Os ditos populares nos dizem: “o tempo é o melhor remédio” ou “o tempo é senhor da razão”!

Porém, a tecnologia fez com que não nos tornássemos tão dependente do tempo, fez com que esse remédio e essa razão, simplesmente dependesse da força de vontade em buscar a verdade!

E mais, a tecnologia aliada ao tempo, fez cair por terra, até verdades tidas como absolutas!

Um homem que não seja um socialista aos 20 anos não tem coração. Um homem que ainda seja um socialista aos 40 não tem cabeça“. (frase atribuída a Georges Clemenceau)

Independente do autor, esta frase nos mostra que: até os vinte anos temos uma tendência ao romantismo ou a romantizar tudo, mas que a partir desta, o certo é usarmos a razão — o que nos torna maduros a ponto de enxergar o contexto utópico do socialismo.

Como todos, já fui jovem e sei muito bem como funciona – afinal quem nunca sonhou como Gilson Vieira da Silva, ou simplesmente Gilson — autor e interprete de “Casinha Branca”?

“Eu queria ter na vida simplesmente

Um lugar de mato verde

Pra plantar e pra colher

Ter uma casinha branca de varanda

Um quintal e uma janela

Para ver o sol nascer”

Assim, aos vinte anos acreditávamos em certas utopias como: um mundo igual para todos ou a justiça igual para todos, ou como seremos felizes para sempre — e até acreditamos e vivemos como se fossemos viver para sempre. 

Nesta época, o socialismo era por alguns romantizado! 

Houve uma época em que se buscar fatos e versões contraditórias, era o mesmo que travar uma batalha — sendo mais fácil acreditar ou aceitar o que nos era dito — tínhamos que procurar por raras salas de leituras ou bibliotecas, sendo que alguns livros nem tinham sidos publicados em língua portuguesa!

E por conta disso, quando se iniciou a doutrinação esquerdistas em sala de aula, na mídia e nos meios artísticos, o socialismo tornou alguns em vítimas.

Sendo assim, muitos socialistas eram românticos até vinte anos e alguns, vítimas após os vinte anos!

Mas um dia a tecnologia chegou e, com ela, nos anos 90, veio a internet junto com um mundo de conhecimento antes inimaginável, que derrubou mitos e narrativas até então incontestáveis!

A partir deste conhecimento, românticos e vítimas da esquerda se transformaram em cúmplices!

Cúmplice, porque é simplesmente inaceitável, hoje em dia, que qualquer pessoa com mais de 14 anos — considerado por nossos juristas já com com certo entendimento — que tenha acesso à internet, não seja capaz de saber que o socialismo e suas variantes — fascismo e nazismo — sejam os causadores dos maiores genocídios da história.

Parafraseando Victor Hugo: “Entre um sistema político que faz o mal e o povo que o consente, há certa cumplicidade vergonhosa”.

 

 

Adilson Veiga, para Vida Destra, 27/07/2021.
Vamos discutir o Tema! Sigam-me no Twitter @ajveiga2 e no GETTR @ajveiga2

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org
Adilson Veiga
Acompanhe me
Últimos posts por Adilson Veiga (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Antonio Santa Ritta
2 meses atrás

No exuberante art. de @AjVeiga2 s/a doutrinação de vítima à cúmplice, posso dizer q cúmplices albergados p/Justiça já que não há imputabilidade. Mas retornando ao que interessa:Rimas de ventos e velas/Vida que vem e que vai/
A solidão que fica e entra/Me arremessando contra o cais.