No último domingo, recebi um vídeo do professor Olavo de Carvalho (por quem não escondo a minha admiração) em que ele, entre outras coisas, explicou a importância de se montar uma militância pró-Bolsonaro. Eu gostei do vídeo, compartilhei, mas não tinha muitas esperanças de ver essa militância acontecer.

Sim, às vezes, bate o desânimo. Principalmente, quando leio, todos os dias, que pessoas bem-intencionadas, inteligentes e honestas estão ficando esmorecidas com este governo, por causa do bombardeio de informações negativas feitos pelos famosos grupinhos que querem o poder, os quais nós já mencionamos aqui na Vida Destra, em outros artigos, grupos tais que podemos jogá-los todos no mesmo saco esquerdista, pois o motivo, ainda que disfarcem, é um só: assumir o protagonismo de poder do Estado brasileiro, para reinarem absolutos e usufruírem de um país que possui riquezas suficientes para pequenos grupos se esbaldarem, mas não o suficiente para sobrar para que o povo possa levar uma vida digna. Essa imensa massa seria escravizada, sonho de consumo de todo socialista/comunista que se preze.

Não é que, para minha grande surpresa, o Alan dos Santos, da Terça Livre, posta nas redes sociais uma chamada para essa militância mencionada pelo professor Olavo? Foi uma feliz surpresa e espero que muitos queiram participar, pois o motivo é nobre e importante, temos que apoiar o presidente Bolsonaro ou corremos o grande risco de voltar à estaca zero. Eu não quero correr nenhum risco quanto a esse assunto, nem grande, nem médio, nem pequeno, nem mesmo minúsculo ou insignificante. Por que não (alguém pode questionar)? Porque não será insignificante o estrago em nossas vidas se Bolsonaro ficar enfraquecido ou mesmo se conseguirem derrubá-lo. Não, eu não sou vidente, isso que acabo de escrever é o que eu penso, depois de viver sob a má gestão de outros governos e depois de ver o que já fizeram até agora, e continuam a fazer.

Para surpresa nenhuma e de ninguém, os abutres que não dormem e que parecem sofrer de abstinência de dinheiro público, desde janeiro deste ano, já publicaram seus textos cheios de ironias e de ódio. Sim, um ódio fora do comum por este governo e por quem o defende. Na mensagem vinda das profundezas do Inferno, um invejoso diz que paus-mandados do Olavo de Carvalho resolveram criar uma militância (Que abuso! Será que pensam que este governo não tem direito a militância para apoiá-lo? Ou somente governos de esquerda podem fazê-lo?).

Um outro olho grande confirma seu coleguinha de maldades, com bastante destreza, que seremos “zumbis seguidores de seita” e que, vejam só, ele foi barbaramente atacado com mentiras! Porque ele, esse anjinho bochechudo, de cabelinhos cacheadinhos cor de mel, ousou discordar das narrativas oficiais, eis a razão que aponta para tais “ataques”. Somente por isso, meu Deus do Céu?! Olha, vocês são muito malvadões, ai, ai, ai! Então, santinho do pau oco, deixe-nos discordar das suas narrativas também, ou nós, os puxa-sacos não temos esse direito? É um direito reservado aos donos, herdeiros natos, da razão?

Bem, se eu já estava com vontade de participar, agora a minha vontade ultrapassou até as minhas possibilidades, que são limitadas à minha condição humana (é, eu não sou um robô), porque o queria mesmo era me multiplicar em dez, cem, mil, milhões… de militantes pró-Bolsonaro. Mas, espere um pouco! Eu posso, visto que eu e vocês formamos um só! Somos uma unidade formada por pessoas dispostas a não perder a única chance que temos! Então, eu já fiz a minha inscrição e, ao contrário do que dizem as más, as malvadas e irônicas línguas, não quero nada em troca, a não ser continuar vendo meu país no caminho certo e não na estrada da perdição.

Gogol, para Vida Destra, 16/09/2019.

Gogol

Últimos posts por Gogol (exibir todos)

Sua participação é muito importante para nós do Vida Destra. Participe, comente e interaja!