Por Lucas Barboza                                                                              @BarbozaLucaas

 

No dia 24 de Agosto iniciam-se os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. Apesar de estarmos em 2021, a organização do evento preferiu manter a nomenclatura igual ocorreu com as olimpíadas, que também ocorreu em 2021, e são esperados 4400 atletas que disputarão 540 eventos em 22 esportes. Nessa edição terá a introdução do Badminton e Taekwondo, mas a retirada da vela e futebol de sete.

A partir de hoje começarei a escrever sobre atletas paraolímpicos brasileiros, que muitas vezes passam despercebidos pela população, mas nunca esquecidos pelo esporte! Boa leitura!

 

Terezinha Aparecida Guilhermina

 

Terezinha Aparecida Guilhermina nasceu em Betim, 03 de outubro de 1978, é uma atleta paralímpica brasileira, especializada nas corridas de 100, 200 e 400 metros rasos, devido a deficiência visual está classificada para as classes T11 e T13 de corredores paralímpicos, essas classes que incluem os que possuem cegueira total.

Em 2000 concluiu a graduação em psicologia, mas sem encontrar vaga no mercado de trabalho e sem dinheiro para comprar um tênis de corrida, que tanto queria praticar, achou um maiô guardado no armário. Assim começou a praticar natação aos 22 anos, através de um programa de esportes para pessoas com deficiência, promovido pelo governo local, que oferecia oficinas de natação e atletismo, seu verdadeiro sonho.

Sua carreira paralímpica pode ser classificada um sucesso sem precedentes, e dentre suas medalhas estão:

» Bronze nos 400m rasos em Atenas 2004
» Ouro nos 200m rasos em Pequim 2008
» Prata nos 100m rasos em Pequim 2008
» Bronze nos 400m rasos em Pequim 2008
» Ouro nos 100m rasos em Londres 2012
» Ouro nos 200m rasos em Londres 2012
» Prata no revezamento 4x100m rasos T11-13 no Rio 2016
» Bronze nos 400m rasos no Rio 2016

Além de ser tricampeã paralímpica, foi 8 vezes campeã mundial e 9 vezes campeã parapan-americana.

Em 2006, foi eleita a Atleta Paralímpica do Ano, pelo Comitê Olímpico Brasileiro, em 2007 prestou o juramento do atleta na abertura dos Jogos Parapan-americanos do Rio 2007.

Terezinha é treinada pelo técnico Amauri Verissimo e seu guia é o atleta Guilherme Santana.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd e no Canal do Telegram : https://t.me/EsportesVD

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Sigam
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments