O Brasil acordou!

“- Boa noite. O desrespeito a democracia com as cores da nossa bandeira.

– Em diversas cidades brasileiras, bolsonaristas insuflados pelo presidente da República usam o verde e amarelo, mas atacam pilares da Constituição.

– Faixas pedem intervenção militar,

– A destituição de ministros do Supremo.

– Em tom golpista o presidente discursa diante dos manifestantes em Brasília e em São Paulo.

– Diz que respeita a Constituição,

– Mas, na mesma frase, volta a ameaçar o STF. (imagem do Presidente enquadrando o STF)”

 

Não, querido leitor, esse não foi um discurso de sindicalistas ligados à CUT ou de integrantes do MST ou MTST, nem de estudantes jubilosos membros da UNE. Essa foi a abertura do Jornal Nacional do dia 07 de setembro de 2021, conduzido por um barbudo e por uma coisa mais parecida com uma bruxa de cabelo armado.

Com cara de zero amigos e claramente destilando ódio pelo sucesso absoluto das manifestações de 07 de setembro de 2021, os âncoras do tabloide de esquerda estavam com cara de quem apanhou e quer vingança a todo custo. E não parou por aí.  A edição não muito diferente das habituais, desde a vitória de Bolsonaro nas eleições de 2018, dedicou seu tempo quase integral a atacar, denegrir e acusar o presidente e os manifestantes de golpistas e antidemocráticos, numa clara manifestação de uma emissora que teve o cordão umbilical, que a alimentava de recursos públicos, rompido.

Qual é a conclusão que chegamos ao ver este tipo de movimento da velha e decadente imprensa? Aprendemos que as redes sociais nos libertaram desta engrenagem do Teatro das Tesouras, que foi e ainda é uma arma dos corruptos, que querem viver às custas do Estado.

Você, que foi xingado de antidemocrático e golpista precisa definir qual é o grau de dependência que tem dessa emissora que, outrora, dominava a cultura e a informação do país. Existem produtos e canais ligados a ela. Se você ainda os consome, qual é o motivo? Seu futebol é mais importante que o seu país? Qual será sua atitude depois de ter sido chamado desses nomes?

O apresentador do tabloide certamente não dormiu esta noite. Deve ter sido o mais duro golpe que sofreu desde 2018.

A lição que fica: Nunca subestime um povo humilhado, que teve seu país saqueado por bandidos que usam meios de comunicação e gabinetes como escritórios de suas quadrilhas. O Brasil acordou. As cenas dos próximos capítulos certamente serão derrotas ainda maiores para essas viúvas da “coisa pública”.

 

 

Davidson Oliveira, para Vida Destra, 09/09/2021.
Sigam-me no Twitter! Vamos conversar sobre o meu artigo! ! @DavidsonDestra

 

Crédito da Imagem: Luiz Jacoby @LuizJacoby

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org
Últimos posts por Davidson Oliveira (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments