Timão garante vantagem do empate no duelo da volta em 10 de setembro

 

Jogando em casa, na NeoQuímica Arena, em São Paulo, para um público mais de 13 mil pessoas, o Corinthians largou na frente na semifinal do Brasileirão Feminino (Série A1) ao bater o rival Palmeiras por 2 a 1 neste sábado (27). Os gols das Brabas – apelido do time feminino do Corinthians – foram marcados por Adriana e Jaqueline, enquanto Camilinha fez para as Palestrinas. Com o resultado, o Alvinegro paulista precisa apenas de um empate para avançar à sua sexta decisão consecutiva na competição e assim tentar o quarto título. Já as Palestrinas necessitam de uma vitória: se for por um gol de diferença, a vaga será definida nos pênaltis. Qualquer outra margem classifica as Brabas.

A história da partida foi alterada antes dos dois minutos de bola rolando. Adriana recebeu pela esquerda, ajeitou para a perna direita e chutou colocado para encobrir a goleira Jully e fazer um golaço para o Corinthians. O Palmeiras, dono da melhor campanha na primeira fase, via as coisas se complicarem desde o início.

Em um primeiro tempo de melhores chances para as Brabas – Adriana quase marcou novamente em jogada muito parecida com a do primeiro gol – o Palmeiras foi cirúrgico. Aos 40 minutos, Bia Zaneratto enfiou bola perfeita em profundidade para Camilinha. Ela ajeitou o corpo e bateu cruzado de primeira, com a perna esquerda, vencendo a goleira Lelê.

As Palestrinas respiraram com a igualdade, mas repetiu o mesmo equívoco da primeira etapa ao retornar do vestiário. Com dois minutos, após cobrança de escanteio da direita, Adriana desviou para o meio da área e Jaqueline completou para as redes, fazendo 2 a 1 para o Corinthians.

O segundo tempo teve chances importantes das duas equipes, mas acabou sendo marcado por um lance fora das quatro linhas. Integrantes das duas comissões técnicas se desentenderam quando o jogo estava na reta final e a partida ficou paralisada por um bom tempo. O saldo: duas expulsões no banco do Palmeiras (incluindo o técnico Ricardo Belli) e uma no Corinthians, cujo técnico Arthur Elias recebeu o cartão amarelo. Além disso, mais 11 minutos de acréscimos.

As Brabas seguraram a vantagem e agora jogam por um empate na partida de volta, no dia 10 de setembro, no Allianz Parque.

 

*Esta notícia pode ser atualizada a qualquer momento

*Fonte: Agência Brasil

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd, no Canal do Telegram: https://t.me/EsportesVD e venham participar também do nosso grupo de debates de esportes: https://t.me/BotecoVDE

Sigam
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments