Por Sander Souza                                                                                                        @srsjoejp

 

Quando surge, amigos palestrinos.

Depois do vexame de quarta-feira, quando fomos eliminados da Copa do Brasil pelo CRB de Alagoas, confesso que perdi um pouco da vontade de escrever esta resenha. Porém, por se tratar de um jogo contra os nossos arquirrivais gambás, não poderia deixar o meu Verdão sem esta resenha, pois através dela mostro o quanto amo o meu time!

O dia 12 de junho, também chamado de Dia da Paixão Palmeirense, marcou a nossa vitória por 4 a 0 sobre o Corinthians, na final do Campeonato Paulista de 1993, quando encerramos um jejum de 16 anos sem títulos.

Hoje defenderemos uma invencibilidade de seis partidas contra os gambás. Mas depois da vergonha que passamos na quarta passada, só um massacre em campo poderá aliviar o sofrimento dos corações alviverdes. Receberemos o Corinthians em casa, em partida válida pela terceira rodada do Brasileirão.

O Verdão treinou nos dias 10 e 11/6, e os treinos mostraram os nossos reservas interagindo e treinando com muitas Crias da Academia. Poucos jogadores do time principal estavam presentes, o que me deixou em dúvida quanto ao elenco que seria escalado para este importante duelo.

O jogador Pedro Bicalho, durante o treino na Academia de Futebol em 10/06.
Os jogadores Víctor Luís, Gustavo Scarpa e Breno Lopes, durante o treino na Academia de Futebol em 11/06.

Para esta partida, o Professor Abel Ferreira montou um time no esquema 4-3-3, com o Jailson fechando o nosso gol; Renan e Luan, na zaga; Victor Luís, na lateral esquerda e Mayke, na lateral direita; Felipe Melo, Gustavo Scarpa e Raphael Veiga, no meio campo; Wesley, Luiz Adriano e Rony, no ataque. Este elenco já jogou antes, está entrosado. Pelo jeito, o professor resolveu apostar num elenco bem entrosado contra os gambás. Com certeza terá torcedores reclamando da escalação do Victor Luís!

Começamos metendo pressão nos gambás, já mantendo maior posse de bola desde o início da partida. E a pressão surtiu resultado, aos 2 minutos Wesley manda a bola para a área, e Veiga chegou em velocidade e bateu forte, mandando a bola pro fundo da rede! Porco 1 x Gambás 0!!

Seguimos na pressão, com os gambás fazendo de tudo pra tentar segurar o exército alviverde, com faltas correndo soltas, apesar do juiz não marcar quase nenhuma! O Verdão estava dominando a partida, aos 31 minutos, numa das poucas jogadas a gol dos gambás, nosso Jailson fez uma linda defesa! Após essa jogada, os gambás tentaram criar jogadas, mas o time deles é ruim pra caramba!

Seguindo na pressão, aos 41 minutos Rony bateu de longe, mas a bola passou por cima do gol dos gambás. Na sequência, aos 42 minutos, numa tabela entre Scarpa e Luiz Adriano, a bola termina na trave!!

Voltamos para o segundo tempo com a mesma formação e equipe. O segundo tempo começa equilibrado, com ambas as equipes buscando a posse de bola e a criação de jogadas, mas com a vantagem do Verdão.

Aos 2 minutos, Luiz Adriano recebeu na entrada da área, driblou um dos gambás e bateu por cima do gol.  Aos 7 minutos, numa cobrança de falta adversária, Jailson fez mais uma linda defesa!  Porém, aos 9 minutos, os gambás chegaram ao nosso gol. Porco 1 x Gambás 1!

Aos 11 minutos, Abel Ferreira fez as nossas primeiras substituições, com Breno Lopes e Willian, entrando em substituição a Wesley e Luiz Adriano. Logo em seguida, aos 12 minutos, Veiga bateu forte para o gol, mas o goleiro Cássio fez a defesa!

O Verdão voltou visivelmente mais fraco no segundo tempo, jogando com o freio de mão puxado! Aos 23 minutos, Victor Luís cruzou para Breno Lopes na pequena área, que cabeceou pra fora! Não dá pra perder gol assim! Aos 29 minutos, mais um gol perdido numa cobrança de escanteio, com o Felipe Melo subindo e cabeceando pra fora!

Aos 31 minutos, Willian Bigode marcou pro Verdão, mas após longuíssima análise pelo VAR, o gol foi cancelado, pois o Rony foi considerado impedido. Aos 40 minutos, novas substituições, com Deyverson e Marcos Rocha entrando em substituição a Rony e Mayke. Foi a reestreia de Deyverson com a nossa camisa! Já nos acréscimos, aos 49 minutos, Felipe Melo bateu de fora da área, na última jogada digna de registro da partida. Fim de jogo no Allianz Parque: Porco 1 x Gambá 1.

Péssimo resultado! Com todo o respeito aos amigos palestrinos, mas foi uma bosta! Depois do vexame da quarta-feira, tínhamos que massacrar os gambás para tentar recuperar pelo menos um pouquinho do nosso orgulho alviverde. Embora nosso time tenha bons jogadores, eles não são acima da média, e a impressão que tenho é que nosso time chegou no limite daquilo que esse elenco pode apresentar.

Mais um resultado que deixou a todos nós, torcedores, inconformados com o desempenho do time.

REAGE VERDÃO!!

 

*Sander Souza é diretor de jornalismo do Vida Destra.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd e no Canal do Telegram : https://t.me/EsportesVD

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org

 

 

Sigam
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Hercilia Maria Conti
Hercilia Maria Conti
4 meses atrás

Meu Deus…. está difícil assistir aos jogos do Verdão. Hoje, o começo foi avassalador. Depois foi-se encolhendo…dando o campo pra eles. No segundo tempo, levamos o gol de empate e aí o time se perdeu…que lástima…

Nunes
Admin
Reply to  Hercilia Maria Conti
4 meses atrás

Concordo também Hercilia Maria Conti . Eu assisto mais os jogos da Premier League, mas passei a ver os jogos do Brasileirão também. O Palmeiras está saindo do rumo.

Sander Souza
Editor
Reply to  Hercilia Maria Conti
4 meses atrás

Realmente não está fácil! Eu esperava muito mais dessa partida, ainda mais depois do vexame contra o CRB!