Milhares de migrantes continuam concentrados no local

 

Os milhares de migrantes que estão concentrados na fronteira entre a Polônia e a Bielorrússia não se conformam com a situação e continuam a tentar entrar, por qualquer meio, em território europeu.

Nesta terça-feira (16), houve alguns atos de violência, até mesmo o arremesso de pedras em direção às forças de segurança polonesas.

O incidente levou a polícia da Polónia a usar canhões de água e gás lacrimogêneo contra as pessoas que estão do lado bielorrusso.

A União Europeia acusa o regime de Alexander Lukashenko, da Bielorrússia, de instrumentalizar os migrantes. A escalada de violência agrava a emergência humanitária.

Milhares de pessoas, com crianças pela mão, continuam encurraladas na linha de fronteira entre os dois países.

 

*Esta notícia pode ser atualizada a qualquer momento.

*Fonte: Agência Brasil

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments