Ninguéns

Últimos posts por Áurea Lima (exibir todos)

  Conta-se a história de que todos os dias um leiteiro passava pelas casas de um vilarejo e ali deixava um litro de leite e recolhia os vasilhames vazios em sua rotina diária. Todas as vezes, quando tocava a campainha, ouvia: “Quem é?” E a resposta era quase que imediata: “Ninguém!” Um dia, já cansado dessa desfeita, o homem perguntou à criança porquê dizia que não era ninguém, se sempre o via chegando. A criança respondeu com toda inocência: “Falo isso pra mamãe não precisar vir atender a porta. Sei…

Ler mais