Nesta série de artigos, sempre publicados às quintas-feiras, analisaremos a obra: Como ser um conservador, do filósofo e escritor inglês Roger Vernon Scruton, que faleceu em 12 de Janeiro de 2020. Acesse o sumário neste link, não se esqueça de colocar o mesmo nos seus favoritos. Lembrando que os títulos e subtítulos podem não ser iguais aos existentes no livro. Sem mais delongas, aproveitem!

 

A sociedade

Edmund Burke via a sociedade como uma associação entre os mortos, vivos e a geração vindoura, com um princípio vinculativo parecido com o amor (sentimento que conhecemos bem mas não conseguimos explicar), não como contrato assinado e carimbado. A sociedade é uma herança compartilhada em nome da qual aprendemos a delimitar as nossas demandas, onde aprendemos a se colocar no nosso lugar e ao mesmo tempo fazer parte de uma corrente contínua de doações e recebimentos, a reconhecer que as coisas extraordinárias que herdamos, além de serem nossas, são para serem mantidas e não destruídas. Como sociedade, temos uma genealogia de deveres e automaticamente somos vinculados àqueles que nos deram o que temos; concluindo: nossa preocupação com o futuro é uma extensão dessa linhagem.

 

 

O “estrangulamento” da sociedade pelo socialismo

Os socialistas nos diversos países são meramente oportunistas. O mercado é totalmente reduzido e controlado à planos políticos. Os socialistas criam problemas, vendem soluções para os problemas criados e todos os créditos e legados são apropriados pelos mesmos. Escolas, instituições religiosas, hospitais, empresas e todas as instituições fundadas por pessoas foram expropriados ou destruídos. O resultado desse oportunismo leva a dilapidação total das poupanças, hiperinflação, colapso da educação e à perda da qualidade de vida, assistência social e médica.

Uma sociedade que menospreza sua história, seus mortos, propósitos e sentimentos está fadada ao fracasso.

A sociedade depende das relações de afeto e lealdade que só podem ser construídas de forma hierárquica (ou seja, de baixo para cima), com uma interação face a face. Funciona assim na família, igreja, clubes e associações locais, na escola, nas universidades. Governos centralizados produzem indivíduos irresponsáveis, e esse confisco irresponsável da sociedade civil pelo Estado cria verdadeiros “zumbis”

 

 

Compre: Como ser conservador, clicando abaixo e ajude a Revista Vida Destra.

 

Nunes, para Vida Destra, 17/12/2020
Vamos discutir o Tema. Sigam os perfis do Vida Destra no Twitter @vidadestra e o reserva @VidaDestra_Sup

Acompanhe me
Últimos posts por Nunes (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Sander Souza
Editor
10 meses atrás

Excelente série de artigos!
Muito bom para conhecermos esta importante obra de Roger Scruton!