Por Sander Souza

Twitter: @srsjoejp Instagram: @sander_r_s

 

Palmeiras x Cerro Porteño – Libertadores 2022

Oitavas de Final – Jogo de Volta

 

Pré Jogo

Quando surge, galera alviverde!

Viramos mais uma vez a chave e novamente voltamos as nossas atenções para a Libertadores. Hoje receberemos a equipe do Cerro Porteño no Allianz Parque, para a partida de volta das oitavas de final da competição continental.

Vindo da derrota por 2×0 para o Athletico-PR na partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras entra em campo com a vantagem de ter vencido o jogo de ida no Paraguai por 3×0, o que lhe dá certa tranquilidade no placar agregado já que o Cerro só se classifica se vencer por 4 gols ou mais de vantagem. Caso o time paraguaio consiga igualar o placar agregado, a classificação para as quartas de final será decidida nos pênaltis.

O Palmeiras venceu as oito últimas partidas pela Libertadores. Com isso, igualou o recorde histórico da competição, que pertencia ao Peñarol de 1966, ao Estudiantes de 1968 a 1970, ao Cruzeiro de 1976, ao Vasco de 2001 e ao Santos de 2007. Ou seja, se garantir mais um triunfo diante do Cerro Porteño, no Allianz Parque, o Verdão será o recordista isolado, chegando a nove resultados positivos de forma consecutiva.

Se passar pelo Cerro Porteño, o Palmeiras se tornará o primeiro clube brasileiro a disputar a fase de quartas de final da Libertadores por cinco edições consecutivas. No total, o time alviverde disputou as quartas do Continental em dez oportunidades, passando em sete delas e sendo eliminado em outras três.

Na vitória por 3 a 0 contra o Cerro Porteño, no Paraguai, o Palmeiras atingiu a maior série invicta de sua história pela competição internacional: 15 partidas. O recorde geral é do Atlético-MG, com 18.

Palmeiras e Cerro Porteño são velhos conhecidos em disputa de Libertadores, já que mediram forças em cinco edições antes do duelo de 2022: quatro vezes pela fase de grupos (1999, 2001, 2005 e 2006) e uma vez pelas oitavas de final (2018, com o Verdão avançando de fase). Já contabilizando o primeiro encontro pelas oitavas de final de 2022, são 11 jogos, com cinco vitórias, quatro empates e duas derrotas.

Preparação

Após o jogo pelo Brasileirão na noite de sábado (2), o elenco do Palmeiras descansou no domingo (3) e se reapresentou na manhã de segunda-feira (4) na Academia de Futebol para dar início à sua preparação para o confronto desta noite.

Como é praxe, os atletas que atuaram por 45 minutos ou mais contra o Furacão fizeram atividades regenerativas na parte interna do Centro de Excelência. Os demais participaram de uma atividade técnica com ênfases específicas como enfatizar a largura, a profundidade do campo etc.

Preservado contra o Athletico-PR, o lateral-direito Marcos Rocha treinou em tempo integral junto dos jogadores que atuaram poucos minutos ou não jogaram no Allianz Parque. O lateral-esquerdo Jorge, que foi desfalque do último compromisso pelo protocolo de Covid-19 da CBF, também trabalhou sem restrições. O meio-campista Jailson, em recuperação de uma lesão no joelho direito, cumpriu cronograma tanto internamente quanto no gramado.

O atacante Gabriel Veron se apresentou nesta manhã com um corte no pé direito sofrido na noite de domingo (03). Ele foi submetido a exames, recebeu 11 pontos no local do ferimento e iniciará tratamento nos próximos dias.

Os jogadores Wesley e Marcos Rocha (D), da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

O Verdão prosseguiu com o treinamento na manhã de terça-feira (5), na Academia de Futebol. No gramado, a comissão do Professor Abel Ferreira comandou um trabalho tático intenso em dimensões reduzidas, e a atividade frequentemente foi paralisada para orientações aos atletas. Na parte final, os atacantes aprimoraram finalizações tanto da parte central da área quanto partindo das laterais. O meio-campista Jailson e o atacante Gabriel Veron fizeram atividades internas de recuperação com o Núcleo de Saúde e Performance.

