Em votação secreta, o Senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) foi eleito em primeiro turno nesta segunda-feira (dia 1 de Fevereiro), presidente do Senado e do Congresso Nacional, com mandato pelos próximos dois anos.

Pacheco recebeu 57 votos e superou os 21 recebidos por Simone Tebet (MDB-MS), única outra candidata a permanecer na disputa até o fim. A candidatura contou com o apoio do presidente Jair Bolsonaro e de 10 partidos como DEM, PSL, PSDB e alguns da oposição como o  PT, a Rede e o PDT.

O resultado da eleição no Senado, anunciado antes das 19h, foi o seguinte:

Rodrigo Pacheco (DEM-MG): 57 votos
Simone Tebet (MDB-MS): 21 votos

“Recebi apoios importantes de senadores e senadoras já manifestados, mais de uma dezena de partidos políticos que vão da direita à esquerda, da oposição e da base do governo. Vamos fazer disto uma grande oportunidade daquilo que apregoei minutos atrás: vamos fazer disto uma oportunidade singular para o Brasil de pacificação das nossas relações políticas e institucionais, porque é isso que a sociedade brasileira espera de nós”, disse Rodrigo Pacheco em discurso antes do início da votação.

 

Vamos discutir o Tema. Sigam o perfil do Vida Destra no Twitter @vidadestra !

Essa notícia poderá ser atualizada a qualquer momento com mais informações.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments