio ambiente e no manejo responsável dos recursos hídricos.

Existe sim uma expectativa com a aprovação do PL 3261/2019 alavanque o investimento no setor por empresas privadas.

Mas não para nossa surpresa, teremos uma montanha de dinheiro para partidos políticos e que usarão tal verba das mais devidas formas, permitidas em lei (diga-se de passagem), com dois grandes objetivos finais: a conquista de votos e por fim a retaguarda jurídica de suas atividades.

Saímos de um longo período de trevas no governo federal. O atual governo vem fazendo esforços homéricos para garantir condições de desenvolvimento responsável, equilibrando os déficits até nosso país engrenar na economia e voltar a crescer.

O poder executivo é apenas uma das partes nesse processo, o poder legislativo é parte fundamental e a pergunta que vem a nossa mente é a mesma de sempre: porque os parlamentares não dão tanta importância para o saneamento básico?

Aqui temos a convergência fundamental do mundo político com a vida real.

Tendemos a solidarizar com aquilo que presenciamos, que vivemos, cabendo aqui algumas perguntas:

Quantos políticos defecam num buraco, correndo o risco de pisar em urina de rato no momento de suas íntimas necessidades fisiológicas? Um? Dois? Zero? Não sei…

Quantos estarão aptos a pedir votos sem uma campanha cara e equipe numerosa?
Quantos políticos correm risco de ir para o xadrez por corrupção e para envitar isso devem pagar vultosas quantias aos seus “adevogados”? Um? Dois? Zero? Não sei…

O leitor do VIDA DESTRA, chegará facilmente às devidas conclusões.

Acompanhe me
Acompanhe me

Últimos posts por Semana Caravana (exibir todos)

Sua participação é muito importante para nós do Vida Destra. Participe, comente e interaja!