Desde as grandes manifestações ocorridas em 2013, a relação do brasileiro com a Política sofreu muitas mudanças. Se antes, prevalecia o pensamento que política, religião e futebol não se discutem, hoje as pessoas superaram este tabu, e estão não apenas discutindo, mas também participando mais da política.

O Brasil passou décadas sem partidos de direita ou conservadores, e consequentemente, também passou décadas sem uma militância que defendesse,  na arena política, os valores de direita, e os valores conservadores e cristãos. Foi a partir de  meados de 2018, que começou a surgir um movimento de direita, e desde as eleições daquele ano, estamos aprendendo a duras penas, como é difícil a tarefa de defender ideias e enfrentar embates ideológicos contra uma militância de esquerda estruturada e atuante!

Nós passamos muitos anos delegando a política aos políticos, resumindo a nossa participação na vida política ao comparecimento às urnas de tempos em tempos! Aceitávamos tudo o que os políticos faziam, e sequer cumpríamos o nosso papel de fiscalizar o trabalho dos nossos ditos representantes! Como mencionei, desde 2018 esta postura tem sido abandonada, substituída por outra mais consciente, e menos disposta a deixar nas mãos de terceiros a responsabilidade que pertence a nós! Mas, até que ponto nós amadurecemos politicamente?

Já escrevi vários artigos para esta revista, acerca da necessidade de amadurecimento da nossa militância. E fiz isso tendo em mente a necessidade de prepararmos a nossa militância para estas eleições municipais, as quais são cruciais para a consolidação do nosso movimento e a formação de uma sólida base de apoio, visando as eleições presidenciais de 2022, e principalmente, a de 2026!

Estas eleições municipais servirão como uma espécie de termômetro, para medirmos o nível do nosso amadurecimento enquanto militantes! Muitos se tornaram eficientes na militância virtual, mas é no dia a dia, nas ruas, que a verdadeira militância política deve se manifestar. Além disso, muitas pessoas possuem preconceito com a própria palavra militância, que remete muitos à lembrança da militância esquerdista! E muitos, também, sentem asco da política, devido à podridão que tem envolvido as práticas políticas atuais.

Estas eleições municipais servirão para mostrar se já conseguimos compreender que, se a política atual é suja e asquerosa, é porque ela está tomada por pessoas sujas e asquerosas! E muitas delas chegaram lá pelos nossos votos! Se queremos uma política feita com ética e honestidade, devemos levar estes valores para a política, através de novas pessoas! Estas eleições também servirão para sabermos se já aprendemos a identificar os aproveitadores, aqueles que fazem de tudo para chegar ao poder, mas que depois nos ignoram e só nos prejudicam, dando prioridade aos seus projetos pessoais de poder! Também poderemos verificar quantos membros da direita e quantos conservadores se dispuseram a deixar o conforto de suas casas para se lançar na arena política, para defender os nossos valores! Enfim, saberemos até que ponto, as pessoas estão deixando de lado os discursos bonitos e estão partindo para a ação, com atitudes concretas!

Sempre afirmei que a nova política que tanto queremos só pode ser feita por novas pessoas! Pessoas com novos valores, os nossos valores, valores de direita, conservadores e cristãos! Não podemos ficar esperando que apareçam pessoas para fazer o trabalho, nós mesmos temos que fazê-lo, e logo saberemos quantos de nós entenderam isso e se dispuseram a tal! A política é a arte de preencher espaços na vida pública, e logo saberemos o quanto conseguimos preencher deste espaço! Nossos opositores devem perder cada vez mais espaço, para que possamos ter os meios de que precisamos para construir o país que queremos! Também ficará claro o estrago que a briga de egos dentro da direita está causando ao nosso crescimento e fortalecimento! Esta briga é mais perigosa do que muitos pensam! Mas ajuda a mostrar quais os reais objetivos por trás das boas intenções de muitos!

Em termos de militância política, estas eleições municipais nos mostrarão claramente qual o patamar atual do nosso amadurecimento político, e nos ajudará a corrigir os rumos, para que possamos estar cada vez mais presentes e atuantes na arena política. Independente de qual seja o grau de amadurecimento que atingimos, devemos continuar com as mangas arregaçadas, trabalhando pesado, pois só teremos direito ao descanso quando atingirmos os nossos objetivos!

