Ontem, Lenín Moreno, presidente do Equador, anunciou a retirada do seu embaixador de Caracas.


E hoje, após o louco ditador Nicolás Maduro, forçar mais uma posse na Venezuela até o ano de 2025, após eleições fraudulentas com a morte de vários opositores, o Paraguai abre o caminho, cortando totalmente relações com a Venezuela, que pode gerar um fator em cascata.

Abaixo o comunicado do presidente paraguaio Mario Abdo Benítez:

A ruptura envolve o fechamento da embaixada do Paraguai em Caracas e a retirada imediata dos diplomatas paraguaios. Também, o governo anunciou o cancelamento de um acordo de vistos com a Venezuela – o que, segundo o governo paraguaio, afetará apenas integrantes do regime do ditador Maduro.

 

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, condenou Maduro por “usurpação do poder”.

A OEA declarou inconstitucional e pede saída imediata do Maduro e novas eleições

Além disso, Peru e Colômbia proibem a entrada de integrantes do ditador Maduro …efeito em cascata… quando será a vez do Brasil?

Me siga no Twitter

@nunesinc 

 https://twitter.com/nunesinc

Nunes

Co-Fundador do Vida Destra, empreendedor e colunista!
Juntos, somos mais fortes!!

Últimos posts por Nunes (exibir todos)

Sua participação é muito importante para nós do Vida Destra. Participe, comente e interaja!