Criada por um decreto de Getúlio Vargas, era chamada inicialmente de Ordem dos Velhos Jornalistas do Brasil, e só passou a existir efetivamente em 28 de março de 1957.

É uma sociedade civil sem fins lucrativos, constituída sob a forma federativa exercendo atividades assistenciais e jornalísticas, tendo como objetivo manter vivo o espírito de solidariedade, harmonia e a defesa da classe em todo o território Nacional.

Em 1°de dezembro de 1989, a Lei n°1578 tornou a Ordem dos Jornalistas do Brasil de Utilidade Pública.

A Ordem dos Jornalistas do Brasil – OJB é reconhecida desde 1998 como a legítima entidade para outorgar a Medalha do Mérito Jornalístico, a maior láurea da Imprensa Brasileira, através do Decreto Federal nº 2.605 de 25/05/1998, assinado pelo ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso.

O Presidente da OJB também ocupa o cargo de Presidente Nato do Conselho do Mérito Jornalístico e é detentor do voto de qualidade para a concessão da Medalha.

A Ordem dos Jornalistas do Brasil é uma entidade comprometida em manter vivo o espírito de solidariedade e defesa da classe em todo o território Nacional, visando ser uma organização de excelência, sendo voz influenciadora nas decisões referentes ao trabalho da imprensa junto aos Três Poderes, em prol do bem comum.

O intuito da OJB é fortalecer a categoria na defesa do bom Jornalismo, isento, sério e responsável, baseando-se em princípios éticos que regem a atividade e toda a conduta que se espera do profissional de comunicação.

A diretoria está empenhada em trazer ferramentas acessíveis, para que você, jornalista, possa se atualizar e se qualificar através de atividades e cursos voltados para o bom desempenho profissional.

A Ordem dos Jornalistas do Brasil oferece também para seus associados apoio jurídico, quando necessário no cumprimento de seu trabalho.

Deseja-se, acima de tudo, que o profissional da comunicação exerça com orgulho a profissão que escolheu como atividade principal, sempre pautado no respeito e confiança para com a sociedade que o acompanha em seus trabalhos.

Prêmio Hipólito da Costa – PATRONO DA IMPRENSA BRASILEIRA

Em 2010, a Ordem dos Jornalistas do Brasil (OJB) realizou a 2ª Edição da PREMIAÇÃO HIPÓLITO DA COSTA – Diploma de Mérito Profissional, que consagra o desempenho de diversos profissionais ligados à área de comunicação, educação e empreendedorismo, que desenvolveram um papel importante.

Personalidades como Paulo Henrique Amorim, âncora do Domingo Espetacular da Rede Record, os jornalistas Celso Freitas – Rede Record; Luciano do Valle – Band; Chico Pinheiro – Rede Globo; Salete Lemos – CNT; Eduardo Grillo – Globo News e Antônio Carlos – Rádio Globo, também receberam a medalha e diploma. Entre os empresários homenageados, Hélio Castor Maciel – presidente da ADERJ e José de Souza e Silva – presidente da Bolsa de Gêneros Alimentícios do Rio de Janeiro, deram continuidade a solenidade. Na categoria música, com 30 anos de sucesso, a banda Roupa Nova, representada pelos músicos Kiko e Paulinho, receberam o merecido prêmio. E, aplaudido de pé, por sua determinação, exemplo de vida e superação, o Maestro João Carlos Martins, emocionou a todos com sua simpatia e talento incontestável ao receber a medalha.

A premiação Hipólito da Costa, da Ordem dos Jornalistas do Brasil, além de homenagear aqueles que sempre se destacaram na imprensa nacional, de maneira brilhante, homenageia também com o diploma do Mérito Profissional, excelentes profissionais na área de segurança pública, empresários, autoridades e música, fechando com chave de ouro o “hall” daqueles que lutam por um país melodiosamente melhor. Atualmente, a premiação ocorre anualmente.

Hipólito da Costa é considerado o patrono da Imprensa no Brasil, uma vez que seu jornal, “O Correio Brasiliense”, foi o primeiro a circular no país em 1808. Também coube a ele, a cadeira 17 da Academia Brasileira de Letras, como iniciador da imprensa brasileira.

Com a transformação social e politica no mundo, e principalmente no Brasil, a OJB também passa por mudanças, optando por um jornalismo isento, claro, mas que respeita os valores de um povo conservador que tem como princípios básicos Deus, pátria e família.

Conheça mais em http://ojb.org.br/

 

Claiton Appel, para Vida Destra, 02/11/2020
Vamos discutir o Tema! Sigam-me no Twitter @appel67

Acompanhe me
Subscribe
Notify of
guest

3 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Nunes
Admin
1 ano atrás

Obrigado por nos falar mais sobre a OBJ, eu realmente não conhecia.

Sander R. Souza
Editor
1 ano atrás

Parabéns pelo esclarecedor artigo!

Luiz Antonio
Luiz Antonio
1 ano atrás

No art. de orgulho p/ @appeal67 , diretor da OJB, que busca um jornalismo isento é sério, gostaria q comentasse a matéria da jornalista Raquel Krähenbühl do Globonews, que mencionou o possível contato de Bolsonaro com Joe Biden, bem como tratar um jornalista como blogueiro.