Vamos manter os olhos abertos, ainda temos tempo para trabalhar e aprender, antes destas eleições! Temos que fazer a diferença, nossa vitória depende apenas de nós mesmos! Avante, patriotas!

 

Sander Souza (ConexãoJapão), para Vida Destra, 23/10/2020.
Vamos discutir o Tema. Sigam-me no Twitter @srsjoejp e no Parler @Srsjoejp

Sander Souza
Acompanhe me
Últimos posts por Sander Souza (exibir todos)
Amigos e leitores, pessoas físicas/jurídicas! Colaborem com a Revista @vidadestra sem tirar dinheiro do seu bolso. Baixe o app LunesPay e ganhe 25 pontos de vantagens. Seremos remunerados por cada download a partir do nosso link. Contamos com a direita! https://bit.ly/BaixeLunesPay-0
Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Antonio
1 mês atrás

No esclarecedor art. de @srjoep s/eleições municipais e o amadurecimento da militância de Direita, infelizmente não creio q os vencedores da Direita ainda terão um Gde embate c/velhas raposas, uma vez q estão se candidatando por velhos partidos. Aí vem a ladainha, o mandato é do Partido.

Sander Souza
Sander Souza
Reply to  Luiz Antonio
1 mês atrás

Muito obrigado por ler e comentar!
Esse é um problema que teremos que enfrentar! Não mudaremos as regras do jogo estando fora dele!

Nunes
Admin
1 mês atrás

Artigo preciso. Teremos 2 eleições importantes para os Brasileiros e ainda todos continuam desunidos.

Sander Souza
Sander Souza
Reply to  Nunes
1 mês atrás

Obrigado, meu amigo!
Se a Direita não acordar a tempo, ficaremos apenas oito anos no poder!

Silva Sauro
Silva Sauro
Reply to  Sander Souza
1 mês atrás

O que é pior, é que não vejo nenhuma reação significativa em nenhum país do mundo. Mesmo os países mais conservadores estão muito acomodados. A Polônia quase elegeu um globalista, a Hungria se não cuidar, pode eleger também um progressista, e por aí vai. Se as lideranças conservadoras não fizerem um bom trabalho, podemos ficar como na década de 90 e 2000, quando não existia um país no mundo governado por conservadores! Só que dessa vez, não vão errar novamente, e vão chegar para impor o temível Estado global único, unificando todos os países, extinguindo os estados nacionais soberanos.

Sander Souza
Sander Souza
Reply to  Silva Sauro
30 dias atrás

Muito obrigado por ler e comentar!
Temos muito trabalho para nos manter no poder!

Justiceiro Solitário
Reply to  Sander Souza
30 dias atrás

Excelente artigo, Sander. Esta é a oportunidade de ouro que temos para mudar o Brasil para melhor.

Em relação às eleições, eu também já escrevi um artigo sobre isso. Confira: https://vidadestra.org/a-importancia-das-eleicoes/

Sander Souza
Sander Souza
Reply to  Justiceiro Solitário
30 dias atrás

Muito obrigado por ler e comentar!
Li e compartilhei seu artigo à época! Temos que bater nesta tecla até as pessoas entenderem que são elas mesmas que vão promover as mudanças! Muitos ainda ficam esperando o surgimento dos salvadores da pátria! Esta mentalidade é resquício do pensamento esquerdista que nos foi imposto e que precisamos eliminar de vez!

FABIO PAGGIARO
30 dias atrás

Concordo plenamente, Sander. Se não nos mobilizarmos e sairmos da zona de conforto os políticos que conhecemos acabarão com o Brasil. Há muito estão tentando e estamos demorando a reagir.

Sander Souza
Sander Souza
Reply to  FABIO PAGGIARO
29 dias atrás

Muito obrigado, Fábio!
Realmente, o povo esteve acomodado por tanto tempo, que ainda não despertou o suficiente para mudar a situação! E muitas pessoas ainda esperam que outros façam aquilo que elas tem a responsabilidade de fazer!