Os jogadores Danilo e Raphael Veiga (D), da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

Escalação

Pendurados: não há
Suspenso: não há
Desfalques: Gabriel Veron (corte no pé direito) e Jailson (lesão no joelho direito)

Para esta importante partida muitos torcedores esperam que o Professor Abel Ferreira envie a campo um time misto, aproveitando a vantagem da vitória por 3×0 no jogo de ida e considerando o próximo compromisso do Verdão, contra o Fortaleza, pelo Brasileiro.

Desta forma, o Palmeiras deve entrar a campo com a seguinte formação: Weverton fechando o nosso gol; Mayke na lateral direita e Piquerez na lateral esquerda; Gustavo Gómez e Luan na zaga; Danilo, Gabriel Menino e Raphael Veiga no meio-campo; Wesley, Rafael Navarro e Dudu na linha de ataque. Time organizado num aparente esquema tático inicial 4-3-3.

Dado o retrospecto recente em relação ao Cerro Porteño e considerando jogarmos em casa com lotação máxima, creio que temos plenas condições de superar mais uma vez a equipe paraguaia e garantir a nossa vaga nas quartas de final da Libertadores. Meu único “porém” é em relação ao Navarro como titular no ataque, que dá uma certa insegurança já que ele tem jogado muito mal.

O Jogo

Com a vantagem no placar agregado, o Verdão poderia entrar retrancado e segurar o placar mas preferiu aproveitar a necessidade de gols do CP, que certamente o faria atacar, para explorar os espaços que se abririam e usar o contra-ataque.

Aos 7 minutos tivemos uma boa oportunidade em jogada de Dudu pela direita, com cruzamento na área, levando perigo ao gol de Jean.

O jogo prosseguiu com ambos os times disputando a posse de bola e buscando a construção de jogadas no ataque, com o Verdão não se limitando aos contra-ataques. Aos 25 minutos, boa oportunidade com o Wesley, que cruzou na área e Luan desviou de cabeça mas mandou a bola pra fora!

Dois minutos depois nova oportunidade, com o Mayke rolando para o Veiga, que finalizou e mandou a bola por cima da meta!

O jogo seguia com bom ritmo e ambas as equipes dando combate e aos 34 minutos Navarro sentiu a coxa direita e precisou ser substituído pelo Rony. O Rústico nem bem tinha entrado em campo e já foi acionado em jogada que teve início com o Wesley, que partiu em velocidade pela esquerda e cruzou na área para o Rony finalizar e quase abrir o placar!

Apenas dois minutos depois, o Verdão manteve a pressão sobre o CP e Mayke invadiu a área paraguaia e tocou para o meio mas a zaga adversária conseguiu interceptar a jogada e afastar o perigo!

Aos 37 minutos, após cobrança de escanteio e uma confusão na área, o placar foi aberto no Allianz Parque! A princípio todos creditaram o gol ao nosso xerifão Gómez mas nosso zagueiro afirmou não ter sido ele! Depois de confirmação nas imagens, ficou claro que se tratou de um gol contra de Samudio!

Aos 40 minutos Gabriel Menino fez uma falta no jogador paraguaio e ganhou um cartão amarelo. Na cobrança, Aquino chutou no ângulo e Weverton foi buscar fazendo uma defesaça!!

Na sobra, Menino mandou um foguete para o gol e quase ampliou o placar! Após dois minutos de acréscimos, o primeiro tempo terminou no Allianz Parque. Placar parcial: Palmeiras 1×0 Cerro Porteño.

Foi um primeiro tempo até que movimentado mas sem grande perigo para o Verdão. Em certos momentos, chegou a ser um jogo sonolento! Nosso sistema defensivo atuou bem e nosso ataque conseguiu boas jogadas. Vale registrar que o jogo mudou após a substituição do Navarro pelo Rony, ficando mais rápido.

