O Governo Bolsonaro lançou o PIX, em novembro de 2020, como principal meio de transferência de valores e pagamentos, mas pretende colocar no mercado, no início do próximo semestre de 2023, uma outra modalidade, o PIX PARCELADO ou o denominado PIX GARANTIDO, que se tornará uma ameaça ao cartão de crédito, uma vez que terá juros menores do que os atuais 350% a.a., conforme notícia da Tribuna Online, de 23 de junho de 2022.

Atualmente, o PIX, com mais de 128 milhões de usuários cadastrados até maio de 2022, foi um instrumento de inclusão financeira, criado pelo Banco Central do Brasil, de modo que houvesse democratização do acesso aos meios de pagamento, permitindo que recursos fossem transferidos entre contas instantaneamente, a qualquer hora do dia, e incentivando a eletronização dos pagamentos de varejo.

Lembro que, com a bancarização acontecida com o auxílio emergencial, 38 milhões de brasileiros, conhecidos como “invisíveis” — pessoas que não tinham carteira assinada nem recebiam algum benefício social antes de terem direito ao auxílio —, passaram a receber o programa emergencial do Governo, principalmente através da Caixa Econômica Federal, o que lhes permitiu fazer pagamentos e transferências a custo zero.

Este foi o grande efeito do PIX, que levou as instituições financeiras a perderem receitas de prestação de serviços nas transferências monetárias, substituindo os meios tradicionais, como transferências intrabancárias, TED, DOC, cheque, boleto, cartão pré-pago e débito direto.

Como irá funcionar o PIX PARCELADO ou chamado PIX GARANTIDO, que algumas instituições financeiras já estão oferecendo a seus clientes através de um aplicativo? Basicamente, no pagamento via transferência ou pagamento pelo PIX, o usuário terá a opção de dividir em até 24 vezes, pagando juros, o valor total do boleto. Claro que a instituição financeira irá fazer uma análise de rating do cliente.

Atualmente, a instituição financeira ganha com o spread financeiro, ou seja, a diferença entre a taxa que paga por captar o recurso e a taxa que ganha com o empréstimo ao cliente, sendo que a ordem que provoca o endividamento das famílias nos financiamentos abrange: cartão de crédito (370% a.a.), cheque especial (116% a.a.) e crédito direto ao consumidor (37,6% a.a.), conforme valores médios divulgados pelo BACEN, em 28 de janeiro de 2022. Ao reduzir o endividamento das famílias e ofertar uma nova modalidade de crédito mais barata, por consequência, elas poderão consumir mais, ajudando a economia do país a crescer.

Entre as vantagens do PIX GARANTIDO para os lojistas, o parcelamento das compras poderá ajudar na otimização da gestão financeira e na melhoria do fluxo de caixa do negócio, permitindo assim negociar, com as operadoras de cartões de crédito, a redução das tarifas cobradas, com a garantia do recebimento dos valores parcelados. Outro fator de incentivo aos lojistas será o aumento do valor do tíquete médio de vendas, conforme notícia  do Olhar Digital, de 07 de julho de 2022.

Na outra ponta, os consumidores terão à disposição mais uma opção de crédito no mercado, inclusive com taxas de juros que deverão ser bem menores em relação às operadoras de cartões de crédito.

A utilização será totalmente tecnológica, sem a necessidade de cartões magnéticos, contribuindo no quesito de sustentabilidade, como ocorre atualmente com alguns bancos via utilização do cartão virtual, pelo aplicativo do celular. Com esta tendência do PIX GARANTIDO, os cartões serão usados cada vez menos, como outrora ocorreu com o talão de cheque, com a perspectiva de ir acabando o cartão de crédito físico, bem como a utilização do dinheiro em papel.

Concluo dizendo que, para isto, é crucial a reeleição do Presidente Bolsonaro, que disponibilizará uma nova modalidade de crédito, acreditando desde já que o nível de desemprego despenque definitivamente e a taxa de inflação arrefeça, permitindo reduzir os juros da economia, que serão fundamentais para o balizamento desta nova taxa de juros do PIX GARANTIDO.

 

 

Luiz Antônio Santa Ritta, para Vida Destra, 20/07/2022.
Sigam-me no Twitter! Vamos debater o meu artigo! @LuizRitta

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Rose Mary CarvalhoTelles
Rose Mary CarvalhoTelles
18 dias atrás

Muito bom e vamos em frente apoiando nosso Presidente! Até rimou…kkkk…grata, por nos informar, amigo Luiz Antônio, sou sua fã.

João Batista
João Batista
18 dias atrás

Excelente notícia, isso é fruto do trabalho incansável do melhor Presidente que o Brasil.

WELTON REIS DOS SANTOS
17 dias atrás

A informação relevante que temos que difundir é a “descoberta” de 38 milhões de brasileiros que foram apagados pelas estatísticas dos governos socialistas/populistas. Excelente artigo para esclarecer a mudança no setor financeiro.