Em fevereiro do ano passado, como você leitor deve se lembrar, o presidente decretou estado de emergência no Brasil para tentar combater a pandemia de COVID-19. Já em abril, o STF determinou que estados e municípios seriam responsáveis pelas ações de enfrentamento da doença, deixando o governo federal “apenas” responsável pelo repasse financeiro e, mais recentemente, das vacinas.

Quem, ao longo de 2020, não ouviu o famoso “são só quinze dias para achatar a curva/ preparar os hospitais”? O que começou como algo provisório, se arrastou durante o ano – entre quarentena, lockdown e toque de recolher. E tudo, diziam, para que vidas fossem preservadas.

Só que o que mais se viu foi um verdadeiro show de horrores. Hospitais de campanha que deveriam atender a população, desmontados ainda no ano passado; compra fraudulenta (e duvidosa) de respiradores que nunca chegaram. Além disso tudo, toda e qualquer tentativa de se ter tratamento precoce foi simplesmente desacreditada por quem se dizia a favor da “siência”.

Pois bem, um ano depois, o cenário simplesmente não mudou. Vários governadores, por sua vez, começaram a ser investigados por desvio de recursos públicos; dois deles, Carlos Moisés (SC) e Wilson Witzel (RJ) chegaram a ser afastados pelas respectivas assembleias legislativas. Edmar Santos, ex-secretário de saúde do Rio de Janeiro, chegou a afirmar que “enquanto houver dinheiro vai haver pandemia”.

Felizmente, a internet se tornou uma grande aliada nesses tempos em que as máscaras dos governantes começam a cair, especialmente daqueles que, a exemplo do governador paulista e do prefeito de Florianópolis, vão curtir suas férias fora do país, enquanto trancam seus cidadãos em casa, num lockdown infinito – e a população já começa a enfrentar o fantasma da fome. Ou mesmo o governador gaúcho, que ao invés de se preocupar com a saúde da população, usou o auxílio para pagar salários atrasados.

A torcida é para que esses iluminados que ocupam esses cargos públicos no executivo se lembrem que a mentira tem perna curta. E que, como diz a Sagrada Escritura, “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (Jo 8,32).

 

 

Lucia Maroni, para Vida Destra, 02/03/2021.                                                              Sigam-me no Twitter, vamos debater o tema! @rosadenovembroo

 

As opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seus respectivos autores e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Acompanhe me
Últimos posts por Lúcia Maroni (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Welton Reis
3 meses atrás

Necessitamos com urgência da lei da mentira. Hoje só é crime se o sujeito mentir perante o juiz. Invertem maldosamente as afirmações do presidente. Essa gente está podre!