Desonestidade intelectual, é desonestidade na realização de atividades intelectuais, como pensamento ou comunicação.

A omissão consciente dos aspectos da verdade conhecida ou acredita como sendo relevante num contexto particular.

Retórica pode ser usada para promover uma agenda ou reforçar algo que é profundamente arraigado em crenças em face de esmagadoras provas contrárias. Se uma pessoa está consciente da prova, e concorda com a conclusão a que prenuncia e, no entanto, defende uma visão contraditória, ela comete uma desonestidade intelectual.”

A desonestidade intelectual vem sendo usado como arma, há muito tempo, pela esquerda. E, não nos faltam exemplos.

No dia 22/09, o presidente Bolsonaro, seguindo uma tradição, abriu com discurso a 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e, falando sobre o combate a pandemia do Covid-19, citou o auxílio emergência. Disse ele:

Nosso governo, de forma arrojada, implementou várias medidas econômicas que evitaram o mal maior:

– Concedeu auxílio emergencial em parcelas que somam aproximadamente 1000 dólares para 65 milhões de pessoas, o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo.” (grifei)

Vamos ao que diz a esquerda:

“Vamos às contas e aos fatos? Até agora foram pagas 6 parcelas do auxílio emergencial de R$ 600. O total é de R$ 3.600. O dólar está R$ 5,48. Convertendo o valor das parcelas, o governo pagou 657 dólares, e não mil dólares, como Bolsonaro disse na ONU. É um mentiroso!” (Marcelo Freixo PSOL)

“Já apareceu alguém que recebeu os mil dólares de Bolsonaro? Lembrando que os 89 mil eu já sei quem recebeu, ok?” (Humberto Costa – PT)

Nos dois casos, vimos a desonestidade intelectual clara, já que os dois sabem muito bem o que foi falado por Bolsonaro. “Somam aproximadamente”, além de omitirem a palavra “parcela” e, por fim, que devem ser somadas parcelas de R$ 300,00, que ainda serão pagas.

Outro caso claro de desonestidade intelectual, podemos ver no artigo “Racismo a Varejo”, do amigo Leão Alves.

Onde a esquerda tenta,  forçadamente, anular a raça mestiça, que segundo o IBGE-PNAD 2019 é maioria no Brasil, colocando-a como negros, na tentativa de somar adeptos à luta racista ideológica.

Outro exemplo recente, também relacionada a pandemia do Covid-19, foi o fato do supremo ter delegado aos governadores e prefeitos o gerenciamento local sobre restrições e quarentena, no momento em que o presidente, claramente, apontava que a pandemia e a economia teriam que andar juntos.

Tivemos uma quarentena de quase oito meses, onde o lema principal era: “Primeiro a saúde, a economia, se resolve depois.”

O fato é que o depois chegou trazendo queda no PIB e, consequentemente, aumento no custo de vida.

Mas para surpresa de ninguém, lá estava a esquerda e seus adeptos jogando toda a culpa justamente em quem foi tolido de tomar qualquer decisão.

Assembleia Geral da ONU: Mais 135 mil mortes por coronavírus no Brasil e Bolsonaro, que boicotou o isolamento e distribuiu cloroquina mesmo contra as indicações científicas, continua sem assumir a responsabilidade.  É uma vergonha para o Brasil diante de todo o mundo. (Alessandro Molon PSB)

A desonestidade intelectual vem sendo usada, pela esquerda, há tanto tempo que temos um exemplo de 1848. Isso mesmo!

Em 1º de junho começou a circular, na Alemanha, um jornal intitulado “Neue Rheinische Zeitung – Organ der Demokratie”, em tradução livre “Nova Gazeta Renana – Órgão da Democracia”, fundado, nada mais nada menos, pelo pai da “Ditadura do proletariado”, Karl Max. E tinha como um de seus editores, Joseph Arnold Weydemeyer, membro da Liga dos Comunistas.

Quer maior desonestidade intelectual do que o Pai da ditadura do proletariado fundar um jornal que traz, em seu nome, a palavra “DEMOCRACIA”?

 

Adilson Veiga, para Vida Destra, 13/10/2020
Vamos discutir o Tema. Sigam-me no Twitter @ajveiga2 e no Parler @AJVeiga

Adilson Veiga
Acompanhe me
Últimos posts por Adilson Veiga (exibir todos)
Amigos e leitores, pessoas físicas/jurídicas! Colaborem com a Revista @vidadestra sem tirar dinheiro do seu bolso. Baixe o app LunesPay e ganhe 25 pontos de vantagens. Seremos remunerados por cada download a partir do nosso link. Contamos com a direita! https://bit.ly/BaixeLunesPay-0
Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Antonio
12 dias atrás

No surpreendente arti.de @AJVeiga2, gostaria de perguntar ao autor se a CF tem a ordem econômica baseada na livre iniciativa e princípio da livre concor., propriedade privada, Manuela D’Ávila quer implantar em POA o comunismo, isto é desonestidade intelectual?

Nunes
Admin
12 dias atrás

Bom dia. Como conversamos no Twitter, o artigo casou bem para o dia.

Sander Souza
Sander Souza
12 dias atrás

Excelente artigo!
A desonestidade intelectual é inerente à esquerda!
Veja outro exemplo: a Coreia do Norte tem o nome oficial de República Popular Democrática da Coreia! Piada né?
Lido e compartilhado!

Lívio Luiz Soares de Oliveira
12 dias atrás

Bom dia Veiga! A desonestidade está no DNA da esquerda. Parabéns pelo artigo!

Claudio
Claudio
11 dias atrás

A esquerda comunista sempre viveu da mentira e hipocrisia