Voltamos para a segunda etapa e o Professor Abel Ferreira fez nova substituição no intervalo, com a entrada de Zé Rafael no lugar de Gabriel Menino, amarelado.

Já entramos em campo em ritmo acelerado e logo aos 5 minutos Dudu chutou na área para o Mayke, que cruzou rasteiro e obrigou o goleiro Jean a fazer a defesa! Aos 17 minutos, boa oportunidade em cruzamento de Zé Rafael para a área, com o Veiga desviando de cabeça e mandando a bola por cima do travessão!

No minuto seguinte, linda arrancada de Wesley, que cruzou rasteiro obrigando o goleiro Jean a fazer bela defesa!

Aos 22 minutos o Professor Abel Ferreira fez novas substituições, com o Breno Lopes e o Atuesta entrando no lugar de Dudu e Raphael Veiga.

Aos 27 minutos, belo toque do Mayke para o Rony, que mandou uma bomba no canto esquerda do goleiro Jean, que até foi buscar, em vão! Placar ampliado no Allianz Parque! Palmeiras 2×0 Cerro Porteño!

Nem bem terminamos a comemoração do nosso segundo gol e Breno Lopes aproveitou a oportunidade e guardou o seu também! Placar ampliado no Allianz Parque! Palmeiras 3×0 Cerro Porteño!

E o bombardeio alviverde não parou por aí! Com a torcida ainda comemorando os dois gols anteriores, Gómez também fez o dele. Desta vez era realmente gol do nosso xerifão! Placar ampliado mais uma vez no Allianz Parque! Palmeiras 4×0 Cerro Porteño!

Foram 3 gols entre os 27 e os 33 minutos da segunda etapa!! Poucos imaginavam que seria um placar assim! Mas a noite ainda reservava uma surpresa para a torcida palmeirense!

Logo após o nosso quarto gol, o Professor Abel Ferreira fez a nossa última substituição, com a entrada de Kuscevic no lugar de Danilo. Aos 37 minutos, a torcida palmeirense presente no Allianz Parque e todos os que estavam acompanhando pelo mundo testemunharam a realização de um sonho! Rony ampliou o placar, fazendo um golaço de BICICLETA! Uma pintura! Meu Deus, que fase maravilhosa! Placar ampliado no Allianz Parque! Palmeiras 5×0 Cerro Porteño!

Após dois minutos de acréscimos a partida terminou no Allianz Parque. Placar final: Palmeiras 5×0 Cerro Porteño! Placar agregado: Palmeiras 8×0 Cerro Porteño!

Que jogo, meus amigos! Realmente o nosso Verdão sabe jogar na Libertadores. O jogo de hoje praticamente renovou os ânimos da torcida alviverde depois da derrota sofrida no sábado, no mesmo Allianz Parque, para o Athletico-PR pelo Brasileirão.

Estamos nas quartas de final da Libertadores pela quinta vez consecutiva! Além disso, o Palmeiras acumula um novo recorde: são nove vitórias consecutivas, posição que ocupa de forma isolada. E chegamos a 16 partidas em nossa série invicta, a maior da nossa história na competição continental.

Com a nossa classificação, enfrentaremos o Atlético-MG nas quartas de final da competição. Seguimos firmes na busca pela Glória Eterna pela terceira vez consecutiva e quarta vez na história!

Vamos comemorar esta bela vitória! Corneta? Nem sei o que é isso! kkkk

Nosso próximo compromisso será no domingo (10), quando iremos à capital do Ceará enfrentar a equipe do Fortaleza na partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Até lá e #AvantiPalestra 

 

*Sander Souza é editor do Vida Destra Esportes.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd, no Canal do Telegram: https://t.me/EsportesVD e venham participar também do nosso grupo de debates de esportes: https://t.me/BotecoVDE

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Sigam
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments