Por Sander Souza                                                                                                        @srsjoejp

 

Palmeiras x São Paulo (Choque-Rei) – Brasileirão

33ª Rodada

 

Pré Jogo

 

Quando surge, amigos palestrinos!

O maior campeão do Brasil segue na batalha pela permanência entre os times do topo da tabela do Campeonato Brasileiro, e hoje entrará em campo no Allianz Parque para enfrentar o Tricolor paulista, em um Choque-Rei válido pela 33ª Rodada da competição.

Vindo da derrota para o Fluminense, no último domingo, depois de uma sequência de seis vitórias consecutivas, o Verdão deverá entrar em campo hoje disposto a garantir não apenas mais três pontos, mas também disposto a ajudar a pavimentar o caminho do rival rumo à Série B do Brasileirão. A rivalidade deve entrar em campo hoje!

O retrospecto é positivo para o Verdão: esta será a 50ª vez, em toda a história, que receberemos o Tricolor em nossa casa, considerando as partidas disputadas no Palestra Itália, Parque Antarctica e no atual Allianz Parque, com 25 vitórias, 12 empates e 12 derrotas. Desde a inauguração, em 2014, o São Paulo é o time que mais perdeu para o Palmeiras no Allianz Parque: dos 13 confrontos, o Verdão venceu 9, empatou 2 e perdeu apenas 2. E o Tricolor é o time que mais tomou gols, com 27 no total!

O Verdão treinou nos dias 15 e 16/11, e também na manhã de hoje, na Academia de Futebol. Houve treino técnico para o aperfeiçoamento de transições, construção de jogadas e simulações de jogo. Também houve o treino de cruzamentos e finalizações. Na manhã de hoje o elenco fez movimentações físicas e táticas, como parte da preparação.

Os jogadores Deyverson e Danilo Barbosa, durante treino na Academia de Futebol em 15/11/2021.
O goleiro Weverton, durante treino na Academia de Futebol em 16/11/2021.

Para este confronto, o Professor Abel Ferreira não poderá contar com os jogadores Felipe Melo (3 cartões amarelos), Dudu (cartão vermelho) e Deyverson (cartão vermelho), além de Gustavo Gómez e Piquerez, ausentes para defender as seleções do Paraguai e Uruguai pelas Eliminatórias. Desta forma, o Professor montou um time com o aparente esquema tático 4-3-3, e praticamente inverteu a escalação padrão, mandando a maior parte dos reservas como titulares, e deixando os titulares como reservas: Weverton, fechando o nosso gol; Marcos Rocha, na lateral direita e Jorge, na lateral esquerda; Renan e Benjamin Kuscevic, na zaga; Patrick de Paula, Danilo e Matheus Fernandes, no meio campo; Luiz Adriano, Breno Lopes e William, no ataque. É difícil avaliar a equipe montada pelo Professor, pois jogadores como Jorge e Matheus Fernandes praticamente nem jogaram nos últimos tempos, assim como o Willian, que ficou várias partidas ausente. Será que estes jogadores terão ritmo de jogo para enfrentar o desesperado São Paulo? Veremos!

O Jogo

O Verdão iniciou a partida já tentando se impor sobre o Tricolor, buscando a posse de bola. Já aos dois minutos, em cobrança de falta próxima à área são paulina, Patrick de Paula chutou para Jorge, que bateu em cima da zaga adversária. Pouco depois, aos cinco minutos,  Breno Lopes avançou pela direita e cruzou na pequena área, mas Willian não chegou a tempo para desviar a bola!

Aos nove minutos, Marcos Rocha cobrou lateral cruzando na área, e Luiz Adriano subiu mas cabeceou para fora! Nos primeiros dez minutos de jogo, o Verdão manteve maior posse de bola, mas o time não mostrou um bom entrosamento, com alguns jogadores apresentando um ritmo de jogo aquém do necessário.

Estes fatores, somados aos erros de passes e de finalização, acabaram permitindo que os bambis chegassem ao nosso gol, aos 24 minutos, abrindo o placar no Allianz Parque! Porco 0x1 Bambis.

Aos 27 minutos, Breno Lopes cruzou na área e Danilo desviou de cabeça, mas mandou a bola por cima da meta! O Verdão estava mostrando um futebol muito abaixo daquele que os mais de trinta e cinco mil torcedores presentes no Allianz Parque gostariam de ver. Tive a impressão que o Alviverde mostrava mais nervosismo do que o Tricolor, que é quem deveria estar nervoso pelo perigo de cair para a série B!

Fim de Primeiro tempo no Allianz Parque: Palmeiras 0x1 São Paulo.

Se a intenção era poupar o time titular, a estratégia não deu certo, pois para reverter o resultado, o Professor teria que colocar os titulares no segundo tempo. Na minha opinião, deveria ter sido o contrário, deveríamos ter colocado os titulares no primeiro tempo e garantido o resultado na primeira etapa e poupar os titulares na segunda. Será que o Professor Abel Ferreira conseguirá “consertar” o estrago durante o intervalo?

Voltamos para o segundo tempo sem alterações…

Embora o Verdão tentasse, o resultado não vinha. Dificuldades na construção de jogadas, erros de passe e finalização, acabaram permitindo que o Tricolor chegasse mais uma vez ao nosso gol, aos 15 minutos. Palmeiras 0x2 São Paulo.

Precisamos tomar dois gols para que finalmente o Professor resolvesse fazer ajustes no nosso time, e aos 18 minutos Wesley entrou em substituição ao William. Aos 22 minutos, novas substituições, com Raphael Veiga, Gustavo Scarpa e Rony entrando em substituição a Matheus Fernandes, Breno Lopes e Luiz Adriano.

Aos 24 minutos, Scarpa avançou e finalizou, mas a defesa Tricolor conseguiu travar a jogada, e na sobra Patrick de Paula bateu por cima do gol! Aos 30 minutos, Zé Rafael entrou em substituição a Patrick de Paula. Aos 39 minutos, Rony cruzou na área e Zé Rafael bateu de primeira e mandou por cima do gol.

Aos 43 minutos, Scarpa cobrou falta direto no gol e obrigou Volpi a fazer a defesa! Aos 45 minutos, o Tricolor chegou novamente ao nosso gol, porém o VAR acusou impedimento e anulou o gol. Fim de jogo no Allianz Parque: Palmeiras 0x2 São Paulo.

Está contente, Abel Ferreira? No dia que o nosso estádio recebeu o maior público em tanto tempo, para um clássico contra um rival que corria risco de cair para a série B, você conseguiu fazer uma cagada monstruosa! Sempre evitei cornetar você, mas hoje o que você fez foi imperdoável. Queria poupar os titulares? Hoje não era esse dia! Será que você não tem ideia da rivalidade entre as equipes? Fomos humilhados em casa, e isto eu coloco na SUA conta.

E não venham com o papinho de “ain não podemos criticar, temos que apoiar por causa da final da Libertadores“! Jamais deixarei de apoiar o meu Verdão, mas isso não significa fechar os olhos para este tipo de situação!

Hoje vou parar por aqui, senão descerei ainda mais o nível desta resenha.

#AvantiPalestra

 

*Sander Souza é editor do Vida Destra.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd e no Canal do Telegram : https://t.me/EsportesVD

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org

 

Sigam
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments