Por Sander Souza                                                                                                      @srsjoejp

Sra. presidente:

 

Como torcedor do Palmeiras, sinto-me no direito de me dirigir respeitosamente à Sra. para tratar de um assunto que considero de suma importância, que é a presença do Sr. Olivério Júnior como prestador de serviços, nas dependências da Sociedade Esportiva Palmeiras. É do conhecimento geral que a presença deste assessor como prestador de serviços ao nosso clube, sendo ele declaradamente torcedor de um dos nossos maiores rivais, tem causado insatisfação geral entre os torcedores palmeirenses, chegando mesmo a provocar a manifestação de torcedores e das nossas torcidas organizadas.

Embora no mundo corporativo a competência se sobreponha à questões como para qual time o colaborador torce, num clube de futebol esta mentalidade não prevalece. Num clube de futebol, é necessário que os colaboradores sejam, além de competentes para realizar as suas funções, torcedores do time para o qual prestam serviços.

Não se trata de preconceito, mas de uma questão de respeito e até mesmo de lógica. Respeito, porque consideramos o nosso clube como uma entidade especial, quase sagrada, sendo o nosso estádio quase um santuário para todos aqueles que compartilham do mesmo amor pelo nosso Palmeiras. E lógica, porque se nas empresas os dirigentes procuram motivar os seus colaboradores para que “vistam a camisa” da empresa e abracem a sua filosofia, para um clube de futebol isto se torna muito mais fácil, ao trabalhar somente com torcedores, que já amam o clube e estão dispostos a fazer o que for necessário para que o clube progrida.

Aceitar que torcedores de outros times nos prestem serviços e frequentem espaços dentro da nossa casa, que nem mesmo nós torcedores temos acesso, é difícil de aceitar. E fica ainda mais difícil quando um prestador de serviços, torcedor de um dos nossos maiores rivais, resolve discutir com torcedores do nosso clube dentro das dependências do Allianz Parque, um local da mais alta importância para nós, palmeirenses, e que, mais que um estádio, é onde nos sentimos em casa. Há vídeos circulando nas redes sociais mostrando claramente a situação. Por isso, um prestador de serviços que torce declaradamente para um time rival, como é o caso do Sr. Olivério Júnior, se dar o direito de bater boca com torcedores palmeirenses dentro da nossa casa, é inaceitável! É uma afronta inadmissível. É uma falta de respeito não apenas com os torcedores envolvidos diretamente no episódio, mas com todos os palmeirenses.

É por isso que lhe escrevo esta carta aberta, para manifestar o que deixou de ser apenas repúdio e se tornou a mais profunda indignação. E espero que a Sra., ao tomar conhecimento destas minhas palavras, tome as providencias cabíveis e determine o banimento do Sr. Olivério Júnior, proibindo a sua entrada em quaisquer dependências pertencentes à Sociedade Esportiva Palmeiras. Sendo ele um assessor de sua confiança, que ele continue a lhe prestar serviços longe do nosso clube e do contato com os torcedores palmeirenses. E, de preferência, que não seja pago com recursos do clube, mas que a Sra. possa contratá-lo diretamente como seu assessor e a sua relação profissional com ele se dê fora das nossas dependências.

A Sociedade Esportiva Palmeiras é muito maior que uma única pessoa, seja ela prestadora de serviços, seja ela a presidente do clube. Não falo como representante de ninguém mais além de mim, mas acredito firmemente que muitos concordarão que a torcida merece o respeito de todos, a começar por quem está no comando da instituição. Como costuma dizer o Professor Abel Ferreira, todos somos um! Se isto é verdade, então a ofensa a um torcedor, é uma ofensa a todos nós, e deveria ser também à Sra. Que isto tenha logo um fim. Como já escrevi, esta situação é inaceitável.

No aguardo de suas providências!

 

*Sander Souza é editor do Vida Destra Esportes.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd, no Canal do Telegram: https://t.me/EsportesVD e venham participar também do nosso grupo de debates de esportes: https://t.me/BotecoVDE

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org
Sigam
Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Luis
Luis
3 meses atrás

Concordo com TD que vc escreveu e assino embaixo nenhum torcedor de outro time principalmente do nosso maior rival tenha acesso as nosso clube e nem o direito dele discutir com nosso torcedor seja qual ele for.
Parabéns pela carta enviada a nossa presidente que respeitamos e tenho a ctz que irá tomar providências.

Luiz Palhas
Luiz Palhas
3 meses atrás

Perfeita a sua carta, com respeito, seriedade, e de muita verdade. E uma pergunta:
– Porque ontém na comemoração de mais um titulo (inedito) esse Sr., dentro do gramado junto com a Presidente e tds com a camisa do clube somente ele estava a “Paisana”.?

Carlos Alberto do Nascimento
Carlos Alberto do Nascimento
3 meses atrás

Meus parabéns pelo autor dessas palavras, e que a sr Presidente tome as providências necessárias para que resolva logo, nós que temos sangue verde não aceitamos gamba infiltrado, estamos reenvidicando em caráter de urgência, obrigado

Nilton Roberto
Nilton Roberto
3 meses atrás

Concordo com a saída de Oliverio, tem ser sangue VERDE

Paulo Pereira
Paulo Pereira
3 meses atrás

Faço das suas palavras, as minhas palavras. Esse gambá tem que ser expulso de dentro da Sociedade Esportiva Palmeiras