Por Sander Souza

 

Na nossa pátria de chuteiras, onde todo mundo é técnico de futebol, é difícil que haja unanimidade quanto à qualidade do time que entra em campo, pois sempre achamos que o técnico deveria ter escolhido este ou aquele jogador. Mas hoje a torcida alviverde é unânime em considerar errada a escalação do Luan, para jogar como titular neste segundo jogo da Recopa. Essa competição, com apenas duas partidas, reúne o atual campeão da Libertadores (Palmeiras) e o da Sul-Americana (Defensa y Justicia).

É com essa pressão vinda da torcida, que o elenco escolhido pelo técnico Abel Ferreira entrou em campo hoje (14), no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo, pelo placar de 2×1, o que lhe garantia o título com um empate, o Palmeiras sofreu forte pressão já no início do primeiro tempo, o que era esperado. E foi essa pressão, que causou várias faltas por parte do DYJ, que levou ao pênalti que deu o primeiro gol ao Palmeiras.

Mas a tranquilidade durou pouco, apenas oito minutos depois o DYJ conseguiu o empate. Comparado com o jogo contra o Flamengo, que foi um baita jogão, nesse eu esperava um jogo um pouco mais fraco, mesmo em se tratando de uma final tão importante. Mas ambos os times mostraram um bom futebol, com os times explorando bem as oportunidades e o Palmeiras sofrendo pressão durante praticamente todo o primeiro tempo. E o desenrolar do jogo mostrou que de fraco o jogo não teria nada!

No segundo tempo, a pressão do DYJ sobre o Palmeiras permaneceu, tanto com as jogadas bem aproveitadas, como com as faltas sobre os jogadores do Palmeiras. E para complicar, num lance polêmico, o juiz expulsou Viña, deixando o verdão com um jogador a menos, faltando mais de 20 minutos para o término do tempo normal. A pressão que o Palmeiras já vinha sofrendo só piorou, e segurar o resultado seria difícil.

Merece destaque a péssima atuação do juiz! E não é chororô, mas realmente a atuação do juiz deixou muito a desejar!

O jogo ficou mais difícil nos minutos finais, com o Abel Ferreira fazendo substituições de forma a fechar o campo palmeirense, com o time ficando todo na defensiva. O que foi uma decisão acertada, pois com um jogador a menos, o alviverde tinha que fazer todo o possível para segurar o empate que lhe garantiria a vitória.

Foi um sufoco acompanhar os cinco minutos de acréscimo! E o Benitez conseguiu, aos 48 minutos, nos acréscimos do tempo normal, desempatar o jogo, levando a partida para a prorrogação. Se já tinha sido difícil aguentar a pressão no tempo normal, mais trinta minutos jogando com um homem a menos realmente seria muito complicado! Desse jeito vou parar de escrever sobre o meu verdão, será que sou pé frio? (risos).

Tenho que registrar aqui a excelente atuação do goleiro Weverton, que fez defesas fantásticas!

Depois de um pênalti a favor do verdão, cobrado pelo Gustavo Gómez e defendido pelo goleiro, houve confusão em campo que acabou com a expulsão de Vitor Castanheira, deixando os dois times com o mesmo número de jogadores, aliviando um pouco a pressão sobre o Palmeiras. Se Gómez não tivesse perdido o pênalti, estaríamos mais tranquilos. Mas nada é fácil para nós torcedores, que precisamos ter um coração de aço para suportar este tipo de tensão!  E se eu achava que seria um jogo morno, tenho que reconhecer que de morno não teve nada!

Passados os trinta minutos da prorrogação, o jogo foi para os pênaltis. Mais uma decisão nos pênaltis, depois do que aconteceu contra o Flamengo!

E infelizmente, o Palmeiras perdeu dois pênaltis, e foram duas derrotas seguidas nos pênaltis. O Palmeiras jogou bem, o Defensa y Justicia também veio pra cima de forma forte, e conseguiu garantir a vitória.

O que fica evidente é que nossa equipe precisa ser reforçada, para que possamos disputar os grandes torneios que teremos pela frente ao longo do ano. Temos um bom elenco, mas temos que ter em mente que se quisermos ter bons resultados, teremos que elevar ainda mais o nível da equipe. Mesmo assim, deixo aqui o meu apoio ao meu time do coração!

*Sander Souza é editor e colunista do Vida Destra

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD e no Instagram: @esportes_vd

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Sigam
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments