As eleições americanas são importantes para ditar o futuro dos EUA, e também para determinar o futuro do mundo.

Todos sabemos que a controladora da Dominion recebeu  US$ 400 milhões de dólares da UBS,  o banco suíço que tem subsidiária e permissão de atuar no restrito mercado chinês.

Alguns artigos do Vida Destra já destrincharam a fraude americana, e alguns pontos não foram respondidos pela mídia tradicional:

– contagem interrompida em estados decisivos;
– problemas nas contagens das cédulas e possíveis fraudes;
– remoção de contagens de votos;
– problemas nas contagens nas urnas;
– roubos de caixas de cédulas;
– Democratas, universidades americanas e empresas de mídia recebendo dinheiro chinês;

Após auditoria forense nas máquinas da Dominion (clique aqui),  foi detectada uma taxa de erro de 68,5%, enquanto que a taxa de erro permitida é de 0,0008% (1 em 250.000 cédulas). Com a seguinte conclusão do Relatório Forense : “Concluímos que o Sistema de Votação da Dominion é intencional e propositalmente projetado com erros inerentes para criar fraude sistêmica e influenciar os resultados eleitorais“.

Os erros intencionais de falhas de seguranças como mostrados na auditoria, mostraram que não havia encriptação de dados no disco rígido, antivírus desatualizado há mais de 4 anos, computador e servidor desatualizados, senhas reusadas e compartilhadas:

O que isso significa? Significa que os computadores poderiam ser controlados e explorados remotamente. Mas a auditoria também concluiu que os logs de segurança do servidor, de um dia antes e um dia depois das eleições, foram removidos. Estes logs conteriam controles de domínio, falhas de autenticação e vezes que o usuário se conectou no sistema, erros de códigos, conexões dos servidores à internet e horários de transferências de arquivos.

Imaginar o mundo inteiro seguindo ordens dos democratas, e os mesmos se subjugando aos interesses chineses, seria ruim para todo mundo.

O establishment mundial se reorganizou, não podemos negar. Mas as fraudes americanas foram encomendadas por quem? Por uma parceria do establishment chinês e alemão, para evitarem uma guerra comercial? Não sabemos, neste momento temos muitas perguntas sem respostas.

No pior cenário, teremos uma secessão americana iniciada pelo Texas? Ou o mundo precisará da ajuda de uma coalização de russos, japoneses, ingleses e australianos usando a Índia como suporte?

Que Deus abençoe a América e o povo norte-americano, e que o presidente Trump seja realmente colocado ao cargo, como presidente eleito.

 

Nunes, para Vida Destra, 14/12/2020
Vamos discutir o Tema. Sigam os perfis do Vida Destra no Twitter @vidadestra e o reserva @VidaDestra_Sup

 

As opiniões expressas nesse artigo são de responsabilidade de seus respectivos autores e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Acompanhe me
Últimos posts por Nunes (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Antonio
Luiz Antonio
1 ano atrás

Nas ótimas indagações de Nunes para , um fio de esperança aparece p/conservadores c/revelação da auditoria no Michigan. Não importa que o colégio tenha 270 p/Biden. Temos o Congresso para ratificar e a Lei de Execução c/estados estrangeiros. Cabeças vão rolar!

WILKIN MONTEIRO DE ASSIS
WILKIN MONTEIRO DE ASSIS
1 ano atrás

Precisa de mais alguma coisa?