Jerusalém – Segundo informações divulgadas pela emissora pública israelense KAN, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu fará uma viagem aos Emirados Árabes Unidos (EAU) nesta quinta-feira, onde se encontrará com o príncipe-herdeiro de Abu Dhabi, sheik Mohammed bin Zayed al-Nahyan. Ainda segundo a emissora, existe também a possibilidade que o príncipe-herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, possa se juntar a eles, embora esta informação não tenha sido confirmada pelos governos dos EAU e da Arábia Saudita.

A viagem ocorre alguns meses após os acordos de normalização das relações diplomáticas assinados no ano passado, entre Israel e os Emirados Árabes Unidos, e o Bahrein, e que foram intermediados pelo governo de Donald Trump.

O objetivo da visita do premiê israelense, além de abrir caminho para acordos comerciais entre os países, é fortalecer as relações com os países árabes da área do Golfo Pérsico, de forma a viabilizar uma possível reação conjunta frente a uma eventual ação militar iraniana. Israel, Arábia Saudita e os EAU tem preocupações similares em relação ao programa nuclear iraniano.

Além disso, ao estreitar os laços com estas nações, Israel pode abrir caminho para que outros países árabes também possam reconhecer o estado de Israel, e firmar acordos de paz que possibilitem normalizar as relações diplomáticas. Netanyahu, que concorre à reeleição no pleito que se realizará no próximo dia 23, quer usar os acordos de paz firmados com estes países, juntamente com a rápida resposta à pandemia de Covid-19, com a vacinação em massa dos cidadãos israelenses, como trunfos que permitam a vitória em uma eleição polarizada.

 

 

*Esta notícia pode ser atualizada a qualquer momento.

*Com informações da Reuters

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments