Hoje (14/03/2021) os brasileiros foram às ruas em várias cidades país afora, protestar contra as medidas restritivas autoritárias adotadas por vários governadores e prefeitos, sob o pretexto de combater a epidemia de Covid-19. Mesmo com os recursos liberados pelo governo federal, muitos estados e municípios não investiram na preparação e no aparelhamento do sistema público de saúde.

O resultado foi a lotação dos hospitais, e a falta de leitos de UTI para tratar os doentes mais graves. Apesar da existência de medicamentos que já estão sendo usados há pelo menos um ano no tratamento da Covid-19, com resultados que já oferecem a comprovação da sua eficácia, a politicagem e a hipocrisia de vários governantes os impedem de adotar medidas mais eficazes no combate à pandemia, restando a eles apenas a alternativa autoritária do lockdown.

Capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Campo Grande, Fortaleza e Belém, tiveram carretas e também alguns pontos onde as pessoas se reuniram, sempre usando as cores nacionais. Houve protestos também em Brasília, onde além do protesto contra os governadores, os manifestantes também protestaram contra as medidas tomadas pelo Supremo Tribunal Federal, e em várias cidades do interior, como em Campinas e São José dos Campos, no interior paulista.

Em São Paulo há a previsão de novos protestos amanhã, em frente à Assembleia Legislativa (ALESP), devido à eleição para a escolha do presidente da Casa e da nova Mesa Diretora.

*Por Sander Souza

*Esta notícia pode ser atualizada a qualquer momento.

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments