O Palmeiras é campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior! Na manhã desta terça-feira (25), as Crias da Academia bateram o Santos por 4 a 0 no Allianz Parque, em São Paulo (SP), e se sagraram campeãs da mais tradicional competição de base do Brasil pela primeira vez na história.  Os gols do título inédito foram marcados por Endrick, Giovani e Gabriel Silva (duas vezes).

O camisa 9 do Verdão ainda foi eleito o craque da Copa São Paulo 2022 e levou o Prêmio Dener, dado ao gol mais bonito da competição, pelo golaço de bicicleta marcado contra o Oeste nas quartas de final. Ambos os prêmios foram decididos por votação popular.

Endrick marcou na final e ainda ganhou dois prêmios individuais (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)

Diante da vibrante torcida palmeirense, que compareceu em peso à arena no feriado de aniversário da cidade, o Verdão levantou a taça da Copinha menos de um mês após se tornar pentacampeão paulista Sub-20 – o clube é o maior campeão estadual da categoria com 12 títulos (1976, 1977, 1992, 1998, 2002, 2004, 2009, 2017, 2018, 2019, 2020 e 2021), além de ter conquistado o Campeonato Brasileiro Sub-20 em 2018 e a Copa do Brasil Sub-20 em 2019.

Vice-campeão em 1970 e 2003, o Palmeiras alcançou nesta edição a sua melhor campanha na história da Copinha. Em nove jogos (esta foi a edição com mais partidas disputadas), o Verdão saiu vitorioso em oito (recorde de triunfos em todas as participações) e empatou apenas um, além te der balançado as redes adversárias por 29 vezes (outro recorde, superando os 26 gols de 2003) e sofrido apenas cinco gols.

O Santos é um dos adversários que o Alviverde mais enfrentou na Copa São Paulo. Agora são sete jogos no histórico, com três vitórias alviverdes, três empates e um revés, além de 13 gols marcados e sete sofridos. Antes do rival alvinegro, o Palmeiras despachou o São Paulo na semifinal, o Oeste nas quartas, o Internacional nas oitavas, e nas primeiras fases, venceu o Atlético-GO, o Mauá, o Real Ariquimes e o Assu-RN, e empatou com o Água Santa.

A edição de 2022 da Copa São Paulo de Futebol Júnior reuniu 128 clubes divididos em 32 grupos com quatro times cada na primeira fase e sedes espalhadas por todo o Estado de São Paulo. Avançaram à segunda fase as duas melhores campanhas de cada chave. Desta etapa até a final, os confrontos eliminatórios foram únicos.

A partida

O início do jogo foi de total domínio palmeirense, e as Crias da Academia aproveitaram logo a primeira oportunidade de ataque. Em jogada trabalhada, Vanderlan chegou pelo lado esquerdo e cruzou para Endrick. O atacante finalizou de primeira e inaugurou o placar no Allianz Parque, aos cinco minutos.

O segundo gol do Verdão foi uma pintura de Giovani (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)

Aos 11 minutos, Giovani fez um golaço da entrada da área: Jhonatan fez jogada individual pela esquerda e encontrou o atacante livre do outro lado; o camisa 7 mandou um foguete, sem chances para o goleiro Diógenes.

O terceiro tento não demorou muito e saiu aos 15, em cobrança de falta, após Endrick ser derrubado perto da meia lua. Gabriel Silva mandou por cima da barreira e balançou as redes.

Sem deixar o adversário jogar, o Verdão continuou encontrando espaços no campo de ataque. Aos 22, Gabriel Silva recebeu nas costas da zaga, limpou e bateu, mas a bola foi para fora.

O Alviverde continuou impondo pressão e, aos 35, chegou com perigo mais uma vez: Endrick recebeu de Gabriel Silva, invadiu a área e bateu para fora. Ainda antes do final da primeira etapa, o zagueiro santista Derick foi expulso após falta forte em Giovani e deixou o adversário com um jogador a menos.

Na volta para o segundo tempo, o Palmeiras continuou empenhado para ampliar o placar e impôs pressão. Logo aos seis minutos, Endrick e Giovani tabelaram, o camisa 7 invadiu a área e bateu para o gol, Diógenes defendeu e Endrick aproveitou o rebote, mas o goleiro fez a defesa mais uma vez.

Gabriel Silva fez dois gols na decisão (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)

A pressão teve efeito aos oito minutos, Gabriel Silva recebeu cruzamento perfeito do Vanderlan e cabeceou para marcar o seu segundo na partida.

O Verdão controlou o jogo durante toda a segunda etapa, teve facilidade para chegar ao gol adversário e não ampliou por detalhes. João Pedro entrou no lugar do Endrick e na sua primeira participação quase marcou o quinto. Aos 25, Gabriel Silva passou e o suplente mandou pelo lado de fora das redes. Aos 35, o camisa 10 alviverde marcou mais um gol, mas o lance estava impedido.

Palmeiras Sub-20: Mateus; Garcia, Naves, Lucas Freitas e Vanderlan (Ian); Fabinho, Pedro Bicalho (Pedro Lima) e Jhonatan (Kevin); Giovani (Vitinho), Endrick (João Pedro) e Gabriel Silva (Lucas Sena). Técnico: Paulo Victor.

Confira abaixo os jogos do Palmeiras na Copinha:

– Final

25/01: Palmeiras 4 x 0 Santos – Allianz Parque

Gols: Endrick, Giovani e Gabriel Silva (2)

– Semifinal

22/01: São Paulo 0 x 1 Palmeiras – Arena Barueri

Gol: Giovani

– Quartas de final

19/01: Palmeiras 5 x 2 Oeste – Arena Barueri

Gols: Gabriel Silva, Giovani (2), Endrick e Pedro Bicalho

– Oitavas de final

17/01: Internacional 1 x 2 Palmeiras – Distrital do Inamar

Gols: Jhonatan e Lucas Flores (contra)

– Terceira fase

15/01: Atlético-GO 0 x 3 Palmeiras – Distrital do Inamar

Gols: Fabinho, Gabriel Silva e Vitinho

– Segunda fase

13/01: Palmeiras 4 x 0 Mauá FC – Distrital do Inamar

Gols: Fabinho, Garcia, Vitinho e Kevin

– Primeira fase

05/01: Palmeiras 6 x 1 Assu-RN – Distrital do Inamar

Gols: Jhonatan, Gabriel Silva,  Endrick (2x) e João Pedro (2x)

08/01:  Real Ariquemes 0 x 3 Palmeiras – Distrital do Inamar

Gols: Vitinho e Endrick (2x)

11/01: Água Santa 1 x 1 Palmeiras – Distrital do Inamar

Gol: contra

 

*Esta notícia pode ser atualizada a qualquer momento

*Fonte: Página Oficial do Palmeiras

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd, no Canal do Telegram: https://t.me/EsportesVD e venham participar também do nosso grupo de debates de esportes: https://t.me/BotecoVDE

Sigam
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments