Quarta de Champions !

Mesmo com uma noite anterior de sono ruim, o  #NeyDay no Twitter sempre muda o “clima”:

Semifinal da Champions League não é moleza. Realmente a criança chora e a mãe não vê. Tudo está em jogo, principalmente o emocional dos jogadores e torcedores.

Com elencos bilionários e técnicos de ponta, no mínimo, qualquer torcedor espera um show a parte. O mundo inteiro de olho.

Escalação

Escalação do PSG: Pochettino(técnico) – Navas, Kimpembe, Marquinhos, Verrati, Mbappé, Paredes, Neymar, Di María, Florenzi, Bakker, Gueye.

Escalação do Manchester City: Guardiola (técnico) – Ederson, Walker, Rúben Dias, Stones, Gundogan, Rodri, De Bruyne, Bernardo Silva, Mahrez, João Cancelo, Foden.

 

 

Primeiro Tempo – PSG domina

A bola começa a rolar no Parque dos Príncipes em Paris, PSG vs Manchester City.

Os primeiros minutos já mostravam uma maior organização e posse de bola do Manchester City, mas o PSG sempre se mostrava perigoso nas roubadas de bola e contra-ataques.

Observei que os jogadores estavam “tímidos” nas finalizações, em uma tabela de Neymar com Verratti, quase saiu um gol.

Em escanteio, aos 15 minutos, levantamento do Di Maria, Marquinhos estava bem posicionado e  marca! Sensacional!

O jogo era lá e cá. O City não parou de pressionar, e aos 20 minutos, quase o Bernardo Silva marca. Aos 27 minutos,  Paredes perde uma excelente oportunidade  para o PSG.

Primeiro tempo de muitas oportunidades perdidas.

 

Segundo Tempo – Vira, vira, virou

 

Segundo tempo começou. O City volta com uma postura mais agressiva, conseguindo encaixar mais as marcações e inversões de bola, além de incomodar mais a defesa adversária, mas mesmo assim, o PSG sempre fazia algum contra-ataque.

Em cobrança de falta, aos 63 minutos, saiu um gol inacreditável. Kevin De Bruyne levanta a bola para a achar o segundo pau, a bola passa por todo mundo. O Navas, na dúvida, pula atrasado na bola. Neste momento, o empate com gols é ruim para ao PSG.

Logo após, aos 71 minutos, o City virou o jogo com uma cobrança de falta de Mahrez. Dessa vez a falha foi da barreira, que ficou aberta, ocasionou um belíssimo gol.

Aos 77 minutos, Gundogan sofreu uma falta perigosa, ocasionada por Gueye. Cartão vermelho, sem choro.

O jogo ficou dramático, o PSG ficou desgastado e quase levou outro gol.

Terminou o jogo da ida: PSG 1 vs 2 Manchester City

 

Mais de 2 milhões de pessoas assistiram a partida pelo Facebook Watch. E o melhor, sem travamentos como no jogo anterior.

Na sua opinião, leitor, esse “show” valeu a pena? OU o jogo poderia ser melhor?

 

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD e no Instagram: @esportes_vd

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]

 

Esportes - Vida Destra
Sigam
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments