Neste artigo, vamos conhecer um pouco sobre o que está sendo feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que é dirigido, neste governo de Jair Bolsonaro, pela ministra Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, engenheira agrônoma, empresária e política filiada ao Partido Democratas (DEM).

Para início de conversa, foi liberada a parcela que faltava para execução integral do Programa de Subvenção do Seguro Rural (PSR), e essa execução, de 100% do orçamento previsto na Lei Orçamentária, não acontecia desde 2013. Portanto é um forte indício do comprometimento deste governo com as políticas de gestão de riscos agropecuários. Esse programa permite que o produtor adquira uma apólice de seguro para sua atividade, quando esta é feita com o auxílio financeiro do Governo Federal. Se houver algum problema na safra, por motivos climáticos adversos ou variação de preços, a seguradora cobre as obrigações financeiras do produtor: é uma importantíssima ferramenta para o setor agropecuário!

Outro exemplo de preocupação com o bem-estar do brasileiro e com a imagem dos produtos produzidos no Brasil foi a fixação pelo Mapa dos padrões visuais de qualidade, previstos na Instrução Normativa 69/2018, para 17 produtos hortícolas. O objetivo é auxiliar o consumidor e os fiscais a identificar se as frutas, legumes ou verduras possuem condições próprias para o consumo. Essa é uma atitude que nos traz bastante conforto ao mercado de consumo, e representa uma postura bem diferente das que vimos no Ministério da Agricultura de governos passados. Como exemplo, vale lembrar que a Operação Carne Fraca, que chocou o País ao demonstrar o total descaso dos governantes em relação à saúde de seus cidadãos, revelou um esquema de liberação de licenças e de fiscalização irregular de frigoríficos em troca de propinas para auditores-fiscais e agentes de inspeção sanitária. Muita carne podre foi vendida até que o conhecimento dessa demoníaca fraude chegasse aos consumidores. Em resposta, o Mapa demitiu neste ano os servidores envolvidos nas ilegalidades.

Para impulsionar o desenvolvimento econômico e social da Região Nordeste, o Mapa e o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) firmaram parceria para o AgroNordeste, que será implantado no biênio 2019/2020, em 230 municípios dos nove estados do NE. O Norte de Minas Gerais também foi contemplado por esse programa, que pretende reduzir as diferenças entre a pequena agricultura e a agricultura industrial, por meio da capacitação dos pequenos produtores; assistência técnica gerencial; transferência de tecnologia para produtores; e capacitação empresarial para jovens no campo, detalhe este que propiciará a saída de várias pessoas da pobreza e o retorno da força jovem ao campo. Todo esse esforço, daqui a alguns anos, na prática, trará benefícios incalculáveis a todos nós. Será um bom laboratório para que os sociólogos possam observar a possível redução de problemas sociais que se arrastaram por décadas, provocados, muitas vezes, pelo crescimento desordenado dos grandes centros urbanos brasileiros, em boa parte, causado pelo êxodo rural.

Enfim, pessoal, para efeito de atender ao caráter informativo sobre como o nosso país está se saindo sob nova direção, este artigo se limitou a dar ênfase a apenas algumas atividades do Mapa, mesmo porque não há espaço suficiente para relacionar todas elas, uma por uma. Mas o horizonte que podemos vislumbrar é que, além de priorizar várias ações internas para a melhoria de vida dos brasileiros, a ministra Tereza Cristina, com atuação excepcional, tem buscado acordos internacionais para negócios e investimentos no Brasil, para que venhamos a ocupar a nossa posição merecida de destaque no agronegócio mundial e, assim, estaremos juntos, aos poucos, reconstruindo o nosso querido Brasil, que foi praticamente abandonado à própria sorte.

Gogol, para Vida Destra, 30/11/2019.

Gogol

Últimos posts por Gogol (exibir todos)

4 Comentários

  1. Parabéns Tereza Cristina.
    É bom demais ver pessoas sérias envolvidas e empenhadas no crescimento do nosso país. Nosso Presidente acertou muito bem na equipe de ministros. Gradativamente, vemos de fato, a ORDEM e o PROGRESSO que nosso povo merece.
    Grato mais uma vez a equipe Vida Destra, pelas informações. Somente através do jornalismo sério, podemos saber de todas as boas ações do governo atual. Sucesso… ótimo fim de semana a todos!

    • E você veja, Leandro, que a boa gestão de um ministério já reflete em melhorias em outras áreas da sociedade. O apoio ao pequeno produtor vai resolver problemas de desemprego, violência urbana e competitividade no setor. E, quando temos vários ministros trabalhando bem, os benefícios se multiplicam. Um grande abraço!

Sua participação é muito importante para nós do Vida Destra. Participe, comente e interaja!