“Quando o saque se torna um modo de vida, os homens criam para si um sistema legal que o autoriza e um código moral que o glorifica.”  Claude Frédéric Bastiat 

Quando em, 14 de abril de 2021, por 8 votos a 3, o Supremo Tribunal Federal, rejeitou recurso da Procuradoria-Geral da República no Habeas Corpus 193726, e confirmou a  decisão do ministro Edson Fachin que declarou a incompetência da 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba (PR), anulando as ações penais contra o ex-presidente, e corrupto condenado em três instâncias com mais de 3 mil evidências, Lula da Silva, por não se enquadrarem no contexto da operação Lava Jato, era dado o tiro que faltava na nossa já moribunda justiça.

Não satisfeitos em matarem a justiça, no dia 23 de junho de 2021 (dois meses depois), o Supremo decidiu colocar a última pá de cal no túmulo, e por 7 votos a  4, referendou a decisão da 2ª Turma que declarou o ex-juiz Sergio Moro suspeito para julgar o ex-presidente e corrupto, Lula, no caso do triplex do Guarujá (SP).

Com o resultado, as acusações contra o corrupto foram anuladas!

O resultado da morte e enterro da justiça nós já sabemos, um show de irregularidades e injustiças, que culminaram com a eleição do corrupto não inocentado e a legalização da volta do saque aos cofres públicos.

O show de horrores praticados pela falecida justiça, na pessoa do STF, e eleitoral pela pessoa do TSE, desde então, só não assustam mais do que ver pessoas comuns na rua, acreditando que um partido que passou 13 anos e meio saqueando o país de todas as formas imagináveis e inimagináveis, possa realizar um bom governo!

Como as pessoas podem ser tão cegas e não enxergarem que a principal função do corrupto, e seus ministros, investigados e processados, é tão somente agradar e agraciar aos que mataram e enterraram a justiça!

“A pilhagem legal pode ser cometida de um número infinito de maneiras; portanto, há um número infinito de planos para organizá-lo: tarifas, proteção, bônus, subsídios, incentivos, imposto de renda progressivo, educação gratuita, o direito ao emprego, o direito ao lucro, o direito a salários, o direito ao alívio , o direito às ferramentas de produção, crédito isento de juros, etc., etc. E é o agregado de todos esses planos, em relação ao que eles têm em comum — a pilhagem legal —, que passa sob o nome de socialismo.” Claude Frédéric Bastiat

Por esse motivo, se nada for feito para dar um fim nessa aberração,  a missão de cada um dos cidadãos de bem desse país é fiscalizar, denunciar e se manifestar, até que possamos ter a liberdade de realmente escolhermos quem nos governará!

 

 

Adilson Veiga para Vida Destra, 03 de janeiro de 2023.
Vamos discutir o tema! Sigam-me no Twitter @ajveiga2 e no GETTR @ajveiga2

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org
Adilson Veiga
Acompanhe me
Últimos posts por Adilson Veiga (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
PAULO ROBERTO ZANETTI
29 dias atrás

O Supremo é hoje o maior câncer do país e a metástase se propagou pelos demais orgaos da justiça. Sen consulta a ninguém, e sem poder para isso, quer a implantação da pauta 2030 no país. Para atingir seus objetivos, usou um condenado e o colocou na presidência. A chance de começar a mudança dessa coisa horrorosa acabou com a “derrota” de Bolsonaro, que indicaria dois novos ministros. Isso acabou. Vão impor ao Senado quem quiserem, certamente o advogado do Lula, e aí o país não terá mais chance de sair do inferno.