Por Felipe Silva                                                                                                              @felipe4710

 

Flamengo x Juventude – Brasileirão

 

Flamengo e Juventude jogaram pela 26° rodada do Brasileirão, no Maracanã, com objetivos bem distintos; um luta para fugir do rebaixamento e outro luta para diminuir a diferença para o líder do Brasileirão que continua em 11 pontos, mesmo com a vitória do Mengão por 3×1 sobre o Juventude, isto porque o galo mineiro também bateu o peixe por 3×1, no Mineirão.

O jogo entre Flamengo e Juventude foi amplamente dominado pelos “reservas” do Flamengo, que no 1° tempo deram uma aula de futebol, mostrando uma apresentação de gala. Principalmente com o quarteto fantástico formado por Andréas Pereira, Michael, Vitinho (Kenedy) e Pedro, que nos últimos três jogos marcaram pelo menos 3 gols por partida. Parece que Renato Gaúcho achou o quarteto ideal para substituir o quarteto fantástico oficial que dispensa apresentações!

Com a vitória, o Flamengo abriu vantagem para o terceiro colocado Red Bull Bragantino, o que deixa praticamente a disputa do Brasileirão entre o Urubu e o Galo.

O jogo foi bem movimentado, com o Juventude mostrando uma certa resistência no início da partida, com jogadas ofensivas mas pouco efetivas e arrematadas no gol. Depois o mengão ficou trocando passes para tentar furar o bloqueio da zaga do time de Caxias do Sul. Tanto que Matheuzinho aos 9 minutos de jogo, dominou a bola e emendou uma pancada que explodiu na trave direita do goleiro Douglas!

O Flamengo continuou insistindo e deu resultado, aos 12 minutos, em uma tabela entre Kenedy e Pedro, o atacante fez o pivô e tocou de letra para Kenedy, que dominou a bola entrando dentro da área e com um chute forte na saída do goleiro adversário, balançou as redes e marcou seu primeiro gol pelo Flamengo, marcando um belo gol e abrindo o placar para o Mengão. Flamengo 1×0 Juventude.

Depois do gol, o mengão trocou passes com paciência e esperava o momento certo para atacar o Juventude, e na única falha da equipe rubro negra, Rodrigo Caio tocou a bola errada no meio campo, o atacante do Juventude aproveita e chuta fraco para a defesa de Diego Alves. Logo após, aos 26 minutos, Michael rouba a bola na ponta esquerda e cruza na medida certa para Pedro só empurrar para as redes e ampliar para o mengão, ainda no 1° tempo, Flamengo 2×0 Juventude.

E depois do gol, Andréas Pereira começou o seu baile de gala, aos 33 minutos, Michael sofre falta e Andréas pega a bola ajeita e parecia que estava recebendo o espírito de Zico batedor de faltas. E em uma cobrança com efeito, a bola encobriu o goleiro do Juventude antes de morrer no ângulo onde a coruja dorme! Um golaço aos 35 minutos, o que fez com que o Fla quebrasse mais um tabu neste ano e quebrou um jejum de mais de três anos sem marcar um único gol de falta. E o mengão aumentou a vantagem antes de virar o tempo fazendo Flamengo 3×0 Juventude.

E como de costume, o Flamengo teve um leque de opções ofensivas e abriu vantagem logo no 1° tempo para que pudesse se poupar na etapa final. O que leva a crer que isto até pode ser uma estratégia bolada entre comissão técnica e jogadores, para matar as partidas na etapa inicial para descansar na última etapa dos jogos, pois os jogos do mais querido do Brasil tem mostrado esta saga.

Na volta da etapa final, o mengão voltou meio cochilante e o Juventude aproveitou este momento zen do mengão e diminuiu depois de escanteio cobrado por Chico, William Matheus cabeceia desviando a bola no ângulo de Diego Alves, sem chance para o arqueiro rubro negro, aos 12 minutos. Fazendo Flamengo 3×1 Juventude.

Depois do gol sofrido o mengão despertou do seu modo zen, e voltou a chegar novamente com perigo na área adversária, com Andréas Pereira, de falta novamente, depois o mengão foi substituindo alguns jogadores para poupar e por não estarem 100% inteiros, tanto que Pedro gera preocupação pois foi substituído por ter sofrido uma contusão no joelho e saiu de campo mancando.

Mas mesmo assim o mengão não perdeu força depois de várias substituições e Andréas Pereira continuou a comandar o time do Fla, no baile de gala particular do meio campista, tanto que aos 36 minutos o próprio jogador acertou uma bola no travessão, e aos 40 minutos da etapa final, mais uma vez Andréas Pereira cobra outra falta que acerta o travessão do arqueiro do time de Caxias do Sul, o meio campista do Mengão estava numa noite inspirada e aos 90 minutos o meia foi substituído e foi ovacionado pelos torcedores presentes no Maracanã.

E assim o Flamengo mostra sua força e que está vivo no Brasileiro, na Copa do Brasil e na Libertadores, o mengão mostra que tem uma equipe e não um time, e o técnico Renato Gaúcho vai fazendo história no mengão, como fez quando era jogador também.

 

*Felipe Silva é um brasileiro apaixonado por futebol e que ama o Flamengo!

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd e no Canal do Telegram : https://t.me/EsportesVD

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org
Sigam
Últimos posts por Esportes - Vida Destra (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments